quarta-feira, 8 de outubro de 2014

QUE O LULA E O BNDES SEJAM INVESTIGADOS

ÁLVARO COBRA INVESTIGAÇÃO SOBRE LULA E TRANSPARÊNCIA NAS AÇÕES DO BNDESexigimos
Brasília - Em discurso no plenário, nesta quinta-feira (13/12), o Líder do PSDB, senador Alvaro Dias, disse que merece aplausos a iniciativa do Ministério Público Federal de impetrar ação contra o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) por falta de transparência em suas operações. “Desde 2005, estamos denunciando nessa tribuna os indícios de irregularidades do BNDES em relação a obras, principalmente no exterior, gerando emprego e renda em outros países, em vez de gerar no nosso País. Já tentamos instalar uma CPI, solicitamos auditoria, encaminhamos pedidos de informação ao BNDES sobre a utilização dos recursos públicos, mas não obtivemos respostas satisfatórias. São recursos do tesouro nacional e do FAT. É o dinheiro do trabalhador sendo repassado para obras no exterior. Quem sabe a presidente da República não possa redirecionar os recursos do BNDES para beneficiar a população brasileira”, disse Alvaro Dias.

Segundo o Líder, a Procuradora da República no Distrito Federal, Luciana Loureiro Oliveira, quer que o banco torne públicas informações sobre todos os financiamentos concedidos a empresas e entidades públicas nos últimos dez anos e daqui em diante: “Tanto o Banco como a Petrobras resistem em prestar informações pormenorizadas de sua atuação e negócios realizados. Não podemos aceitar blindagem e caixa-preta na utilização de recursos públicos”, acrescentou.

Alvaro Dias destacou ainda declarações da Procuradora que evidenciam a resistência do Banco em prestar informações “Essa resistência em fornecer dados que permitam saber como o BNDES gasta os recursos é motivo de preocupação. Se fosse um banco privado, as informações não teriam relevância para o cidadão. Mas no caso do BNDES é importante saber como o dinheiro público está sendo tratado”, declarou Luciana Loureiro, ao jornal Valor Econômico. Segundo a Procuradora, durante a fase de investigação, o BNDES se recusou a fornecer as informações requeridas pelo Ministério Público – alegando “privacidade dos atos atinentes à gestão bancária” e “dever de guardar sigilo“.
O Líder também registrou reportagem da BBC, que foi a Angola e registrou o império que o BNDES está financiando naquele País – U$3,2 bilhões desde 2006 que financiaram 65 empreendimentos, dos quais 49% foram ou são executados pela Odebrecht.
Provas de Marcos Valério
Em outro trecho do pronunciamento, o Líder Alvaro Dias lembrou que, durante a CPI dos Correios, defendeu o impeachment do ex- presidente Lula e que “houve um erro histórico” dos partidos de oposição e das entidades representativas em não endossar essa posição, já que “existiam indícios suficientes”.
“Hoje reiteramos nossa posição. Encaminhamos uma representação ao Ministério Público há mais de um mês, e encaminhamos outra ontem, para que seja investigada a participação do ex-presidente Lula no mensalão. É claro que os defensores do ex-presidente Lula atacam Marcos Valério, mas ele afirma ter entregue provas ao Ministério Público. Se as provas existem, é preciso que elas sejam conhecidas para que possamos encerrar esse capítulo do mensalão”, disse.
.

Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.

Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >