terça-feira, 30 de setembro de 2014

UM MISTÉRIO (Ef 5,30-32): A IGREJA NÃO É NADA MENOS QUE O PRÓPRIO CRISTO

Missionárias Sagrados Corações  de  Jesus  e Maria  -   ... sábio,   dócil,   novo, manso, simples, puro, forte, vigilante... e encontra sempre em Maria a força, o entusiasmo, a medida para acolher a salvação e para ...
Evangélico: (Sobre a Igreja) - Simples... Para fim de que o homem n se perca, igreja é p isso, mostrar o caminho da salvação... Igreja leva as coisas da salvação,é o sustentáculo da verdade,  mas n salva ninguém, qualquer que seja n salva, n há lugar algum dizendo que igreja alguma salva.... E que desde a tua meninice sabes as sagradas Escrituras, que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus.   II Tomóteo 3:15 - As sagradas escrituras deixa o hemem sábio para salvação,  pela fé em Cristo.. Qual é a fé em Cristo? O  evangelho  de Cristo. a Igreja  e tudo mais esta escrito nas  nas sagradas escrituras... Por isso a igreja, n para salvar, quem salva é Cristo atravéz do evangelho, mas a igreja leva  e ensina palavra e doutrina de Deus ao homem...


Tudo isso faz a Igreja sem nenhuma possibilidade de erro. Disse Jesus "Estarei convosco até o fim do mundo" e "Quem vos ouve a mim ouve; quem vos rejeita a mim rejeita". Quem não crê em sua pregação será condenado... (Mc 16,14-16)


Mas, e a Igreja Salva? Claro que salva, porque ela é o próprio Cristo visível na terra. 

- Será?! 

Sim! Cada membro dessa Igreja é uma só coisa com Cristo. Pés, mãos, braços, olhos, boca ouvidos, cabeça, nós todos e Cristo, somos uma só coisa nele:

"Se fomos feitos o mesmo ser com ele por uma morte semelhante à sua, sê-lo-emos igualmente por uma comum ressurreição" (Rm 6,5). 

Para melhor entender este ensino do Espírito Santo leia:

"Não sabeis que vossos corpos são membros de Cristo?..." (I Cor 6, 15)


A IGREJA É CRISTO. NADA MENOS QUE ISSO! 

Se Cristo salvava quando estava ensinando, ainda agora continua salvando; se Cristo salvava quando morria no Calvário, ainda agora ele continua salvando sofrendo em sua igreja. 

A IGREJA E CRISTO SÃO INSEPARÁVEIS PORQUE ELA E ELE SÃO A MESMA COISA, "UMA SÓ CARNE".

A Igreja é um MISTÉRIO: "... os dois constituirão uma só carne (Gn 2,24). Este MISTÉRIO é grande, quero dizer, com referência a Cristo e à Igreja" (Ef 5, 31-32).

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Marcha PARA "jesuses" X Marcha COM Jesus

Marcha PARA "jesuses" X Marcha COM Jesus
. 


MARCHA COM JESUS - BABILÔNIA PROTESTANTE

Cristãos do MUNDO INTEIRO desde 1264 Marcham COM Jesus, na celebração de Corpus Christi para testemunhar publicamente a adoração para com a Santíssima Eucaristia (presença Real de Cristo na Hóstia Consagrada)


Os invejélicos - há alguns anos atrás- inventaram, uma cópia barata paraguaia (inclusive descaradamente na mesma data) A Marcha PRA "Jesus"



Ocorre que não se sabe pra que "jesus" eles estavam Marchando e pedindo Graças..
.

Afinal é Público e notório que Cada denominação Protestante tem um "jesus" diferente do outro, tudo a gosto do Freguês
.


Todos estavam ali fingindo que a Unidade Protestante Existia...

Mas a pretensa "Unidade" começou a dá água...
.


O DEMAPRO, colocou seus agentes para trabalharem na tal Marcha que conseguiram gravar algumas cenas entre os "Irmãos" Protestantes no meio da Marcha:
.


FLAGRANTES DA MARCHA INVEJÉLICA:
.

Os "Irmãos Da Metodista", e os Irmãos Presbiterianos dizem no Pé do ouvido dos "Irmãos batistas": 
.
Se vcs falarem que lá na igreja de vcs o "jesus" de vcs ensina que o Batismo é simbólico, nós vamos Berrar anunciando que o nosso "jesus" que é o verdadeiro e que devemos batizar as crianças"

Os Irmãos Batistas prometem ficar calados, mas pedem para os Metodistas tbm não falarem que Maria é Mãe de Deus.
PROCISSÃO NA FESTA DO CORPUS CHRISTI

PRONTO ACORDO FECHADO...
.
Cada qual seguiu com seu "jesus" diferente, levando seus pedidos na sola do sapato (numa espécie de mandiga ou simpatia)


DEMAPRO O EXTERMINADOR 28/06/2011
.



De repente, um irmão cai no chão "pelo poder de Deus"!! 
.
O Pessoal da Universal berra que o irmão está endemoninhado, e passam a exorcizar o irmão que está caído.
.
Outros gritam desesperados que os obreiros da Universal estão loucos e se levantando contra o Espírito Santo
.
Um outro irmão faz uma breve introdução em línguas estranhas e passa a profetizar".
.

Os irmãos da Deus é Amor aproveitam a confusão, e passam a ensinar que o "jesus" deles ensina que as irmãs não devem se depilar e os irmãos não podem usar tênis e nem roupa Jeans
.
Os Seguidores do Marco Feliciano também começam a berrar que o "jesus" deles diz que usar véu durante o culto é pura bobagem, o que fez com que os irmãos da CCB abandonassem a Marcha revoltados.
.

Os seguidores do Silas Malafaia, imitam seu mestre, Berram e dão socos no ar!!!
.
Desesperados querem enfiar goela abaixo dos demais "irmãos"que o "jesus" deles inspirou o Silas a fundar a verdadeira "igreja. E que a Verdadeira Igreja agora é a que o Silas fundou depois de rachar com os Hereges da Assembléia.
.
E que as Bíblias ditas Evangélicas são dignas de serem queimadas, pois a Bíblia certa é a do Silas de Benção financeira e Batalha espiritual.
.

Os fiéis da igreja do ERRE ERRE SOARES, gritam e "DETERMINAM"que o "jesus" deles intervenha naquela bagunça.

CONCLUSÃO:



Todos gritavam ao mesmo tempo. A assembléia era uma grande confusão e a maioria nem sabia por que se achavam ali reunidos. (atos 19,32)

DEMAPRO: DESMASCARANDO MANOBRAS PROTESTANTES


Jose Antonio dos Reis 01/08/2011
ZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZZ


ai que soninho, isso aki não muda rs...

Rafael Melo 15/08/2011
Nunca ri tanto
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK e é tudo verdade!
.

Autor: DEMAPRO
Fonte: ORKUT - Respostas às Seitas - Marcha PARA "jesuses" X Marcha COM Jesus 
Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.

O PASTOR EVANGÉLICO QUE ABANDONOU ATÉ SUA FAMÍLIA PARA SEGUIR A CRISTO

ELE "CONVERTE" AS PESSOAS ATRAVÉS DA BÍBLIA.

TESTEMUNHO DE PASTOR PROTESTANTE CONVERTIDO AO CATOLICISMO REVELA O QUE HÁ POR TRÁS DE HERESIA PROTESTANTE 

“O Demônio é protestante”

Testemunho de minha conversão ao catolicismo






Em uma entrevista para a revista Cristandade, Luis Miguel Boullón faz uma breve resenha de seu processo de conversão ao Catolicismo. De ministro protestante a Católico fervoroso, sofreu o abandono da família e seus amigos.




“O Demônio é protestante", foi a primeira frase que pronunciei, depois de minha conversão, àqueles que me escutaram por mais de doze anos como seu pastor. Foi sensacional o escândalo! Alguns já tinham notado que minha férias foram muito precipitadas e talvez até exageradamente prolongadas. Foi um dos afastamentos mais raros, inclusive para minha própria família que percebeu-me reticente nas práticas habituais de casa, como, por exemplo, a leitura e explicação da Bíblia. Surgiram brigas demasiadas por causa de minha nova maneira de pensar.
“No princípio era o Verbo”

Lembro-me de experiências vividas, das minhas primeiras manifestações de raiva ao ler um artigo nesta revista quando era protestante, que agora, aprecio tanto, da qual me honro publicando este trabalho. Eu achava que o texto era muito radical em suas afirmações, muito profundo para o que eu estava acostumado a ler.

Acredito ter meditado no problema umas cinco  ou seis semanas. Até que resolvi pedir auxílio a paróquia da Igreja Católica, que ficava perto  de minha Igreja. Atendeu-me um sacerdote com um olhar penetrante e muito amável. Eu abordei vários assuntos de interesse comum e ele me pediu tempo  para inteirar-se melhor da abordagem das doutrinas da Igreja.

Na verdade, fiquei  um pouco desarmado, mas conseguimos conversar quase o tempo todo. Quase... porque, nas questões de doutrina começou ele a acuar-me. Comecei a responder-lhe como de costume citando, com exatidão, uma passagem bíblica atrás de outra tentando mostrar o erro.

- Pastor Boullón - me disse logo - não avançaremos muito discutindo com a Bíblia na mão. Sabe o senhor que o demônio foi o primeiro a antecipar-se a todos na prática do crime... e por isso, foi também o primeiro evangélico?

Não gostei dessa observação. Ele estava me insultando, chamando-me de demônio. Sem me deixar explicar o que pensava, adiantou-se:

Adicionar legenda
- Sim... foi o primeiro evangélico. Recorde-se de que o demônio buscou tentar a Cristo com a Bíblia na mão!

- Mas Cristo lhe respondeu com a Bíblia, eu disse.

- Então, o senhor me dá razão, pastor... os dois argumentaram com a Bíblia, só que Jesus a utilizou bem... e lhe tapou a boca.

Pegou sua Bíblia, leu-me o que já sabia: Enquanto o Senhor conversava com o demônio, ele o levou a Jerusalém e colocando-o no alto do templo lhe repetiu o Salmo 90, 11-12 "Porque está escrito que Deus mandou aos seus anjos que te guardem e o leve em suas mãos par que não tropece em alguma pedra".

Mas o Senhor lhe respondeu com Deuteronômio 6,16. Mas também está escrito: "Não tentarás ao Senhor teu Deus" e o demônio se distanciou confundido.

Eu também me distanciei, como o demônio, confundido. Tive raiva por ter sido chamado de demônio. E pior: ser tratado como o demônio no deserto.


Chequei em casa raiva. Eu senti humilhado e triste. Não era possível que a mesma Bíblia provasse duas coisas diferentes. Isso é uma blasfêmia. Forçosamente deve haver alguém com a razão e o outro a interpreta mal. Busquei ajuda na biblioteca, que eu vinha formando com o tempo. Consultei vários autores, porém de outras congregações. Não coincidíamos nas opiniões apesar de todos nós utilizarmos da Bíblia para apoiar o que dizíamos e demonstrar que os outros e equivocavam no que criam.

Fortaleci-me e na primeira oportunidade dirigi-me ao padre. Recebeu-me amavelmente, como na vez anterior, com seu  olhar divertido e curioso, razão pela qual me permitia estar novamente ao seu lado.

Discursei por meia hora sobre a salvação pelo fé e não pelas obras. Peguei a Bíblia, li Atos 16, 30-31 "Que devo fazer para salvar-me?" - perguntou o carcereiro. "Creias no Senhor Jesus e serás salvo, tu e tua fmília" - respondeu Paulo.

Ele disse - vamos a Coríntios 13,2. Leia em voz alta: "Mesmo que a minha fé fosse tanto que chegasse a mover montanhas, se me faltasse a caridade, nada sou".

Disse-me rindo - Não sei bem quem acreditou na estratégia protestante de argumentar com a Bíblia, mas creio que puderam ser os demônios para se salvarem.

- Salvar-se?
- Sim... Salvar-se, meu amigo. Por acaso não é o apóstolo Tiago que nos diz que até mesmo os demônios creem em Deus? Não fique em silêncio, pastor... Sente-se aqui para acalmar-se um pouco. Se quer seguir como o demônio, tentando, tentando com a Bíblia, lembre-se que aí mesmo nos diz que essa fé não salvará aos demônios, porque como um corpo sem espírito está morto, a fé sem as obras está morta (Tiago 2,17) e mesmo assim, os católicos não dizem que é somente a fé ou só as obras. Quando o Senhor pergunta sobre o que devemos fazer para salvar-nos, ele diz: "Se queres salvar-te, guarda os mandamentos". Aí tem você a resposta completa.

Acompanhou-me até a porta e disse: "Deixo-o com duas recomendações". A primeira é que se cuida com seus irmãos da congregação. A segunda é, só volte quando me trouxer algum discurso bíblico, só um me basta - em que se prove que só se deve ensinar o que está escrito na Bíblia.

Enquanto preparava um discurso para responder o sacerdote, percebi que estava parado no meio do assunto que, pela primeira vez, me lavara à paróquia. "Se só a Bíblia", disse-me, "então o problema do artigo fica resolvido: deve-se provar pela Bíblia, ou não se prova".

Já imaginaram vocês o resultado. Efetivamente não encontrei nada; Nesses anos de ministério jamais eu percebi o cerne do que se deve ensinar a doutrina contida na Bíblia e não o que não está na Bíblia. Encontrei numerosas passagens bíblicas, que lhe concedem as mesmas autoridades que os ensinamentos escritos na Bíblia e as doutrinas, transmitidas por discursos, muitos outros questionamentos foram surgindo a partir das conversas com o padre, de leituras dessa revista e de muita literatura escrita com fins apologéticos.


Por uns dias afastei-me das visitas à paróquia e depois de uma semana de angústia, sentei-me com minha esposa para conversarmos. Necessitava desabafar. Suas palavras foram tão simples quanto sua conclusão: deveria me afastar, imediatamente do sacerdote católico e recuperar a confiança de meus fieis. Isso era prioritário. Tínhamos uma obrigação de fé e tínhamos que manter a família. Não se falaria mais sobre o assunto. O caso estava resolvido para ela.

Mais difícil foi recuperar a confiança de meus fiéis. Exigiam-me como prova evidente que atacasse, mais do que nunca, a Igreja Católica para demonstrar publicamente que não lhe guardava nenhuma simpatia.

Isso me custou caro, pois tinha que pregar conforme as minhas antigas ideias. Com o tempo, minha família e meus fiéis deram-me as costas e foi a grande dor que tive que suportar por amar a Cristo e sua Igreja.

Renato Rocha, ex-baixista da banda Legião Urbana entre os anos de 1984 e 1989, foi encontrado  morando na rua.   Ao contrário dos outros integrantes, que foram endeusados, Renato foi esquecido por todos. Fãs, colegas de banda e a própria família. 


Não quis expor aqui todas as coisas que conversei com o padre durante semanas e semanas. u o visitava continuamente e ele me acolhia com amável paternidade. Se estilo era único: refutava meus argumentos, acusações, dando-me duas oportunidades... ou ficar coo um tonto ou verificar, por mim mesmo, essa estupidez.

Recordo-me, perfeitamente, de uma fria manhã quando recebi um aviso telefônico da paróquia. Pediram-me que visitasse um hospital dos arredores. Sem pensar nas normas da cautela que tomava para evitar que meus fiéis se irritassem ainda mais comigo, abandonei tudo e parti. Soube do doloroso câncer de que o padre padecia. Jamais percebi que estava doente e o pouco tempo que lhe restava. Minha cabeça dava voltas. Sentia dor pela partida de quem já considerava como amigo.

Tomei uma decisão: faria pública nossa amizade e o visitaria diariamente. Poucos dias depois transferiram a sua petição e sua residência. Desde esse dia acompanhei-o diariamente, deixando muitos compromissos de lado. A tensão começou a crescer  até chegar às agressões verbais e ameaças de tirar-me o cargo e o salário. Minha família estava ameaçada pela pobreza.

Foram dias de muitas nagústias. Sabia que caminhava pelos caminhos corretos. Inclusive pensava em demitir-me da Igreja. Orei muito e fui pedir conselhos ao padre. Ele me recebeu com muita amabilidade e escutou com atenção as aos meus problemas. Ele já os conhecia. Falou-me da fortaleza dos mártires que não levaram em conta nem a carne nem o sangue, nem as riquezas; somente amaram a verdade e testemunharam em público a sua adesão à fé. Mais vale entrar entrar no céu sendo pobres que irem ao inferno por comodidades" - sentenciou.

Reuni meus fiéis e lhes fiz uma declaração de minha conversão. Mais tarde reuni  a minha família e lhes expliquei cada ponto. Respondi a todas as objeções de fé e da situação. Minha esposa não discutiu muito: expulsou-me de casa. Fiquei em companhia do padre que me tranquilizou com relação ao acontecido.
Desde então. e depois de minha conversão, nunca mais fui admitido em casa como pai e esposo.


Roguei ao bom sacerdote que me preparasse para pedir perdão de meus erros e ser admitido na Igreja. Ele concordou.

Em uma manhã de abril de 2001, fui recebido no seio da esposa de Cristo. Em junho do mesmo ano meu querido amigo   entregou sua alma ao Senhor, fato que me fez chorar muito tempo e também aqueles que o conheciam. Choravam os doentes, os presos que ele visitava. as crianças, os jovens e catequistas, os pobres e necessitados que consolava, os fieis que recorriam a ele em busca de conselho e do perdão de Deus.

Em seu tributo, escrevo estas linhas. Meu querido sacerdote e a Revista Cristandade foram meus grandes apoios e impulsores, tanto na minha conversão quanto no meu dom apostólico, de trabalhar especialmente com os convertidos e com os que se preparam para a conversão.

Persevero no amor à Igreja e a essa doutrina, pois o Senhor disse que passariam o céu, a terra, mas que nenhuma só palavra seria mudada.

Agora, junto com vocês, posso acudir ao pés de Maria Santíssima e rogar que, por amor ao Divino sangue de seu Filho amado obtenha a conversão dos pagãos, dos hereges, dos cismáticos e que fazendo triunfar a Igreja sobre seus inimigos, restaure a paz no reino de Cristo..

Autor: Luis Miguel Boullón
Fonte: Livro "Por que estes ex-Protestantes se tornaram Católicos!" Pg.89-93
Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.

sábado, 27 de setembro de 2014

PETROBRAS - PAULO ROBERTO COSTA REVELA ALGUNS NOMES DE CORRUPTOS: SERGIO CABRAL, ROSEANA SARNEY, RENAN CALHEIROS , ETC.


Exclusivo: Paulo Roberto Costa começa a revelar nomes dos beneficiários do esquema de corrupção da Petrobras

Sergio Cabral, Roseana Sarney, Eduardo Campos, Renan Calheiros e Edison Lobão estão entre os citados nos depoimentos do ex-diretor da Petrobras

Rodrigo Rangel
Atualizado às 4h42.
Preso em março pela Polícia Federal, sob a acusação de participar de um mega esquema de lavagem de dinheiro comandado pelo doleiro Alberto Youssef, o ex-diretor de Abastecimento e Refino da Petrobras Paulo Roberto Costa aceitou recentemente os termos de um acordo de delação premiada – e começou a falar.
No prédio da PF em Curitiba, ele vem sendo interrogado por delegados e procuradores. Os depoimentos são registrados em vídeo — na metade da semana passada, já havia pelo menos 42 horas de gravação. Paulo Roberto acusa uma verdadeira constelação de participar do esquema de corrupção.
Entre eles estão os presidentes da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), além do ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB-MA). Do Senado,  Ciro Nogueira (PI), presidente nacional do PP, e Romero Jucá (PMDB-RR), o eterno líder de qualquer governo. Já no grupo de deputados figuram o petista Cândido Vaccarezza (SP) e João Pizzolatti (SC), um dos mais ativos integrantes da bancada do PP na casa. O ex-ministro das Cidades e ex-deputado Mario Negromonte, também do PP, é outro citado por Paulo Roberto como destinatário da propina. Da lista de três “governadores” citados pelo ex-diretor, todos os políticos são de estados onde a Petrobras tem grandes projetos em curso: Sérgio Cabral (PMDB), ex-governador do Rio, Roseana Sarney (PMDB), atual governadora do Maranhão, e Eduardo Campos (PSB), ex-governador de Pernambuco e ex-candidato à Presidência da República morto no mês passado em um acidente aéreo.
Paulo Roberto também esmiúça a lógica que predominava na assinatura dos contratos bilionários da Petrobras – admitindo, pela primeira vez, que as empreiteiras contratadas pela companhia tinham, obrigatoriamente, que contribuir para um caixa paralelo cujo destino final eram partidos e políticos de diferentes partidos da base aliada do governo.
Sobre o PT, ele afirmou que o operador encarregado de fazer a ponte com o esquema era o tesoureiro nacional do partido, João Vaccari Neto, cujo nome já havia aparecidao nas investigações como personagem de negócios suspeitos do doleiro Alberto Youssef. 
Conheça, nesta edição de VEJA, outros detalhes dos depoimentos que podem jogar o governo no centro de um escândalo de corrupção de proporções semelhantes às do mensalão. 
Para ler a continuação dessa reportagem compre a edição desta semana de VEJA no IBA, no tablet ou nas bancas..

Fonte: REVISTA VEJA
Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

DESTE GRANDE BRASILEIRO PODEMOS E DEVEMOS TER ORGULHO

Perdemos um grande Brasileiro


Não é possível se calar quando morre um homem da qualidade moral, intelectual, espiritual e humana. Quando uma árvore cai é que damos valor à sombra que fazia.
Talvez você não tenha conhecido bem o Dr. Antônio Ermírio de Moraes; um dos homens que mais admirei no Brasil. Faleceu domingo (24/8/2014), aos 86 anos de idade, muito bem vividos, a serviço do próximo. Era um homem muito culto e preparado, rico e feliz, mas era um “pobre de espírito” como pede as Bem-aventuranças de Jesus. Viveu para os outros, soube ter sem ser escravo dos seus bens. Os usava para fazer o bem. Viveu aquilo que ensinava Santo Agostinho: “possua de modo a não ser possuído; que tenha, mas sem reter; seja senhor de suas posses, não seu escravo”.
Conheci Dr. Antônio; um homem puro, honesto, simples, alegre, um verdadeiro patriota que amava o Brasil e acredita nele. Trabalhou a vida toda com muito otimismo, fé, serenidade. Era engenheiro metalúrgico formado nos Estados Unidos: na “Colorado School of Mines”, e começou a trabalhar na Votorantim em 1949, depois criou a Companhia Brasileira de Alumínio em 1955. A Votorantim se espalhou por vinte países produzindo muito e dando emprego a muitos pais e mães de família.
Dr. Antônio marcou a História do Brasil, encarnava o que havia de melhor numa pessoa humana. Foi um desbravador de caminhos e de oportunidades. Acreditava em si, nos outros e no Brasil. Conhecia nosso país e suas potencialidades como ninguém; sempre lamentei que nunca o tivessem convidado para ser ministro de Estado. Era uma referência para a iniciativa privada. Empresário idôneo, não aceitava suborno e nem corrupção. Ocupou a cadeia 23 da Academia Paulista de Letras. Escreveu cinco livros e peças de teatro, sempre focando o bem do Brasil: “Acorda Brasil”, “SOS Brasil”, “Brasil SA.”
Durante décadas ajudou na administração da rede de hospitais da “Beneficência Portuguesa”, garantindo um bom atendimento médico e hospitalar a milhões de pessoas. Quantos não foram ali fazer uma “ponte safena”, e outras cirurgias sérias!
ermirioComo disse o Dr. Mailson da Nóbrega: “É um homem que destoa de sua geração; conseguiu manter e ampliar o grupo que junto com seus irmãos herdou de seu pai”. Enquanto vemos tantos maus exemplos, por parte de muitos homens públicos e da iniciativa privada, Dr. Antônio se destacou como uma verdadeira estrela de bom exemplo aos jovens.
Em seus mais de 50 anos de vida empresarial participou ativamente dos principais problemas do Brasil; sempre estava em uma televisão ou jornal dando uma entrevista cheia de sabedoria. Nunca deixou de defender com coragem suas convicções para o bem do Brasil. Era um apaixonado por nosso país. Podia falar tudo o que queria, pois tinha ficha limpa. Não devia nada  a ninguém; era um homem livre.
Que seu exemplo e sua história nos façam amar mais esse belo país. Que neste tempo de eleições saibamos olhar e imitar o exemplo grandioso desse incrível brasileiro.
Descanse em paz Dr. Antônio, nos resplendores da luz divina, saciado da glória de Deus. Coloquei hoje nas intenções da Santa Missa o descanso eterno de sua bela alma. Ore por nós e pelo Brasil na intimidade de Deus..

Autor: Prof. Felipe Aquino
Fonte: Cléofas
Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.

BELÉM DE JUDÁ É CONFIRMADA POR UM SELO DE ARGILA DE 1,5cm

Belém de Judá: a fabulosa história de uma pequena vila confirmada por um selo


Igreja da Natividade, local da Gruta de Belém
Igreja da Natividade, local da Gruta de Belém
Nenhuma cidade possui semelhante presença na História como Belém, a cidade bendita onde nasceu o Salvador na primeira Noite de Natal.

Em todos os povos de todos os continentes aonde chegou a Boa Nova, para todas as raças e em todas as línguas nas quais as doçuras inefáveis da Noite Santa são recordadas, o nome Belém, impregnado de sobrenatural, é pronunciado com enlevo, veneração e ternura.

Ainda hoje, apesar das guerras locais e das perseguições anticristãs, Belém é visitada por romeiros vindos das quatro extremidades do planeta.

Entrementes, sempre insaciáveis de provas tangíveis, mensuráveis, quantificáveis, reduzíveis a números criticáveis, os cientistas procuravam também uma prova de que Belém hodierna era mesmo a cidade antiga de que nos fala a Bíblia.

Com a sabedoria que lhe é própria, a Igreja Católica, que tudo pondera, não se apaixona primariamente por essas considerações.

Mas deixa às ciências e aos cientistas indagarem com seus instrumentos e métodos próprios.



E assim, as ciências e as técnicas, por sua conta, vêm revelando confirmações admiráveis.

Selo de Belém achado em Jerusalém
Selo de Belém achado em Jerusalém
Neste caso, o prestigiado órgão do governo israelense Israel's Antiquities Authority apresentou à imprensa um selo com o nome de “Belém” estampado numa antiga escrita hebraica que remonta a 2.700 anos antes de nossos dias, noticiou o site Phys.org.

Segundo o Israel Antiquities Authority, os arqueólogos desenterraram o selo perto dos “muros em volta do Parque Nacional de Jerusalém”.

Trata-se do mais antigo objeto que leva a inscrição “Belém”, nome da cidade onde Jesus nasceu, explicou Shmuel Achituv, especialista em escrituras antigas da Universidade Ben-Gurion de Israel.

O selo é de argila, mede 1,5 cm de diâmetro e provavelmente serviu como carimbo fiscal pelo pagamento dos impostos, segundo explicou Eli Shukron, diretor-chefe das escavações.

O delicado selo prova que Belém existia na Antiguidade, como relata a Bíblia, não sendo apenas uma fabulação, como pretenderam alguns agnósticos e também alguns “progressistas” para os quais os Evangelhos são apenas invenções das primeiras comunidades cristãs.

Prova também prova – acrescentou Shukron – que Belém era sede de um importante comércio ligado a Jerusalém.

Selo de Belém na mão
Selo de Belém na mão
O chefe dos trabalhos arqueológicos sublinhou que é a primeira vez que se encontra o nome “Belém” inscrito em algo que não seja um texto bíblico.

Segundo Shukron, “parece que no sétimo ano de reinado de um rei (poderia ser Ezequias, Manassés ou Josias) foi feito um envio de Belém para o rei de Jerusalém. A 'bula' que achamos pertence ao grupo das 'bullae' fiscais, utilizadas para selar os envios ao sistema tributário do Reino de Judá em fins dos séculos VIII e VII a.C.”, informou o site Terrae Antiquae.

A Bíblia menciona a cidade pela primeira vez quando diz “em Efrata, que é Belém”. A cidade ficava na estrada onde Raquel morreu e foi enterrada (Gênese 35:19; 48:7). Os descendentes de Judá nela se estabeleceram, entre eles a família de Boaz (Livro de Ruth).

O mais notável dos descendentes de Judá foi o rei David, filho de Jessé e pai do rei Salomão. Davi fundou a estirpe real que culminou em Nosso Senhor Jesus Cristo. Por isso mesmo, os profetas anunciaram que o Redentor nasceria da estirpe de David, da tribo de Judá.

Eli Shukron, da Autoridade de Antiguidades de Israel
Eli Shukron, da Autoridade de Antiguidades de Israel
O selo foi analisado durante meses devido a peculiaridades da antiga escrita hebraica que não incluía as consoantes. Foram engajados três especialistas e a resposta não deixou lugar a dúvidas.

Só existem 40 outros selos desse tipo da época do Primeiro Templo, destacou Achituv, fato que ressalta a importância do achado.

O Primeiro Templo foi destruído na invasão dos babilônios. Jerusalém foi saqueada, sua população deportada e escravizada em Babilônia, e o que sobrou virou ruína. Ruína sobre a quaal o profeta Jeremias verteu copiosas lágrimas profetizando o retorno dos judeus, a reconstrução do Templo e a vinda do Messias.

As primeiras referências a Belém se encontram no Gênese, como dissemos. Em Belém foi enterrada Raquel, mulher de Jacó, matriarca do povo eleito:

10. “Teu nome, disse-lhe ele, é Jacó. Tu não te chamarás mais assim, mas Israel.” E chamou-o Israel.

11. Deus disse-lhe: “Eu sou o Deus todo-poderoso. Sê fecundo e multiplica-te. De ti nascerão um povo e uma assembléia de povos; e de teus rins sairão reis.

12. A terra que dei a Abraão e a Isaac, eu ta darei e à tua posteridade.”

Tumulo de Raquel antes da restauração
Tumulo de Raquel antes da restauração
13. Depois, Deus retirou-se de junto dele.

14. No mesmo lugar onde Deus lhe falou, Jacó erigiu uma estela sobre a qual fez uma libação, e derramou óleo.

15.E deu o nome de Betel ao lugar onde Deus lhe tinha falado.

16. E partiram de Betel. Quando estavam a pouca distância de Efrata, Raquel deu à luz, e o seu parto foi penoso.

17. Durante as dores do parto, a parteira disse-lhe: “Não temas, porque ainda terás este filho.”

18. E, estando prestes a render a alma – porque estava já agonizante – ela chamou o filho Benoni; o seu pai, porém, chamou-o Benjamim.

19. Raquel expirou e foi sepultada no caminho de Efrata, hoje Belém.
20. Jacó erigiu uma estela sobre seu túmulo; é a estela do túmulo de Raquel, que ainda hoje existe.” (Genese, 35, 10-20)

O rei David, antepasado de Jesus Cristo, catedral de Edinburgo, Escócia
O rei David, antepasado de Jesus Cristo,
catedral de Edinburgo, Escócia

11. Raquel e a Lia, que fundaram a casa de Israel! Sê feliz em Efrata, adquire um nome em Belém! (Rute 4,11)

1. O Senhor disse-lhe: Até quando chorarás tu Saul, tendo-o eu rejeitado da realeza de Israel? Enche o teu corno de óleo. Vai; envio-te a Isaí de Belém, porque escolhi um rei entre os seus filhos. (I Samuel 16,1)

1. Mas tu, Belém-Efrata, tão pequena entre os clãs de Judá, é de ti que sairá para mim aquele que é chamado a governar Israel. Suas origens remontam aos tempos antigos, aos dias do longínquo passado. (Miquéias 5,1)

E as profecias se cumpriram:

1.Tendo, pois, Jesus nascido em Belém de Judá, no tempo do rei Herodes, eis que magos vieram do oriente a Jerusalém.

2.Perguntaram eles: Onde está o rei dos judeus que acaba de nascer? Vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo.

3.A esta notícia, o rei Herodes ficou perturbado e toda Jerusalém com ele.

4.Convocou os príncipes dos sacerdotes e os escribas do povo e indagou deles onde havia de nascer o Cristo.

5.Disseram-lhe: Em Belém, na Judéia, porque assim foi escrito pelo profeta:

6.E tu, Belém, terra de Judá, não és de modo algum a menor entre as cidades de Judá, porque de ti sairá o chefe que governará Israel, meu povo(Miq 5,2).7.Herodes, então, chamou secretamente os magos e perguntou-lhes sobre a época exata em que o astro lhes tinha aparecido.

8.E, enviando-os a Belém, disse: Ide e informai-vos bem a respeito do menino. Quando o tiverdes encontrado, comunicai-me, para que eu também vá adorá-lo

.9.Tendo eles ouvido as palavras do rei, partiram. E eis que e estrela, que tinham visto no oriente, os foi precedendo até chegar sobre o lugar onde estava o menino e ali parou.

10.A aparição daquela estrela os encheu de profunda alegria.

11.Entrando na casa, acharam o menino com Maria, sua mãe. Prostrando-se diante dele, o adoraram. Depois, abrindo seus tesouros, ofereceram-lhe como presentes: ouro, incenso e mirra.” (São Mateus, 2, 1-11)

De uma cidade tão pequenina, Deus fez tantas maravilhas. De uma outra cidade, povo ou nação, Deus poderia fazer muitas outras maravilhas. A questão é que essa cidade, povo ou nação queiram cooperar com o plano de Deus.

O caso do Brasil, Terra de Santa Cruz, não poderia ser um desses? Que glória se o Brasil quiser obedecer plenamente os desíngios Deus para com ele que nasceu sob o signo da Cruz da Ordem de Cristo

Mas, qual o pecado e o castigo se não quiser trilhar seu caminho providencial? .

Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >