TRADUZIR

domingo, 15 de dezembro de 2013

E SE ESSE FOSSE UM PASTOR PENTECOSTAL?

..............




ATEU usa técnica de hipnose. Muitos líderes espirituais usam essa técnica para enganar os fiéis, abusando da fé alheia e têm o descaramento de fazer acreditar que a transe é por causa da "UNCAO"!.






Pastor-ateu ou ateu-pastor?






Técnicas usadas em cultos pentecostais



Ele dá aula para pastores



Alvaro Rocha 14/11/2010

“O cristão não deve expor sua mente a manipulações humanas, antes deve sujeitar-se a Deus, que conservará em paz aquele cuja mente está firme e nele confia” (Is 26.3).

Alguns pacientes no estado de transe passam a relatar experiências de vidas passadas. Esse ensino é um dos fundamentos do espiritismo e é expressamente condenado pelas Escrituras, que dizem: “E, como aos homens está ordenado morrer uma só vez, vindo depois disso o juízo” (Hb 9.27). 

Controle mental

A submissão da mente à indução não é aprovada pela Bíblia. Vejamos:



Jó 38.36: “Quem pôs a sabedoria no íntimo, ou quem deu à mente o entendimento?”.



Deus, em nenhum momento, induziu sua criação a fazer algo contra a sua vontade. Ou que fizesse alguma coisa e esquecesse depois, num estado de amnésia.

Efésios 4.23: “E vos renoveis no espírito da vossa mente”.

A nossa mente deve ser renovada em Deus. Devemos, com o nosso entendimento, amar o Senhor (Mc 12.30-33), orar e cantar (1 Co 14.15), obedecer (2 Co 10.5), guardar as suas leis (Hb 8.10).

1 Coríntios 2.16: “Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo”.

Um desvio da verdade

Como se pode observar, a hipnose é um desvio da verdade. Existem exemplos de hipnose que levaram muitas pessoas a um fim trágico, por isso devemos permanecer distantes dessa prática ocultista, mesmo que ela esteja relacionada ao entretenimento.

A mente humana não deve ser alvo de brincadeiras, e seu controle não deve ser submetido a ninguém, a não ser ao Senhor Deus. Devemos nos sujeitar somente a Ele (Tg 4.7).


Alvaro Rocha 14/11/2010

A hipnose não é algo novo. Ela já tem sido usada durante milhares de anos por feiticeiros, médiuns espíritas, xamãs, hindus, budistas e iogues. Mas a popularidade crescente do uso da hipnose para a cura no mundo secular tem influenciado muitos na Igreja a aceitarem a hipnose como um meio de tratamento. Há médicos, dentistas, psiquiatras e psicólogos, não-cristãos e cristãos professos, que recomendam e usam a hipnose.

Violentação da vontade



Ainda que um hipnotizador possa produzir somente um transe leve ou médio, ele não pode impedir alguém hipnotizado de entrar espontaneamente na zona de perigo, a qual pode incluir um senso de separação do corpo, uma aparente clarividência, alucinação, estados místicos similares aos descritos pelos místicos orientais, e até o que o pesquisador de hipnotismo Ernest Higard descreve como "possessão demoníaca". Nós argumentaríamos que a hipnose pertence ao oculto em qualquer nível de transe, mas quando ela se aprofunda em seus níveis, a hipnose está indubitavelmente ligada ao ocultismo.



Alvaro Rocha 14/11/2010

Em seu livro Peace, Prosperity and the Coming Holocaust (Paz, Prosperidade e o Futuro Holocausto), Dave Hunt faz algumas observações interessantes a respeito do porquê ele classificaria hipnose como parte do ocultismo:

Uma razão para chamarmos a hipnoterapia de um ritual religioso é o fato de que ela produz efeitos misteriosos que deixarão totalmente confundido um investigador que a analise como ciência; (1) sob hipnose administrada por psiquiatras, pessoas que nunca tiveram contato com OVNIs podem ser estimuladas a "lembrarem-se" de um rapto por um OVNI que coincide em detalhes com aqueles descritos por outros que supostamente foram raptados por eles; (2) a hipnose também leva a ter "memórias" espontâneas de vidas passadas e futuras, com mais ou menos um quinto delas envolvendo uma existência em outros planetas; (3) o transe hipnótico também duplica as experiências que são comuns sob o estímulo de drogas psicodélicas, meditação transcendental, e outras formas de ioga e meditação orientais; (4) a hipnose também cria poderes psíquicos espontâneos, clarividência, experiências fora do corpo, e todo um espectro de fenômenos ocultos; e (5) a experiência da chamada morte clínica (quase-morte) é também produzida sob hipnose.


Duas conclusões que a maioria dos investigadores acha muito desagradáveis, mas que parecem ser inescapáveis são as seguintes: (1) há uma origem comum por detrás de todos os fenômenos ocultos, incluindo OVNIs, que parece estar hábil e deliberadamente orquestrando uma fraude inteligente para seus próprios propósitos; e (2) a hipnose, ou o poder da sugestão, está no coração desse esquema de fenômenos ocultos.



A hipnose começou como parte do ocultismo e da religião falsa. A Bíblia fala fortemente contra todas as práticas das falsas religiões e do ocultismo. Deus deseja que o Seu povo, com suas necessidades, se volte para Ele, e não para aqueles que praticam feitiçaria, adivinhação ou encantamento. Ele avisa Seu povo para não seguir médiuns, mágicos, encantadores, feiticeiros.
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >