TRADUZIR

quinta-feira, 3 de abril de 2014

CHICO XAVIER INSULTA A IGREJA CATÓLICA IGUALZINHO OS EVANGÉLICOS

Os insultos protestantes de Chico Xavier ao Catolicismo

Chico Xavier disse que o Papa é a Besta do Apocalipse

Eu pensava que só os protestantes mais desmiolados é que acusavam o Bispo de Roma de ser a Besta do Apocalipse, citada no livro escrito por São João. Qual não foi minha surpresa ao saber que o “bondoso” e “compassivo” Chico Xavier também tá no time dos que pregam que a Igreja Católica é a praga do mundo:

"Quanto ao número 666, sem nos referirmos às interpretações com os números gregos, em seus valores, devemos recorrer aos algarismos romanos, em sua significação, por serem mais divulgados e conhecidos, explicando que é o Sumo-Pontífice da igreja romana quem usa os títulos de “VICARIVS GENERALIS DEI IN TERRIS”, “VICARIVS FILII DEI” e “DVX CLERI” que significam “Vigário-Geral de Deus na Terra”, “Vigário do Filho de Deus” e “Príncipe do Clero”. Bastará ao estudioso um pequeno jogo de paciência, somando os algarismos romanos encontrados em cada título papal, a fim de encontrar a mesma equação de 666, em cada um deles".

Maracutaia Espírita, expediente de que os espíritas sempre usam
- Chico Xavier. “A caminho da luz”, cap. “Identificação da Besta Apocalíptica”

Esse conteúdo é encontrado no livro “A Caminho da Luz – História da civilização à Luz do Espiritismo”. Trata-se de uma obra “psicografada” (aham…), ditada pelo fantasminha Emmanuel. Eu não conhecia esse texto tão fofo, até receber a providencial indicação do nosso leitor Jotacê. Nesse livreco, Chico não só difama o catolicismo, como desrespeita um dos nossos maiores santos.
Santo Inácio de Loyola

O inferno treme ao ouvir seu nome! Esse basco viril, que entregou suas armas e sua armadura de cavaleiro aos pés da Virgem, foi eleito por Jesus Cristo para formar e comandar um dos exércitos mais combativos e disciplinados da Igreja, a Companhia de Jesus. Pois Chico Xavier o classificou como um homem de cérebro obcecado e doentio”, inspirado por “espíritos tenebrosos e pervertidos”.
Pra piorar, Chico estendeu sua teia de calúnias sobre toda a Companhia de Jesus, ordem religiosa na qual se formaram numerosos santos e de onde saiu o nosso amado Papa Francisco (OBSERVAÇÃO DO OSWALDO: O próprio difamador tem o nome de um de seus santos. Refiro-me ao glorioso SÃO FRANCISCO XAVIER chamado o apóstolo das Índias. Consta que sozinho batizou mais de um milhões de pagãos.

A Companhia de Jesus, de nefasta memória, não procurava conhecer os meios, para cogitar tão-somente dos fins imorais a que se propunha.

- Chico Xavier. “A caminho da luz”, cap. “Ações do Jesuitismo”

O interessante é que Emmanuel é tão “çábio”, mas tão “çábio”, que desce a ripa em um santo católico, enquanto tece altos elogios a um maluco suicida e causador de divisão: Martinho Lutero! O chama de uma das “figuras veneráveis” do século XVI, “eminente frade agostiniano” e “humilde filho de Eisleben”.
chico_xavier_ectoplasma
Chico Xavier em uma “sessão de materialização” de espíritos. O sujeito com a
boca aberta está expelindo ectoplasma (“Ectoplasma” deve ser o nome da
marca da gaze que eles compraram na farmácia).
O livro “A caminho da luz” não traz nenhuma ideia original; é basicamente uma repetição de mitos pseudo-históricos e ataques clichês comumente desferidos pelos protestantes contra a Santa Igreja. O mais ridículo disso tudo é que recebemos aqui no blog uma penca de mensagens de espíritas ferozes, dizendo que somos maus ao atacar sua religião, quando eles, pobrezinhos, são tão “caridosos” e nunca falam mal do catolicismo. Esse papinho cínico e vitimista aqui não cola!
E não foi só em único livro que Chico Xavier lançou-se contra o catolicismo. Em “Emmanuel – Dissertações Mediúnicas Sobre Importantes Questões Que Preocupam a Humanidade”, ele atacou pontos importantíssimos da nossa Tradição e devoção, como a Santíssima Trindade. Chegou ao cúmulo de criticar a adoração ao Cristo na Eucaristia! Ó, que espírito evoluído!
A história do papado é a do desvirtuamento dos princípios do Cristianismo, porque, pouco a pouco, o Evangelho quase desapareceu sob as suas despóticas inovações, Criaram os pontífices o latim nos rituais, o culto das imagens, a canonização, a confissão auricular, a adoração da hóstia…
- Chico Xavier. “Emmanuel – Dissertações Mediúnicas”

É por essas e outras que digo: nós católicos temos a obrigação, POR CARIDADE, de revelar aos nossos irmãos de fé o quanto os principais representantes do espiritismo odeiam a Igreja Católica. Allan Kardec, Leon Denis e Chico Xavier, entre outros, trabalharam intensamente para difamar e destruir a Esposa de Cristo. Essa verdade não pode mais ser silenciada em nome do politicamente correto.
Aos católicos que teimam em compartilhar as frases do Chico Xavier nas redes sociais, sugerimos a seguir algumas imagens super edificantes pra vocês divulgarem…

chico_xavier_1
chico_xavier_2
chico_xavier_3
*****
Fonte: O Catequista




Quem foi Chico Xavier?
Santo? Insano? Farsante? Amplie seus conhecimentos sobre o assunto.

Os "católicos evoluídos" piram !!!...


EM 2010 os espíritas de todo o país comemoraram, com amplo apoio da mídia televisiva e impressa, os 100 anos do nascimento deste que consideram o maior "médium" brasileiro. Em 2012, um programa de TV o elegeu, por meio da votação popular, "o maior brasileiro de todos os tempos". Podemos sem dúvida considerar o Sr. Francisco Cândido Xavier (1910-2002), mais conhecido como "Chico Xavier", uma das personalidades mais populares e também mais polêmicas da história recente do Brasil. E como a nossa mídia (incluindo grandes emissoras de TV, redações dos grandes jornais e revistas e o meio artístico em geral) está repleta de militantes do espiritismo, presenciamos frequentemente um verdadeiro festival apologético à figura de Chico Xavier. Filmes nos cinemas, peças de teatro, lançamentos de uma infinidade de livros, especiais de TV, matérias de capa nas revistas...


Mas o fato é que é muito raro a grande mídia abordar as diversas facetas desse controverso personagem: existe uma outra realidade bem diferente dessa que estamos acostumados a ver nos meios de comunicação, e que pode ser comprovada muito facilmente. A revista "O Fiel Católico" é uma publicação comprometida com a verdade. Longe de querer provocar polêmicas, e com todo o respeito a todos os espíritas, não poderíamos deixar de abordar esses fatos. Para falar de uma personalidade tão conhecida, o bom senso e a boa consciência nos obrigam a abordar o assunto de maneira responsável e imparcial. - Algo bem diferente da tremenda propaganda que temos presenciado nos meios de comunicação.


Apresentamos uma série de fatos a respeito de Chico Xavier que é desconhecida da maioria. Advertimos que todas as questões aqui colocadas são fundamentadas na pesquisa histórica e documentada, e em depoimentos que foram publicados em veículos sérios e respeitados.


1. Foi comprovado que Chico Xavier usou truques de mágica e pirotecnia em "shows de mediunidade" no começo de sua carreira.

As fotos ao final deste texto retratam algumas dessas exibições. Existem muitas outras, que se encontram facilmente na internet: em salões alugados, ele se sentava em frente a uma cortina, diante da plateia. Luzes piscavam por detrás do pano, e um cheiro de éter enchia a sala. Aos poucos, vultos surgiam atrás das cortinas e Xavier, junto com outros "médiuns", diziam que eram espíritos se materializando... Fotos da revista “O Cruzeiro” (1964) mostram claramente que eram pessoas vestindo lençóis brancos e véus cobrindo a cabeça. Mesmo assim, alguns ingênuos pareciam acreditar na farsa. O pesquisador Eurípedes Tahan disse que as pessoas da plateia podiam até tocar as tais "entidades" e tirar fotos! Nessa época, "médiuns" e mágicos costumavam viajar pelo país com seus shows. Chico dizia que usava seus "poderes" para materializar os espíritos. Ele ficava sentado e dizia se concentrar, enquanto as “entidades” saíam de trás do pano. Curioso é que as figuras nunca “apareciam” na frente da plateia, como deveriam, se fossem entidades etéreas se materializando. Convenientemente, elas saiam de trás da cortina, como se vê nos shows de mágica mais rudimentares. Anos mais tarde, a farsa foi definitivamente desmascarada, e Otília Diogo, uma das pessoas que se passava por “espírito” chegou a ser presa. Foi com esses shows que Chico começou a se tornar conhecido.

2. O sobrinho de Chico Xavier, numa entrevista ao jornal "O Diário de Minas", confessou que as psicografias do tio não passavam de farsa.

"Minha própria imaginação"
Amauri Pena Xavier, sobrinho de Chico, também se dizia "médium" e afirmava psicografar textos e cartas de pessoas falecidas. Aos 25 anos de idade, sondado por jornalista do referido jornal, ele declarou, textualmente: .
"Aquilo que tenho escrito foi criado pela minha própria imaginação". 

Na ocasião, ele também desmascarou o tio famoso, Chico Xavier, dizendo que as cartas "psicografadas" por ele não passavam de fraude: "Assim como tio Chico, tenho enorme facilidade para fazer versos, imitando qualquer estilo de grandes autores. Com ou sem auxílio de outro mundo, ele vai continuar escrevendo seus versos e seus livros". - O mais incrível é que, depois dessa, tanta gente tenha continuado a acreditar nas psicografias de Chico Xavier. Foi nessa época que ele, acuado pelas investigações, saiu de Pedro Leopoldo e foi para Uberaba, local onde o espiritismo se encontrava em expansão, onde recebeu apoio.

3. Em 1971, o repórter José Hamilton Ribeiro, da revista Realidade, visitou as sessões de psicografia de Chico, e denunciou que ali aconteciam truques para impressionar os mais crédulos.

Declarou o repórter: "Meu fotógrafo viu um dos assessores de Chico levantar o paletó discretamente e borrifar perfume no ar". Chico era famoso pelo perfume que parecia surgir "do nada" em meio às sessões de “psicografia”. - "As pessoas pensavam que o perfume vinha dos espíritos", completou Ribeiro.

4. Em muitos livros de Chico Xavier, especialistas encontraram casos claros de plágio de obras literárias publicadas por diversos autores.

O pesquisador especializado Vitor Moura, criador do website "Obras Psicografadas", comparou trechos dos livros ditos psicografados por Chico com livros de outros autores e descobriu evidências inquestionáveis. Um dos casos mais impressionantes é o da cópia quase literal de trechos da obra "Vida de Jesus", do filósofo Ernest Renan, no livro "Há dois mil anos", que Chico afirmou ter sido psicografado pelo "espírito Emmanuel".

5. Já foi definitivamente comprovado pela pesquisa histórica que o tal “Públio Lentulus”, que Chico descreveu como "procurador da Judéia do tempo de Jesus" em seus livros, e afirmou tratar-se de um dos seus orientadores espirituais, nunca existiu.

Hoje se sabe que, historicamente, não existiu nenhum senador de Jerusalém ou procurador da Judéia cujo nome tenha sido “Públio Lentulus”. Além disso, os nomes, datas e detalhes que constam na obra de Chico são incompatíveis com os fatos históricos. Para saber detalhes, acesse: obraspsicografadas.haaan.com

Além disso, um detalhe curioso a respeito do "guia" de Chico Xavier: o polêmico Pe. Oscar Gonzalez Quevedo, numa palestra pública, tentou conversar em latim com o “espírito Públio Lentulus”, supostamente incorporado em Chico Xavier, mas este simplesmente fugiu das perguntas do padre, demonstrando que não compreendia o que estava sendo dito e, visivelmente perturbado, retirou-se do ambiente.

6. Apesar de muitos pensarem que Chico Xavier dizia detalhes sobre os entes queridos falecidos das pessoas que o procuravam, que não teria como saber, a verdade é que ele dava um jeito de conseguir esses dados, e sem nenhuma ajuda de espíritos.

O próprio Waldo Vieira, médico que foi uma espécie de sócio de Chico por quase duas décadas (desde o tempo dos ‘shows de mediunidade’), declarou o seguinte: "Funcionários do centro espírita iam às filas pegar detalhes dos mortos. Ou aproveitavam as histórias relatadas por parentes nas cartas em que pediam uma audiência. O que as mensagens de Chico continham eram essas informações". Chico ou seus assessores faziam uma entrevista com as famílias que participariam das sessões de "psicografia". O engenheiro Maurício Lopes conta que quando seu irmão de 9 anos foi morto num atropelamento, sua família procurou Chico atrás de ajuda. Ele diz: "Chico perguntou à minha mãe detalhes da morte e nomes de parentes, e tudo isso foi citado na carta, depois".

7. A teoria de que Chico Xavier, sendo semi-analfabeto, não teria como escrever seus livros, é completamente falsa.

Chico não foi longe na escola, mas era autodidata. Ele sempre estudou muito por conta própria, e lia muitíssimo. Colecionava recortes de textos e poesias, comprava livros e mais livros e montou uma biblioteca particular (preservada até hoje em Uberaba), com obras em inglês, francês e hebraico! Nessa coleção estão os livros dos autores que ele dizia "receber do além” para escrever seus próprios livros, como Castro Alves, Humberto Campos e outros...

8. Apesar de o espiritismo se declarar uma “ciência”, Chico Xavier se recusava a permitir que cientistas estudassem seus alegados poderes. Ele dizia que seu "guia" não permitia. Mas o que ele temia?

Se as suas habilidades fossem verdadeiras, as pesquisas só poderiam demonstrar a veracidade dos fenômenos e ajudar na propagação do espiritismo...

9. Otília Diogo era uma charlatã que se cobria com lençóis para se passar pelo espírito "Irmã Josefa" nos "shows de mediunidade" de Chico Xavier e Waldo Vieira. Ela foi enquadrada e presa anos depois.

10. O repórter Hamilton Ribeiro foi até Uberaba e desmascarou as mensagens ditas psicografadas de Chico, de maneira muito simples:

Ele inventou nome e endereço falsos e os entregou a Chico, se passando por crédulo e pedindo uma psicografia. Na edição de novembro de 1971 da revista Realidade, ele publicou a conclusão do seu experimento: "Receita psicografada: do pedido que fiz hoje, em nome de ‘Pedro Alcântara Rodrigues, da Alameda Barão de Limeira, 1327, apto 82 - São Paulo’ (dados falsos), me veio a orientação espiritual: "Junto aos amigos espirituais que lhe prestam auxílio, buscaremos cooperar espiritualmente em seu favor. Jesus nos abençoe...’”(!) Mas como?? Não existia ninguém com aquele nome, nem naquele endereço, era tudo inventado! Sim, mas os “espíritos de luz” que assistiam ao Chico Xavier se comprometeram a auxiliar essa pessoa de mentira nos planos espirituais.





CHICO XAVIER AO LADO DE UMA ESPÍRITO MATERILIZADO

Aí estão alguns dados concretos. Não se tratam de opiniões ou considerações, mas de fatos. Que cada um tire as suas próprias conclusões. Encerramos o assunto com a exortação de nosso Mestre maior: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça!” (Mt 11, 15) - E quem tem olhos para ver...

Identificam-se  óbvias  semelhanças entre a face
de Otília Diogo (a suposta médium) e Irmã Josefa
(o suposto espírito materializado)
Acima, fotografias publicadas na revista "O Cruzeiro" e outras, mostram o jovem Chico Xavier ao lado de “espíritos materializados” em shows de mediunidade que ele promovia no início de sua carreira. Entre estes, o "espírito" de “Irmã Josefa”, que era, na verdade, a charlatã Otília Diogo vestindo panos brancos: ela foi desmascarada e presa em 1970 (publ. ‘O Cruzeiro’). Estes fatos raramente constam nas biografias oficiais, e nunca são retratados nos filmes.

* * *

** Aviso aos nossos leitores espíritas e/ou admiradores do mito Chico Xavier:

A direção deste blog pede encarecidamente aos admiradores da figura de Chico Xavier que tomem os seguintes mínimos cuidados antes comentar este artigo:

1º Leia o texto antes de comentá-lo. Muitos leem apenas as primeiras linhas (quando não apenas o título) e já se apressam em postar mensagens indignadas. Na maioria dos casos, os argumentos usados por esses comentaristas já estão bem esclarecidos no próprio artigo que estão comentando.

2º Observe os comentários já publicados e as nossas respostas. Praticamente todos os argumentos usados em favor de Chico Xavier já foram respondidos por nós, no espaço para comentários, diversas vezes. Exemplos abaixo:

a) Muitas pessoas já disseram que estamos "julgando" Chico Xavier. - Já explicamos, exaustivamente, que apresentar FATOS BIOGRÁFICOS sobre a vida de um indivíduo não é "julgamento", e sim esclarecimento: nesta postagem, não fizemos absolutamente nada além disso. A verdade é simplesmente a verdade; tudo que o artigo faz é apresentá-la, e citando as devidas fontes e referências (abaixo), além de fotografias documentais.
b) Muitas pessoas já disseram que Chico Xavier foi exemplo de humildade e que vivia o que pregava. - Respondemos, simplesmente, que isso não é atestado de confiabilidade da doutrina que ele pregava. O fato de alguém ser humilde e praticar o que prega não é garantia de que aquilo que ele prega seja verdadeiro. Nossa preocupação e nossa fidelidade, neste site, é para com a verdade. Sim, tudo indica que Chico Xavier tenha sido uma pessoa humilde e desapegada, e que não era dado a luxos. Mas tudo indica também que ele gostava de ser admirado, cercado de atenção, idolatrado, o que conseguiu, e como! Sem nenhuma dúvida, o que ele deixou de receber em dinheiro, recebeu em atenção, carinho, admiração, devoção e uma verdadeira idolatria, que perdura até hoje. Nem sempre a motivação de um charlatão é o dinheiro. - Não estamos, com isso, afirmando que Chico tenha sido um charlatão, mas sim demonstrando as abundantes evidências que existem neste sentido.

c) Muitas pessoas já alegaram que estamos "falando do que não conhecemos" ou que o artigo não tem valor porque foi escrito por alguém que não conheceu Chico Xavier pessoalmente. - De fato, os autores do artigo não conheceram Chico Xavier pessoalmente, o que não tem a menor importância neste caso: ninguém, por exemplo, precisa ter conhecido Adolf Hitler pessoalmente para saber que foi um déspota cruel e sanguinário. Claro que não estamos comparando Xavier com Hitler, mas o exemplo serve para fazer entender o óbvio: o absurdo de supor que seria preciso conhecer uma pessoa pública pessoalmente para formar juízo de valor. Além disso, o autor principal do texto, Henrique Sebastião, é pesquisador da ciência das religiões há mais de 20 anos e estudou todas as obras espíritas basilares, frequentou centros espíritas, participou de cursos na Federação Espírita Brasileira e até se submeteu a supostos "tratamentos espirituais". O argumento do desconhecimento de causa fica, portanto, completamente descartado.

d) Noventa e nove por cento dos comentaristas indignados com os fatos apresentados nesta postagem limitam-se a atacar a Igreja Católica, mas não comentam nenhuma das verdades aqui apresentadas. POR FAVOR, NOTE QUE O ASSUNTO EM DISCUSSÃO AQUI É CHICO XAVIER. Se você não é capaz de refutar o que estamos demonstrando e comprovando neste artigo, não apele para os problemas da Igreja, porque são questões diferentes, e nós mesmos já abrimos espaço para essas outras discussões (já tratamos dos assuntos inquisição, cruzadas, pedofilia na Igreja, entre outros). COMPREENDA QUE APONTAR ERROS OU PROBLEMAS NA MINHA RELIGIÃO NÃO É ARGUMENTAR: É FUGIR DO ASSUNTO, É TENTAR MUDAR O FOCO DA DISCUSSÃO. Esta é uma atitude infantil e totalmente improdutiva, que não leva a conclusão alguma.

** Esclarecemos, por fim, que não voltaremos a publicar comentários que se enquadrem na categorias descritas acima, pela simples razão de que não há sentido em nos colocarmos aqui a repetir, indefinidamente, os mesmos argumentos e contra-argumentos, ad nauseam.

Se você chegou até este ponto da leitura, agradecemos imensamente pela atenção. A Paz e a Luz de Nosso Senhor Jesus Cristo sejam sobre todos.

_______________
Fontes e bibliografia:

FRIDERICHS, Edvino Augusto. Os Méritos da Parapsicologia no Campo Religioso. São Paulo: Loyola, 1993.
QUEVEDO, Oscar González. Os Mortos Interferem no Mundo? - tratado 5º vol. São Paulo: Loyola, 1992, pp. 32-35.
KOLPPENBURG, Boaventura. Espiritismo, orientação para os católicos, 8ª ed. São Paulo: Loyola, 2005.
REVISTA SUPERINTERESSANTE. São Paulo: Editora Abril, ed. 277, pp. 50-60, abril 2010.
OBRAS PSICOGRAFADAS. Disponível em:

1. Adventistas do Sétimo Dia: “O Papa é a Besta”

Para os adventistas o Papa é inquestionavelmente "a Besta". Embora não se possa achar nada de concreto nos escritos de Ellen G. White sobre este cálculo, alguns pioneiros adventistas como Uriah Smith, em seu livro “As profecias do Apocalipse”, já trazia o cálculo do número 666 aplicando-o ao papa.

Fazem isso partindo da premissa de que o papa "mudou a lei de Deus", principalmente o quarto mandamento, então chegam a conclusão que ele deve ser o anticristo conforme fala Daniel 7.25.

Para confirmar tal fato era preciso forjar uma ligação de seu nome com o número 666.
Como não conseguiram o resultado usando o nome de nenhum papa, inventaram um título latino que supostamente o papa usaria em sua Tiara, o “VICARIUS FILII DEI” (Vigário do Filho de Deus) e outros. Daí a famosa sominha que passou a fazer parte da teologia adventista até hoje e que foi usada pelo Chico Xavier e outras seitas protestantes:

V I C A R I V S F I L I I D E I
5 + 1 + 100+1+5+ 1+50+1+1 + 500+ 1= 666
Acontece, porém, que esta soma enfrenta algumas dificuldades insuperáveis:
A primeira delas é que a soma correta não dá 666, mas 664. Veja o computo correto:
5+1+100+ IV + 1+50+1+1 + 500+ 1= 664 IV é = 4 e não O 5, COMO XL é = 40 e não 60
A segunda questão é que isto não é o “nome de um homem”, como sugere a bíblia, mas o título de uma suposta função que aquele líder católico exerce.

A terceira questão é que o papa nunca foi chamado de VICARIVS GENERALIS DEI IN TERRIS”, “VICARIVS FILII DEI” e “DVX CLERI”. Esses títulos foram forjados pelos adventistas e pelo Chico Xavier. Pois o papa é corretamente chamado de “Vigário de Cristo”, o que não bate com a intenção dos embusteiros.

Outra, o Apocalípse foi escrito em grego, e não em latim, como querem os farsantes. É temeroso acreditar que os destinatários de João conhecessem o latim já que este era um idioma usado apenas nos territórios do Ocidente Europeu.
Demais disso, pode-se até usando este mesmo cálculo, encaixar a profetisa dos adventistas nele:

E L L E N G O U L D W H I T E
50+50+ 5+50+500 5+5 + 1 = 666 – o número da besta.
Onde “w” é = v,v = 5,5 (tanto é que no nome “Walter” o “W” é lido com som de “V”)
Diante disso, atualmente, muitos teólogos adventistas já não mais associam o número da besta com o título papal, restando apenas os embusteiros espíritas demonstrar humildade e reconhecerem que foram enganados pelo Chico Xavier.

Hoje, facilmente calcula-se o nome de CESAR NERO, “Qsr nrvn”, em caracteres hebraicos desta maneira, da direita para esquerda, como escreve os judeus. São João não codificou no obvio grego, pois era um código aos judeus

N
V
R
N

R
S
Q


|
|
|
|

|
|
|


50
6
200
50

200
60
100
=
666


De fato, CESAR NERO, exigia para si as honras divinas e mandou matar Pedro, Paulo e milhares de outros católicos.

Não foi o papa que mudou os Mandamentos nem sua ordem, mas Jesus.

confira:

"... Se queres entrar na vida, observa os mandamentos. Quais?, perguntou ele. Jesus respondeu:

1. Não matarás,

2. não cometerás adultério,

3. não furtarás,

4. não dirás falso testemunho,

5. honra teu pai e tua mãe,

6. amarás teu próximo como a ti mesmo. (Mt 19,17-19)

Isso é para os mentirosos protestantes saberem que:

a - Não existe ordem para os Mandamentos;
b - Os mandamentos na Bíblia Católica estão dispostos exatamente como estão dispostos na bíblia protestante que eles copiaram dos católicos;


2. O Juramento dos Jesuítas

O “Juramento dos Jesuítas” e o “Juramento do cavaleiro de Colombo” são duas falsidades que para ganhar fama, tiveram o dedo difamatório protestante contra a Igreja Católica. Geralmente é aí que os enganadores protestantes e o Chico Xavier encontram insultos para atacar os Jesuítas e santo Inácio de Loyola. Essas duas quimeras tiveram origem no romance fictício “Rome Souterraine”, publicado em 1883 pelo mal-intencionado escritor Charles Didier (1805-1864). Didier foi um fantasioso difamador que se valia de personagens imaginários, nos moldes do Dan Brown de hoje, para sorrateiramente atacar à Igreja. Eu mesmo localizei nas três páginas finais de seu livro um falso “juramento” tão “aproveitado” para inspirar outros desonestos inimigos da Igreja. Todo embuste foi desmascarado aqui: FIM DA FARSA 

Cai a farsa.
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >