TRADUZIR

sexta-feira, 27 de junho de 2014

POR QUE SEMPRE O CEL. USTRA?

A vingança começou quando os militantes da luta armada chegaram ao poder

Esta é uma pergunta incômoda e até o próprio Coronel já deve tê-la feito a si mesmo, repetidas vezes. A frequência com que vem sendo denunciado de algum ato contra militantes da esquerda deixa claro que o baú de onde retiram tantas acusações foi muito bem recheado de nomes que darão para manter o populacho distraído dos fatos escabrosos, que vão se sucedendo no maior centro político corruptível e corruptor do país.

O Coronel Ustra é um remanescente do governo militar e está visível a quem quer que seja, isto é, não emudeceu, nem se descaracterizou para se omitir.

Texto completo

Ao contrário, produz um site, muito acessado, e registrou em livros, de grande aceitação entre os que desejam a verdade, as atividades guerrilheiras dos mesmos que hoje estão eleitos por força do frágil regime democrático brasileiro. Este feito do Coronel não pode agradar aos que pensavam mantê-lo sob mordaça. Acredito que seja uma resposta à pergunta.

PT - CORRUPÇÃO JAMAIS VISTA NO PAÍS
Os que o denunciam são partes integrantes do complexo esquema de corrupção jamais visto no país, os mesmos que manejavam, em outros tempos, outras armas que não as da mentira oficializada, hoje norma do governo bufão.

A palavra mendaz propaga-se no ar ou permanece impressa, podendo ser lida em outros tempos, por isso é mais nefasta que qualquer tipo de armas. Estas, acabadas o seu uso, dormem nos arsenais ou nas reservas. Aquela, não, está sempre ativa, zumbindo aqui e ali, no seu trabalho de demolição do caráter de outrem. Também pode ser uma resposta.

Porém, a mais concludente explicação está no fato de ser o acusado uma testemunha documentada e, portanto, indesejável e, por tal razão, ser continuamente lembrado para ocupar o espaço onde deveriam estar os cínicos integrantes de não sei quantas trapaças, caídos, momentaneamente, na ratoeira, por força de denúncias de revistas semanais. Logo estarão em outros postos, pondo em prática novas maneiras criativas de locupletarem-se.

É necessário desviarem a atenção da apascentada sociedade das atrapalhadas presidenciais, da herança maldita deixada pelo antecessor. É necessário continuarem a  tentativa de sufocar as verdades dos livros do Coronel. Para isso, nada melhor do que trazerem a público este militar, acusá-lo quantas vezes forem necessárias, porque, ainda, o homem da caserna é visto, com respeito, por ser disciplinado e cumpridor de seus deveres. E se a presença do Coronel incomoda, por que não ele o escolhido, para mostrarem-lhe e aos demais militares que as ratazanas são, agora, as donas da casa? Já imaginou se tivessem sido vitoriosos em 64?

Para quaisquer respostas que se deem, haverá uma nova para completá-las, quando se lida com farsantes travestidos de governantes a tentarem remendar a história que, felizmente, acaba se impondo.

Brasil acima de tudo e de todos!

(*Prof.ª universitária, membro da Academia Brasileira de Defesa. A opinião expressa é particular da autora.) 

Observação do site     www.averdadesufocada.com 

O site,    www.averdadesufocada.com, não é produzido pelo coronel Ustra, mas por sua esposa, Maria Joseíta Silva Brilhante Ustra. 

Os livros de autoria do Cel Ustra são: "Rompendo o silêncio" (1987), esgotado na 3ª edição e "A Verdade Sufocada - A história que a esquerda não quer que o Brasil conheça", no momento na (6ª edição).

Autor: Aileda de Mattos Oliveira* (14/7/2011)
Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:


Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >