TRADUZIR

domingo, 3 de julho de 2011

PEDRO NUNCA ESTEVE EM ROMA?

I - A MENTIRA


"A lenda corrente de que o apóstolo Pedro residira em Roma por um período de 25 anos (de 42 a 67 d.C.), onde teria sido supostamente sepultado, faz parte do rico fabulário inventado pelo sistema católico romano, baseado na "tradição"! 

Ralph Woodrow,em seu excelente livro "Babilônia, a religião dos mistérios",afirma: "Não existe qualquer prova,biblicamente falando,de que Pedro até mesmo se aproximou de Roma! o Novo Testamento nos diz que ele foi para Antioquia,Samaria,Jope,Cesaréia e outros lugares".E,acrescentaria: menos Roma!

Interessante que tal lenda,surgida lá pelos idos do século terceiro,determinava um período de 42 até 67 d.C.,justamente quando o apóstolo desenvolvia seu ministério em inúmeras cidades.Vide a seguir:

Ano 42 - Herodes Agripa o prendera em Jerusalém com a intenção de matá-lo;solto milagrosamente (Atos 12.2-17).

Anos 49 e 50 - Ainda em Jerusalém.Tinha estado com Paulo,tendo dividido o campo de trabalho para evitar atritos.

Pedro exerceria o apostolado entre os judeus e Paulo entre os gentios (Gálatas 2.7,9,10).

Ano 52 - Ainda em Jerusalém.Tomava parte no Concílio, sob a presidência de Tiago (Atos 15.7-13). Depois, apareceu em Antioquia, onde Paulo lhe resistiu frontalmente (Gálatas 2.11).

Ano 54 - O imperador Claudio (41-54) expulsou de Roma todos os judeus, porque causavam distúrbios (Atos 18.2).Até o ano 54, pois, Pedro não podia estar em Roma porque era judeu, não tendo ouvintes judeus.

Ano 55 - Mencionado como "evangelista itinerante" (1Coríntios 9.5). [Nota de Hélio: Como já foi mostrado que Gálatas 2:7,9,10 prova que, já nos anos 49 e 50, o apostolado de Pedro estava designado ser exclusivamente para os judeus, então as viagens do evangelismo itinerante de Pedro foram exclusivamente no país dele (salvo, talvez, inevitáveis rapidíssimas incursões de alguns pouquíssimos dias a países vizinhos, como quando foi encontrar-se com Paulo em Antioquia, na Síria, mesmo assim dirigindo-se somente a judeus convertidos)]

Neste período, evangelizou o Ponto, a Galácia, a Capadócia, a Ásia, a Bitínia e Babilônia (1Pedro 1.1;5.13). [Nota de Hélio: De modo nenhum a Bíblia diz que Pedro foi a (e morou em) nenhum desses locais Ponto, a Galácia, a Capadócia, a Ásia, a Bitínia, a Bíblia só registra que ele ESCREVEU aos DISPERSOS (nomenclatura que se refere a judeus) em tais localidades (1Pe 1:1), e que mandou uma saudação a estes da parte de uma mulher crente (creio que sua esposa) que estava na região da Babilônia (hoje, Iraque) (1Pe 5:13). Ora, concordo, é possível que Pedro e sua esposa estivessem na Babilônias já bem velhos e enfraquecidos, sendo cuidados pelo seu filho Marcos. Mas também é possível que tal senhora crente escreveu da Babilônia, escreveu a Pedro e pediu que enviasse suas recomendações aos crentes do Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia, e Pedro, estando na Judéia, assim o fez. Por que não? De qualquer modo, nada há na Bíblia que nos constranja a pensar que Pedro pode ter morado em Roma e sido o pastor da igreja de lá, jamais.]

Ano 57 - Paulo,na Epístola aos Romanos,saúda,nominalmente,28 pessoas,mas não fala de Pedro (Romanos 18.1-15).

Paulo,três dias depois de chegar a Roma,"convocou os judeus mais notáveis",pregando-lhes a Salvação em CRISTO JESUS. Desconheciam a doutrina que lhes era anunciada (Atos 28.17-29).

Anos 61 a 63 - Paulo esteve preso em Roma por 2 anos,mas nunca Pedro o visitou.Na Segunda Epístola a Timóteo,escrita na prisão,no ano 63,Paulo queixou-se dos discípulos e amigos que se ausentaram: "Só Lucas está comigo" (2Timóteo 4.11). Pedro devia estar em Babilônia,de onde escreveu sua Primeira Epístola (1Pedro 5.13).

Ano 67 - Pedro escreveu suas epístolas.Não há nenhum sinal de sua presença em Roma!

Assim,entendemos,que a estada de Pedro em Roma, por 25 anos, e a qual o catolicismo romano dá foros de verdade, não passa, isto sim, de uma " lenda escandalosa e pérfida, não havendo provas de seu "martírio em Roma", conforme nos relata o ex-padre (ex-locutor do Vaticano), Antônio Gonçalves Pires, em seu livro "Pode um católico salvar-se?"

Moyses Magno Lima".

Esta mentira é desfeita por FERNANDO NASCIMENTO



II - ONDE ELA SE ENCONTRA












III - A VERDADE


Esta mentira é desmascarada pelos próprios evangélicos:

Além disto a enganação é desmascarada, no próprio livro evangélico: “História Eclesiástica: os primeiros quatro séculos da Igreja cristã”, de Eusébio de Cesaréia, editado pela CPAD – Casa Publicadora das Assembléias de Deus (2000), pág. 79, lemos desmascarando esses enganadores que precisam combinar suas lorotas:



Pedro parece ter pregado aos judeus da dispersão em Ponto, Galácia, Bitínia, Capadócia e Ásia, e no fim chegou a Roma e foi crucificado de cabeça para baixo, pois pediu para si esse sofrimento.

E para terminar com a pendenga trago aqui a tradição dos pais da igreja:

Antes de Eusébio, já Orígenes (+253) falara a mesma coisa:

"Pedro, finalmente tendo ido para Roma, lá foi crucificado de cabeça para baixo”.

Caiafarsa

============================

Índice das Mentiras

Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >