TRADUZIR

sexta-feira, 4 de abril de 2014

ISAÍAS - AINDA SOBRE IMAGENS SACRAS E SOBRE ÍDOLOS



Pr.Ivan&Tereza A Serviço do Rei Jesus 2 de abr
Sobre Isaías
Gostaria que os membros dessa comunidade  comentassem sobre estes dois capítulos do Livro do profeta Isaias:

Isaias cap. 44 versiculos 10 ao 20.

Isaias cap. 46 versiculos 5 ao 7.

Shalom



DEBATE:

OSWALDO

Isaías 44, 10-20:


"Aquele que quer modelar um deus, funde uma estátua que não servirá para nada. Seus fiéis ficarão decepcionados e seus operários são apenas homens. Que todos se congreguem e compareçam. Ficarão assustados e decepcionados. O ferreiro manipula o formão e trabalha no forno; talha o ídolo com golpes de martelo; modela-o com mão vigorosa; mas tem fome, sente-se esgotado, tem sede, está extenuado. O escultor em madeira estica o cordel, traça o esquema a lápis, desbasta a imagem com o cinzel, mede-a com o compasso; dá-lhe forma humana, fá-la um belo tipo de homem, para colocá-la numa casa. Vai cortar madeira, apanha um roble ou um carvalho que tinham deixado crescer entre as árvores da floresta que o Senhor havia plantado, e que a chuva havia feito crescer. Depois faz com a madeira um fogo, e leva-o para se aquecer; queima-a também para cozer o pão; enfim serve-se dela para fabricar um ídolo diante do qual se prosterna. Queima a metade de sua madeira, sobre a brasa assa a carne, come esse assado até fartar-se. Então aquece-se e diz: Como é bom sentir o calor e admirar a chama! Com a sobra faz um deus, um ídolo diante do qual se prostra para adorá-lo e orar dizendo: Salva-me, tu és meu deus. Falta bom senso e juízo a essa gente; têm os olhos tão fechados que não vêem, seus corações não podem compreender. Ninguém reflete nem tem bom senso e inteligência para se dizer: Queimei metade, cozi pão sobre a brasa, aí assei a carne que comi e iria eu fazer do resto um ídolo miserável? Prostrar-me-ia diante de um pedaço de madeira? Este homem se nutre de cinzas, seu coração desabusado o desencaminha, ele não consegue salvar-se nem dizer: Não será um logro o que tenho nas mãos?" (Is 44, 10-20)




A passagem acima é a primeira citada por meu amigo, Pr. Ivan. O texto ridiculariza os ídolos e fala de sua inutilidade. Se o objetivo do postador foi o de condenar as imagens sacras  usadas pelos católicos (que não são deuses e sequer representam uma divindade), observe que o escrito claramente condena ÍDOLOS. 

Deus nunca proibiu todas e quaisquer imagens. Pelo contrário, as considerava úteis, necessárias e benéficas, pois:


a - as mandou fazer (Êxodo 25,18; Números 21,8)
b - as aprovou e abençoou (1 Reis 8, 10-11);
c - operou milagres através delas (Números 21,9);
d - permitiu que seus amigos o adorassem prostrados à frente delas (Josué 7,6);
e - falava a Moisés dentre as imagens dos dois santos (querubins) (Nm 7,89).





Isaías 46, 5-7:

"... a quem podereis comparar-me ou igualar-me? Quem poreis em paralelo comigo, que me seja igual? Eis os que desembolsam seu ouro, e pesam a prata na balança; contratam um ourives para que ele faça um deus, diante do qual se prostram em adoração; eles o carregam nos ombros e o transportam, depois o colocam em seu posto, onde se mantém, sem mais poder mover-se. Por mais que o invoquem, nunca responde, e não salva do infortúnio..."

Também se enganou porquanto:

a - Nenhum católico acha que uma imagem tem, de per si, qualquer poder e. muito menos ainda, que tal poder pode se equiparar ao de Deus;

b - Pergunte a qualquer católico por mais rústico que seja e dele inquira se acha que aquela imagem que possui é um deus.




Se alguém quiser acompanhar este debate acesse:






Fonte: Comunidade
Acesse também o Índice das
: MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA
 






Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >