TRADUZIR

terça-feira, 7 de junho de 2011

SACERDOTES - 1074 - Proibido casamento de padres



CASAMENTO DE PADRES - Os evangélicos nunca entram de acordo quando se trata de acusar a Igreja Católica e, como na verdade estão mentindo, não se importam em reescrever a história a seu favor. É por isto que nunca se afinam quanto às circunstâncias diversas e principalmente quanto às datas que apresentam:





Autor:Oswaldo









I - A MENTIRA

”... O casamento de sacerdotes foi proibido em 1074 d.C. por Gregório VII. Todavia, a Bíblia deixa evidente que o casamento é uma benção e aconselha o sacerdote a casar-se, Ex 28:1; Lv 21:13-14; I Tm 3:2-4... “ Estudos bíblicos - Evangelismo - Presbítero Edvaldo (Osasco) (21/06/05)






II - ONDE ELA SE ENCONTRA


1. CREIO EU NA BÍBLIA

Ihhhhhh! Já fecharam o site do link acima!!!! Tem nada não!!! Há mais este aqui cuja imagem copiei:

2. E-BOOKS EVANGÉLICOS



Para estes a imposição do Celibato dos padres foi em 1074
o nome do site é "100 RESPOSTAS BÍBLICAS PARA O
CATOLICISMO" - Link abaixo.





Esta afirmava que o PURGATÓRIO não existia antes de 1481 (ver: http://mentiras-evanglicas-e-outras.blogspot.com/2011/06/purgatorio-nao-existia-antes-de-1471.html) acabou suprimindo tal potoca em seu site, porém não eliminou demais mentiras tal esta que registrei mediante "Print Screen".

NOTA - 29/12/2016 - Bem fiz eu em tirar o print, pois quem tentar agora acessar esta página irá encontrar o seguinte:

Ops! Essa página não pode ser encontrada.





III - VERDADE

DEMONSTRAÇÃO LÓGICA – DOCUMENTAÇÃO

Os evangélicos nunca entram de acordo quando se trata de acusar a Igreja Católica e, como na verdade estão mentindo, não se importam em reescrever a história a seu favor. É por isto que nunca se afinam quanto às circunstâncias diversas e principalmente quanto às datas que apresentam:

Vejam o que diz este outro site protestante:

“... Veio então a encíclica papal que impôs a castidade sexual perpétua sobre os sacerdotes de Roma [ano 1123]..." (A ESPADA DO ESPÍRITO – “Origem da Doutrina do Celibato...”



Para acentuar a "perversidade" da Igreja em preceituar a continência evangélica, dão como consequência do celibato os desvios sexuais de alguns padres relapsos. É claro que se trata de pura imbecilidade, pois a proporção entre clérigos desviados e os padres fiéis mesmo multiplicando por 20.000% mal chegamos a 2,5% da totalidade de Padres + religiosos.

Isto prova que os desvios do clero acusados pelos detratores da Igreja (protestantes, gays e “media”)  é exagerado em excesso.

Pelo que se lê passa-nos  a impressão que quase a totalidade dos padres é depravada e, além disto, apontam, o celibato como a causa desses desvios. 

Para provar que o celibato nada tem a ver com o celibato, segundo estudo dos próprios evangélicos, os desvios sexuais (adultérios, pedofilias, pornografias) entre os líderes protestantes é mais de 25 vezes maior que os dos padres. Comparem:

- Desvios entre os padres (mesmo
multiplicando por 20.000%).............................25 por mil- Desvios entre os líderes protestantes......640 por mil

CLIQUE NA IMAGEM PARA TAMANHO GRANDE:


confira:

Conferir JESUSITE






Desmontando a mentira dos evangélicos



A verdade histórica é que o celibato clerical foi introduzido na Igreja latina, mediante os decretos aprovados nos concílios de Elvira em 306 e de Roma em 386. Eis as provas:



ENCICLOPÉDIA BRITÂNICA: “... Por volta de 306 Reuniram-se em Elvira (antiga cidade perto de Granada. Espanha), 19 bispos e 24 presbíteros da península ibérica que decretaram o celibato do Clero... “. Verbete “Concílio”



ENCICLOPÉDIA TIO SAM: “... Já no século IV, quando do Concílio de Elvira, começou-se a promover na Igreja Católica, o celibato entre os padres. Neste concílio provincial (Elvira era uma cidade romana, junto a Granada) foi imposta a "continência sob pena de degradação". Verbete “Celibato”




08/07/07
Fernando

Acrescento ainda, meu caro Oswaldo:

A lei eclesiástica que preceitua o celibato, mesmo tendo sido estabelecida posteriormente, era seguida pelos sacerdotes católicos desde os Apóstolos. No começo da Igreja, a própria Bíblia deixa claro o celibato, nas cartas de São Paulo.

Tertuliano, falecido pelo ano 222, diz que "os clérigos são celibatários voluntários".




09/07/07

Geraldo




Interessante, o PAPA já foi acusado de muitas coisas, agora é homossexual, a boca fala do que o coração está cheio!

DEUS ABENÇOE e nos DEFENDA!




09/07/07
Bruno Roberto

Por que?

Por que não apagam logo o post do José e o expulsam da Comunidade?

Será que chamar o papa de Homosexual não é uma ofensa ao que ele ensina?



Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >