terça-feira, 22 de abril de 2014

ASSIM COMO UM POLVO, CUBA ESTENDE SEUS TENTÁCULOS VERMELHOS

ASSIM COMO UM POLVO, CUBA ESTENDE SEUS TENTÁCULOS SOBRE TODA AMÉRICA DO SUL E O COMUNISMO GANHA ESPAÇO.



OS SEGREDOS DA ILHA
O poder de sedução da ditadura dos irmãos Castro é tão poderoso, que países como: Brasil; Venezuela; Argentina; Equador e Bolívia já estão contaminados pelo “canto da sereia” da ilha caribenha. No Brasil, o “Programa mais médicos” envia bilhões de dólares para Cuba e importa grande quantidade de agentes cubanos. Periodicamente, os governantes brasileiros vão a ilha tomar a benção a Fidel. Beijam a mão do ditador, se curvam e veneram o barbudo. Terroristas, transvestidos de Black Blocs, presos destruindo o patrimônio publico e privado, haviam passado um período fazendo curso de guerrilha no seio da sanguinária ditadura cubana.
Na Venezuela o caos estar implantado e o governo de Nicolas Maduro se transformou em uma piada, diuturnamente, controlada pelos agentes de Raul e Fidel.
Essa semana, a revista VEJA publicou algo sobre esse comportamento da famosa ditadura que, na verdade, deveria causar muita preocupação ao mundo. Se, no futuro, a América do Sul vier a tornar-se comunista o derramamento de sangue, até chegar a esse estágio, será assustador.
Atualmente, a Venezuela, por intermédio de estatais de CUBA, importa alimentos do Brasil a um valor acima do mercado — e, em pelo menos um contrato, contata-se, conforme a imprensa, que há suspeita de corrupção.


RECEBENDO INSTRUÇÕES
Analisando-se o comportamento do ex-presidente venezuelano Hugo Chávez, em especial, praticamente, o caudilho entregou o seu país ao controle e à exploração dos cubanos. Os enviados dos Castro dão ordens aos generais venezuelanos, dominam os cartórios e a emissão de documentos, fazem a segurança do presidente Nicolás Maduro e administram a alfândega dos portos e aeroportos. Uma das áreas mais lucrativas nas mãos dos fidelitos e que mais prejudicam os cidadãos venezuelanos, porém, é a importação de itens básicos, como remédios e alimentos. As estatais cubanas responsáveis por esse serviço são negligentes, fazem a Venezuela pagar mais caro pelos produtos e, em pelo menos uma ocasião, exigiram propina de empresários no Brasil.

Se o mundo não prestar atenção ao que vem acontecendo na America Latina, em um futuro próximo, poderemos ter outra Síria por aqui.


Fonte: ALF CUNHA
Acesse também: 



Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >