segunda-feira, 4 de agosto de 2014

DILMA COMBATE A CORRUPÇÃO ASSIM: FUNCIONÁRIO DA PeTebras GRAVA CONVERSA SECRETA DO PT PARA "MELAR" A CPI DA PETROBRAS







- "MAIS É DISSO QUE O POVO GOSTA. VEJAM AS PESQUISAS! DILMA NÃO SAI DO TOPO E, PELO QUE ME CONSTA, ELA ERA A PRESIDENTE DO CONSELHO DA PETROBRAS, QUANDO OCORREU A ROUBALHEIRA DE PASADENA"



TEATRO: Parecia uma encenação — e era mesmo. As perguntas que seriam feitas pelos parlamentares ao ex-presidente da Petrobras Sergio Gabrielli foram enviadas a ele antes do depoimento por José Eduardo Barrocas, chefe do escritório da estatal em Brasília, que aparece no detalhe da foto


TEATRO:  Parecia  uma  encenação — e era mesmo. As perguntas que seriam feitas pelos parlamentares ao ex-presidente da Petrobras Sergio Gabrielli foram enviadas a ele antes do depoimento por José Eduardo Barrocas, 
chefe do escritório da estatal em Brasília, que aparece no detalhe da foto
ISTO É SIMPLESMENTE, RIDÍCULO! A CPI da Petrobras foi criada com o objetivo de não pegar os corruptos. Ainda assim, o governo e a liderança do PT no Senado decidiram não correr riscos e montaram uma fraude que consistia em passar antes aos investigadores as perguntas que lhes seriam feitas pelos senadores. A trama foi gravada em vídeo.


Eles Vazaram as Perguntas da CPI da Petrobras para Esconder Envolvimento de Dilma



A revista VEJA teve acesso a um vídeo que revela a extensão da fraude. O que se vê e ouve na gravação é uma conjuração do tipo que, nunca se sabe, pode ter existido em outros momentos de nossa castigada história republicana. Mas é a primeira vez que uma delas vem a público com tudo o que representa de desprezo pela opinião pública, menosprezo dos representantes do povo no Parlamento e frontal atentado à verdade. Com vinte minutos de duração, o vídeo mostra uma reunião entre o chefe do escritório da Petrobras em Brasília, José Eduardo Sobral Barrocas, o advogado da empresa Bruno Ferreira e um terceiro personagem ainda desconhecido.




A decupagem do vídeo mostra que, espantosamente, o encontro foi registrado por alguém que participava da reunião, ou estava na sala enquanto ela ocorria. VEJA descobriu que a gravação foi feita com uma caneta dotada de uma microcâmera.  A existência da reunião e seus participantes foram 
confirmados pelos repórteres da revista por outros meios — mas a intenção da pessoa que fez a gravação e a razão pela qual tornou público seu conteúdo permanecem um mistério. Quem assiste ao vídeo do começo ao fim — ele acaba abruptamente, como se a bateria do aparelho tivesfeita com uma caneta dotada de uma microcâmara. A existência da reunião e seus participantes fose se esgotado — percebe claramente o que está sendo tramado naquela sala. E o que está sendo tramado é, simplesmente, uma fraude caracterizada pela ousadia de obter dos parlamentares da CPI da Petrobras as perguntas que eles fariam aos investigados e, de posse delas, treiná-los para responder a elas. Barrocas revela no vídeo que até um “gabarito” foi distribuído para impedir que houvesse contradições nos depoimentos. Um escárnio. Um teatro. 

Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >