TRADUZIR

quarta-feira, 23 de abril de 2014

EX-TESTEMUNHA DE JEOVÁ, WILLIAMS LEZCANO

PALENQUE - Villahermosa - México

Meu nome é Williams e toda minha vida eu vivi em Villahermosa, uma cidade no sudeste do México. Quando menino, fui criado em uma família católica. Sempre tive curiosidade e o desejo de saber tudo sobre Deus e era fascinado pela Bíblia. Muito jovem eu tive meu primeiro contato com as testemunhas de Jeová. Estava na adolescência quando tudo levou a uma volta definitiva. Em minha inexperiência eu acreditei achar a verdadeira religião de tal modo que entrei na organização das Testemunhas.

Eu progredi depressa, tão rapidamente que aos 19 anos eu fui nomeado ajudante ministerial. Mas em meu estudo da Bíblia eu estava achando coisas que não concordava com o que a organização ensinava. Comecei a ver que o ensino doutrinal deles não tinha fundamentação bíblica nem histórica. Logo minha mente estava clareando em aspectos que são importantes, como relação direta com nossa salvação, Jesus Cristo como divindade, a identidade histórica e espiritual da verdadeira Igreja de Cristo e outros.

Mas a gota que encheu o copo era o comportamento de várias pessoas dentro da congregação. Eu posso dizer com uma consciência limpa e tranqüila que eu sempre tentei continuar ao pé da carta que eu acreditei para ser o testamento do verdadeiro Deus.

Eu pensei nesse assunto várias noites, e numa delas, estava sem dormir. Eu me levantei e fui a minha família para comunicar minha decisão de abandonar a seita. Minha irmã se surpreendeu depois de me escutar, me falou que tinha chegado à mesma conclusão, mas ela hesitou. Eu penso que o Espírito Santo nos levou à mesma conclusão, mas de modos separados! Minha mãe ficou muito feliz. Haveria novamente uma unidade espiritual em casa.

Decidi me afastar da organização.



Villarhermosa - Palenque
Não era minha intenção ferir os sentimentos religiosos mais profundos em meus velhos companheiros.

Certa ocasião por causa das normas da organização, expulsaram um outro velho companheiro, criado ministerial, porque um dia estava bêbado. Ele foi um dos que me instruíram tempos atrás. Também me interrogaram pela minha ausência nas reuniões durante quase um mês. Foi quando eu declarei o desejo de deixar a organização e voltar à Igreja católica, mostrando as razões pelas quais tinha tomado tal decisão. Verdadeiramente era uma resposta inesperada para eles, pois não responderam nem me desencorajaram, porque o que eu tinha descoberto em meu estudo da Bíblia e da história a respeito deles era falso.

Nós sentimos uma grande emoção ao participar novamente depois de tantos anos de uma celebração eucarística. Agora eu frequento os sacramentos e trabalho na Pastoral Litúrgica de minha paróquia, surpreendentemente aquela paróquia para qual tantas vezes fora quando menino.

Hoje nós voltamos à casa do Pai, para aquele que está sempre de braços aberto às crianças que, em algum momento estavam lá e partiram. Eu rezo para aqueles irmãos que deixaram a verdade de lado, rezo para que retornem para a verdadeira Igreja.

Eu compartilho esta experiência, e por isso sei que há muitas jovens que podem fazer uso da Internet, embora sejam proibidos pela Sociedade das testemunhas de Jeová. Abro os olhos de muitas pessoas que procuram Deus com coração sincero. O Deus que esteve próximo a eles no batismo dado pela Igreja Católica. Por alguma razão eles ignoraram isto e foram procurar em outras casas.


Fonte: Livro Por que estes ex-protestantes se tornaram católicos. Editora ComDeus. Autoria de Jaime Francisco de Moura. 




Fonte: VERITATIS




Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >