terça-feira, 12 de julho de 2011

IDOLATRIA PAGÃ RESSUSCITADA POR BONIFÁCIO IV EM 610







"Em 610, Bonifácio IV consumou o facto da idolatria pagã, abrindo o panteão de Roma, e substituindo nele as divindades do paganismo pelos chamados santos, nascendo aqui a festa de Todos os Santos".

18/01/2008
Autor: Oswaldo





I - A MENTIRA




"Em 610, Bonifácio IV consumou o facto da idolatria pagã, abrindo o panteão de Roma, e substituindo nele as divindades do paganismo pelos chamados santos, nascendo aqui a festa de Todos os Santos".




II - ONDE SE ENCONTRA



1. SÉRGIO FELIZARDO



http://sergiofelizardo.com/forum/index.php?action=printpage;topic=28.0
2. EDSON ROGÉRIO

http://edsonrogerio.com.br/entrefolhas/?p=1337


3. MACFLY.MULTIPLY

http://www.96147.com/other/www.macfly.multiply.com.html


4. HISTÓRIA DO CRISTIANISMO

http://historiadocristianismoiftbc.blogspot.com/feeds/posts/default?orderby=updated





III - A VERDADE



CONSIDERAÇÕES


PANTHEON - ROMA
Na verdade, há muito tempo que já não existia o culto a todos os deuses pois Roma se tornara cristã.

O PANTEÃO, um magnífico templo dedicado aos diversos deuses pagãos, era um monumento abandonado que resistiu impavidamente às detruições causadas pelos invasores e pela enchente do rio Tibre.



DIA DE TODOS OS SANTOS


A mentira, pois, acima, reside em se afirmar que SÃO BONIFÁCIO IV "consumou" o fato da idolatria pagã, dando a entender que são "deuses" os mártires, cujos ossos foram transferidos das catacumbas para este templo, transformado pelo papa em uma magnífica Igreja dedicada à Santíssima Virgem e a todos os mártires.

DOCUMENTAÇÃO

Historicamente podemos: 

1. AFIRMAR que Flávio Focas Augusto fez a doação do Panteão à Igreja e

2. NARRAR o que se encontra como Biografia de São Bonifácio IV.

Ver:


PAPA BONIFÁCIO IV
A acusação do Sérgio Felizardo é vaga e tendenciosa sendo necessária uma vista mais detalhada da biografia deste santo que nasceu em Valéria, Abruzo, sendo o sucessor de Bonifácio III, dez meses após a morte deste, ocorrida em outubro do ano anterior.

Era filho de um médico. Homem de espírito piedoso, foi providencialmente escolhido para governar a Igreja numa época de imensos sofrimentos para o povo romano que, além do mais, sofria um quadro dos mais decadentes de sua história.

Em meio à desolação geral deixada pela fome e pela peste, agravada pelas inundações do rio Tibre, a cidade oferecia um quadro de ruínas dos antigos monumentos, deteriorados pelo tempo ou destruídos pelos invasores.

É a partir daqui que Sérgio Felizardo, cujas mentiras são copiadas por muitos, aproveita para deturpar a verdade.

A PROPÓSITO:

SANTOS NÃO SÃO DEUSES, como falsamente afirma esta maxambeta. Santos são todos os que foram admitidos à visão beatífica de Deus segundo está escrito: "Procurai a paz com todos e ao mesmo tempo a santidade, sem a qual ninguém pode ver o Senhor." (Hb 12,14)

Eles, depois desta vida, reinam com Cristo (Romanos 5,17; II Timóteo 2,12; Apocalipse 5, 9-10; 20,6; 22,5) e isto não é reles título nobiliárquico.

Como tais, efetivamente têm o poder régio, inclusive o de nos introduzir nas moradas eternas (São Lucas 16,9).

Amigo e colaborador do imperador
romano Otavius Augustus, Marcus
Agrippa destacou-se pela capacidade
militar e política, pelas construções
com que embelezou a cidade de Roma
e pelo mapa do mundo antigo que
elaborou com os dados obtidos em
suas viagens. Marcus Vipsanius Agrippa
nasceu por volta do ano 63 a.C.
Nesta época, apenas o majestoso templo pagão, o Panteão, construído por Agripa, há mais de 600 anos, dedicado, outrora, aos falsos deuses, resistia milagrosamente incólume.

No seu pontificado, o principal acontecimento para o mundo cristão foi a salvação deste monumento. O novo papa pediu ao imperador que lho cedesse, aproveitando, então para transformá-lo numa magnífica igreja, dedicada à Virgem Maria e a todos os Mártires (e não DEUSES como afirma o artigo mentiroso).

A nova igreja foi solenemente consagrada em 13 de maio (609).

Vinte e oito carroças com o os ossos dos mártires das Catacumbas foram enterradas sob o altar principal. Daí surgiu a veneração a Todos os Santos, festa mais tarde fixada por Gregório IV, em 10 de novembro.

Com as notícias vindas do Oriente de que os Persas haviam devastado Jerusalém e a igreja do Santo Sepulcro, ele caiu em profunda depressão, e morreu venerado como santo, em Roma.

Sua festa é comemorada no dia de sua morte, oito de maio.

Sobre o Panteon:

http://www.lmc.ep.usp.br/people/hlinde/Estruturas/Panteon.htm

Biografia de Bonifácio IV - Página do prof. Carlos Fernandes:


===============================

12/05/09
OSWALDO

Vejam este outro site que conta a mesma história do falso ex-pedre RAIMUNDO PEREIRA, pastor da Igreja Assembléia de Deus:

http://macfly.multiply.com/journal/item/114

Em qualquer site protestante é quase impossível não depararmos com pelo menos uma mentirinha.

=========================================

12/05/09

Fernando

É assim que o protestantismo é pregado no mundo.

Há quem veja boa fé nisso.

==========================================

19/07/09

Eremita

...


Oswaldo e Fernando - Dois grandes guerreiros de Jesus e Maria Santíssima.

E lembrar que a uns 5 anos atrás eu ainda não havia me definido como 'católico' no meu perfil do orkut por não ter entendido direito (e não reconhecido ainda) a absoluta magnitude misericordiosa da unica Igreja que carrega verdadeiramente a presença viva de Jesus na eucaristia.

Valeu.

==================================

19/07/09

Gabriel

Eu frequentei vários botecos destes até minha verdadeira certeza de minha fé em CRISTO NA EUCARISTIA, hoje vejo quão cego estava e acreditava nestas lorotas, só que sempre duvidava destas mentiras e procurava a verdade. Já ví cada uma que parece duas.

===============================




Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >