segunda-feira, 14 de abril de 2014

GIGANTESCA DÍVIDA ACUMULADA PELA FRIBOI JUNTO AO BNDES PARA FINANCIAR A CAMPANHA DA DILMA

bndes tem que ser investigado


TUMA JÚNIOR CONFIRMA ESCÂNDALO BNDES/FRIBOI E DIZ QUE É A MAIOR LAVANDERIA DA AMÉRICA LATINA


http://img2.mlstatic.com/revista-exame-edico-953-a-aventura-global-da-friboi_MLB-O-235385884_8125.jpg
Mário Assis
Vejam o texto que circula na internet, confirmando o escândalo do apoio do BNDES a três grandes frigoríficos, ficando sócio deles e comprando debêntures. A mensagem que rola na web é estarrecedora.
###
DENÚNCIA PELO TWITTER
Bomba! Tuma Junior diz que relação JBS Friboi com os Governos do PT é a maior “lavanderia da história da América Latina”.
É mais uma denúncia quente do delegado de polícia e ex-Secretário Nacional de Justiça do governo Lula, Romeu Tuma Junior, esquentando o debate político no Brasil em 2014. Depois de desnudar o PT através do livro “Assassinato de Reputações”, Tuminha entrou de sola nos governos do PT ao tratar das eleições deste ano.
Ao responder na rede social Twitter ao engenheiro civil e professor da Universidade Federal do Paraná Ossami Sakamori, Tuma Junior levantou a bola para um assunto de extrema gravidade. O professor Osssami Sakamori trouxe a Tuma Junior a informação da gigantesca dívida do grupo empresarial JBS Friboi com o BNDES, que beira a R$ 30 bilhões, sendo que a empresa vale apenas R$ 8 bilhões. Leia mais aqui.
A coisa engrossou quando o professor da Universidade do Paraná informou a Tuma Junior que o Grupo JBS Friboi bancará a campanha de Dilma Rousseff (PT) em 2014.
O ex-Secretário Nacional de Justiça do governo Lula, um homem dos mais bem informados da república, bateu pesado ao responder a Ossami Sakamori. Tuminha garantiu que, quando tudo vier à tona quanto à relação JBS Friboi e os governos do PT, o Brasil verá aquilo que ele diz ser “a maior lavanderia da história da América Latina”.  

Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >