terça-feira, 5 de julho de 2011

PURGATÓRIO - 503: O PURGATÓRIO COMEÇA A EXISTIR

Índice das Mentiras





I - A MENTIRA


No portal "AMIZADE GOSPEL" encontramos a seguinte:

"... Verifica-se que o Catolicismo é uma maquinação ardilosa contra a inteligência e a liberdade, nas palavras de Aberdeem Gladestone. Muito dogmas são baseados em lendas e suposições, outros estão impregnados de crendices que rebaixam o nível do Cristianismo original. A maioria dos dogmas foram criados com fins lucrativos, outros conferem ao clero certa autoridade e influência social. (............) b) O Catolicismo desvia a igreja dos evangelhos: ano da instituição: (...............) 503: o Purgatório começa a existir... "


II - ONDE ELA SE ENCONTRA

Esta mentira está espalhada por toda a internet inclusive em sites sites ateus, espíritas mas especialmente nos sites evangélicos (só que pesquisei em 16 deles). Mas vou citar apenas um:






III - A VERDADE
Autor:
OSWALDO





DEMONSTRAÇÃO/DOCUMENTOS

DESMONTAR esta balela é facílimo através da Bíblia em que os evangélicos dizem acreditar. Mas neste fórum apenas temos interesse em demonstrar que OS EVANGÉLICOS SÃO VERGONHOSAMENTE ENGANADOS por seus falsos pastores que mentem, mentem, mentem... sabendo que estão mentindo, mas principalmente esses que se põem a escrever suas "boas e grossas mentiras" no dizer de seu pai MARTINHO LUTERO.


Dói aos protestantes citar os escritos de autores cristãos da IGREJA PRIMITIVA. Tudo o que ali se lê está perfeitamente de acordo com os ensinos da SANTA IGREJA CATÓLICA e completamente oposto aos ensinos das mais de 300.000 seitas protestantes.

Mas, deixemos de "prolegômenos" e partamos para os "finalmente".

Vejamos os escritos dos pais da Igreja:


- Tertuliano (160-220) na carta prega o purgatório: “A esposa roga pela alma de seu esposo e pede para ele refrigério, e que volte a reunir-se com ele na ressurreição; oferece sufrágios todos os dias aniversários de sua morte” (De Monogamia, 10).


 
Nas “Atas do martirio de Santa Felicidade e Perpétua” conta o que aconteceu com a Santa Perpétua por volta de 202. Em uma noite, quando estava no cárcere, viu a seu irmão Dinocrates, que tinha morrido com sete anos de idade com um tumor no rosto. Ela disse assim: “Vi sair Dinocrates de um lugar tenebroso, donde estavam encerrados muitos outros que eram atormentados pelo calor e pela sede. Estava muito pálido. No lugar onde estava meu irmão havia uma piscina cheia de água, porém tinha uma altura superior ao menino e meu irmão não podia beber. Compreendi que meu irmão sofria. Por isso, orando com fervor dia e noite, pedia que fosse aliviado… Uma tarde vi de novo a Dinocrates, muito limpo, bem vestido e totalmente restabelecido. Sua  ferida do rosto estava cicatrizada. Agora ele podia beber a água da piscina e bebia com alegria  Quando ficou saciado, começou a brincar com a água. Despertei-me e compreendi que havia sido libertado daquele lugar de sofrimentos” (De Anima VII,3-VIII,4);

- Clemente de Alexandria em 202, um dos teólogos mais importantes de Alexandria, explicou o Purgatório: "Através de grande disciplina o crente se despoja das suas paixões e passa a mansão melhor que a anterior; passa pelo maior dos                    
tormentos, tomando sobre si o arrependimento das faltas que possa ter cometido após o seu batismo. Então, é torturado mais ao ver que não conseguiu o que os outros já conseguiram. Os maiores tormentos são atribuídos ao crente porque a justiça de Deus é boa e sua bondade é justa; e estes castigos completam o curso da expiação e purificação de cada um" (Stromata 4,14); "Porém, nós dizemos que o fogo santifica não a carne, mas as almas pecadoras; referindo-se não ao fogo comum, mas o da sabedoria, que penetra na alma que passa pelo fogo" (Stromata 8,6).

- São Cipriano, em 249 já dizia: ”...uma coisa é penar muito tempo e purificar-se nas chamas do Purgatório e outra coisa é ter removido todos os pecados, pelo martírio”. (Na luz Perpétua, 5ª. ed., J. B. Lehmann, Ed. Lar Católico, MG,1959).

- S. João Crisóstomo (349-407) dizia: "Os Apóstolos instituíram a oração pelos mortos e esta lhes presta grande auxílio e real utilidade." (In Philipp. III 4, PG 62, 204);

- Sto. Agostinho (+430), pregou o Purgatório;

- A oração pelos mortos no purgatório está no livro 2Macabeus 12,43-46, Lutero arrancou este livro das bíblias protestantes. Este consta nas Bíblias Ortodoxas e de Gutemberg, impressa quase um século antes da rebelião de Lutero.

E para desencargo de consciência dos ignorantes invencíveis:

- Recentemente o presbiteriano Jerry L. Walls, professor de filosofia e religião, publicou um artigo na revista teológica protestante “First Things”, chamado “Purgatório para Todos” (Purgatory for Everyone).

"Está esgotado este medíocre tópico. As inúteis refutações protestantes, não passarão de conjecturas, disneylândia". (Pela retórica acho que catei este estas últimas palavras do nosso amigo FERNANDO).

==================================

Aos que quiserem se inteirarem mais detidamente peço que acessem:



http://www.veritatis.com.br/patristica/patrologia/435-o-purgatorio-a-igreja-primitiva-e-os-santos-padres



08/03/10

OSWALDO -

Senhores Associados e Visitantes:

Tenho a honra de convidá-los a visitar no ORKUT as duas comunidades abaixo mencionadas:


1 - MILAGRES SÓ NA IGREJA CATÓLICA


2 - NÃO EXISTEM MENTIRAS EM SITES CATÓLICOS





=================================

Índice das Mentiras
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >