sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

609 - COMEÇO HISTÓRICO DO PAPADO


AS OVELHAS VIGIAM E ALIMENTAM OS
CORDEIROS
Para alguns evangélicos o papado começou a existir com Lino de quem dizem que andava abusando das freiras. Outros já indicam que o papado começou a existir em 325, a partir do Concílio de Niceia; outros calculam que este surgimento se deu em torno de 440 com o papa Leão I; finalmente vários sites evangélicos dão conta de que o papado surgiu muito tempo depois, isto é, em 609 d.C.





I - A MENTIRA

609 - Começo histórico do Papado.


Índice das mentiras
11/02/2012
Autor da denúncia:
Oswaldo



II - ONDE SE ENCONTRA 



III - A VERDADE

Quando são muitos os mentirosos e todos ávidos para propagar, cada qual, a sua mentira é claro que ao reunirmos todos esses contos assistiremos a um festival de discrepâncias. Evangélicos, ateus, comunistas, maçons, todos contribuem para isso e se contradizem mutuamente.

Apreciemos então as datas que dizem ter aparecido o papado:



ANO 96 - "... Outro elemento importante é que desde cedo a igreja romana e os seus líderes reivindicaram, direta ou indiretamente, certas prerrogativas especiais. No final do primeiro século (ano 96), o bispo Clemente enviou em nome da igreja de Roma uma carta à igreja de Corinto para aconselhá-la e exortá-la quanto a alguns problemas que a mesma estava enfrentando. Um século depois, o bispo Vítor (189-198) exerceu considerável influência na fixação de uma data comum para a Páscoa, algo muito importante face à centralidade da liturgia na vida da Igreja. As consultas entre outros bispos e Roma também datam de uma época antiga, embora a primeira decretal oficial (carta normativa de um bispo de Roma em resposta formal à consulta de outro bispo) só tenha surgido em 385, com o papa Sirício. Por volta de 255, o bispo Estêvão utilizou a passagem de Mateus 16.18 para defender as suas idéias numa disputa com Cipriano de Cartago. E Dâmaso I (366-384) tentou oferecer uma definição formal da superioridade do bispo romano sobre todos os demais..." - PORTAL MACKENZIE

ANO 313: - "... quando o Imperador Constantino, convertido ao Cristianismo presidiu o l.o Concílio das Igrejas no ano 313. No Século IV construíram a primeira basílica em Roma..." -  CELEBRANDO DEUS"

ANO 402 - As Igrejas eram livres, mas começaram a perder autonomia com Inocêncio I, ano 402 que, dizendo-se "Governante das Igrejas de Deus exigia que todas as controvérsias fossem levadas a ele." -   EVENTUS

AN0 440 - “O Papa Leão I, ano 440, é mencionado pelos historiadores como o primeiro Papa”  - DIVINÓPOILIS JORNAL - ASSEMBLÉIA DE DEUS (De Deus?! Se fosse de Deus, seus membros não mentiriam tanto!)

ANO 476/600 - O papado surgiu das rumas (brumas? ruínas?) do Império Romano desintegrado no ano 476, herdando dele o autoritarismo e o latim como língua, embora o primeiro papa, oficialmente falando, foi Gregório no ano 600 d.C. - OUTER SPACE

ANO 608 - "Sec. VII - Ano 608 - Início do papado" - IGREJA VIRTUAL

ANO 609 - "...  Em 609 foi instituído o papado, com poder central, mantendo sob suas rédeas toda a hierarquia romana..." - LISTA DOS PAPAS DA IGREJA ROMANA.



As discrepâncias às vezes estão contidas em um único artigo em que se pode fazer a pergunta: "Foi, então, aqui que começou o papado?", sendo que logo à frente encontramos outras datas que merecem idêntica interrogação.

Alguns concederam que já em 96 um dos bispos de Roma dava sinais de sua pretensão a ser o bispo dos bispos. Mas seria isto apenas uma pretensão, ou seria mesmo a prova de que realmente o bispo de Roma possuíam tais prerrogativas? Faz-se necessário notar o ânimo enganoso do articulista, principalmente que não cita outros escritos bem próximos dos acontecimentos pelos quais tomamos conhecimento de que o bispo de Roma efetivamente exercia liderança sobre toda a Igreja conforme podemos notar no Evangelho de São João:

 "Tendo eles comido, Jesus perguntou a Simão Pedro: Simão, filho de João, amas-me mais do que estes? Respondeu ele: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe outra vez: Simão, filho de João, amas-me? Respondeu-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta os meus cordeiros. Perguntou-lhe pela terceira vez: Simão, filho de João, amas-me? Pedro entristeceu-se porque lhe perguntou pela terceira vez: Amas-me?, e respondeu-lhe: Senhor, sabes tudo, tu sabes que te amo. Disse-lhe Jesus: Apascenta as minhas ovelhas... " (Jo 21, 15-17). 

Note a gradação: Cordeiros (fiéis) - Ovelhas (bispos, presbíteros e diáconos).

Eis o que consta já nos anos 180 d.C, escrito pelo bispo de Lyon (Gália) em sua obra "Adversus Aereses" (Contra as Heresias):

"Mas visto que seria coisa bastante longa elencar, numa obra como esta, as sucessões de todas as igrejas, limitar-nos-emos à maior e mais antiga e conhecida por todos, à igreja fundada e constituída em Roma pelos dois gloriosíssimos apóstolos, Pedro e Paulo, e, indicando a sua tradição recebida dos apóstolos e a fé anunciada aos homens, que chegou até nós pelos sucessões dos bispos... COM ESTA COMUNIDADE, DE FATO, DADA Á SUA AUTORIDADE SUPERIOR, É NECESSÁRIO QUE ESTEJA DE ACORDO TODA TODA COMUNIDADE, ISTO É, OS FIÉIS DO MUNDO INTEIRO; nela sempre foi conservada a tradição dos apóstolos. [...] [Pedro e Paulo] confiaram a Lino o ministério do episcopado. [...] A Lino sucedeu Anacleto. A seguir, Clemente; Clemente vira os apóstolos, conversara com eles e ainda tinha ouvido sua pregação. [...] A Clemente sucedeu Evaristo, e a Evaristo, [sucedeu] Alexandre. Depois, em sexto lugar após os apóstolos, veio Xisto... " (Ireneu de Lião, 180 d.C., Contra as Heresias III,3,2-3). 

Diante de uma comprovação luminosa igual a esta não resta nenhuma dúvida de que o Bispo de Roma tinha a autoridade recebida de Pedro para conduzir na terra a Igreja de Cristo e isto sem contar demais documentos até anteriores a este que provam o primado do bispo de Roma.




Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >