terça-feira, 15 de outubro de 2013

DA BÍBLIA TIRA-SE E NÃO SE TIRA A VERDADE. O EXEMPLO MOSTRA QUE ELA NÃO É DE PESSOAL INTERPRETAÇÃO.

1 - O PLANO DE CRISTO A RESPEITO DE SUA IGREJA


Pg. 25
Segundo o cálculo de Dionísio Exíguo, monge beneditino, cálculo universalmente aceito, embora haja uma pequena dúvida sobre a exatidão do ano do nascimento de Jesus, contamos desde o nascimento até hoje, 1957 (*) anos.

Assim reza a era cristã.

Apresentou-se Jesus como Filho de Deus, portanto como Deus, pregou publicamente e escolheu doze apóstolos, para chegar aos homens por meio dos homens aos quais instruiu oralmente durante três anos e incumbiu de continuarem a sua tarefa: "Assim como meu Pai me enviou, eu vos envio a vós" (Jo 20,21). Ora, a missão de Cristo foi pregar oralmente porque assim o fez. Logo, essa era a missão dos apóstolos e seus substitutos até o fim do mundo, pois essa missão alcançaria todos os povos contemporâneos de Cristo e posteriores a ele: "Ide e ensinai a todos os povos" (Mt 28,19).




Autor: Mons. Ricardo Liberali




Pg.26
E a Igreja que viesse representando a missão dos apóstolos teria sempre a verdade e nunca se corromperia. "E as portas do inferno (isto é, o poder do inferno) não prevalecerão contra ela". "E eu estarei convosco todos os dias até à consumação dos séculos" (Mt 28,20).

E onde está Cristo? Está com o elemento humano deixado por ele para executar a sua missão através de todos os séculos. Ora, este elemento humano  foi sempre único por quinze séculos. Foi o Magistério da Igreja Católica, Apostólica, Romana. Se remontassem ao tempo de Cristo duas sociedades cristãs, poder-se-ia duvidar, talvez qual delas fosse a verdadeira.

Mas  tal não se deu. Só nos veio uma: a Igreja Católica, Apostólica, Romana. Logo, ela. e só ela é a religião de Cristo, o verdadeiro cristianismo.

Os protestantes, estes, vieram, os mais antigos, com quinze séculos de atrazo. Logo a sociedade cristão protestantes, fundada por Lutero em 1517, é obra de homens e não é a de Cristo. Veio tarde demais.

O mesmo se diga das demais seitas que se dizem cristãs.

2. PLANO PROTESTANTE

A estas alturas, saltam na arena os protestantes indignados, esgrimindo a velha arma usada por todas as seitas.

Vejamos:

Protestante - Católico, o Sr. nos injuria. Nós viemos suceder a Cristo.

pg.27
Católico - Mas os srs. chegaram tarde demais. Quinze séculos de atraso!

P - Qual atraso, qual nada! Nós tiramos a nossa doutrina da Bíblia. Pela palavra de Deus nós achamos a verdade escondida pela Igreja.

C - Disse bem. Os Srs. tiram o protestantismo com suas cabeças da Bíblia. Mas que tiraram só dela a "verdade", isso não, pois contra a verdade não há "verdade". Há só uma!

P - Está aí; não disse que os Srs. não querem saber da Bíblia? Então da Bíblia não se tira a verdade?

PASTOR INTERPRETA BÍBLIA ERRADA E TRAÇA ESPOSA ALHEIA
C - Calma! Tira-se e não se tira. Tira-se, sendo a Bíblia bem interpretada.

P - Então a Bíblia pode errar?

C - Não Sr., absolutamente. Mas os intérpretes é que podem errar e posso lhe garantir que os Srs. erraram.

P - Nós? Pois sim!

C - E é fato.

P - Então diga em que é que nós erramos?


C - Em quererem tirar da Bíblia e só da Bíblia a verdade. (Já não falando da influência do leitor!)

P - E isso é errado? Então erramos, bonito.

C - É erro, e erro nunca é bonito.

P - E, se não se tira da Bíblia, de onde se há de tirar a verdade?


C - Da Igreja de Cristo, do Magistério, do elemento humano, que Jesus deixou sobre a terra com a missão de pregar e de se perpetuar "até o fim do mundo" (Mt 28,20). Não se podem fabricar novas religiões de Cristo à vontade.


Pg.28
P - E a Bíblia fica posta num canto?


Bíblia - Base da Verdade quando interpretada de acordo com a Igreja que
também é o fundamento da verdade (1Tm 3,15)


C - Não Sr., a Bíblia é base da verdade, mas só sendo interpretada de conformidade com a Igreja, o elemento humano deixado por Cristo, o qual também é base da verdade (1Tm 3,15) e por excelência.


P - Qual Igreja! A Igreja somos nós, a Igreja é a Bíbia!

C - Deixe-se de absurdos! diga-me lá: quem é que apareceu primeiro, a Igreja ou a Bíblia?

P - ?

C - Não sabe? Pois eu sei. Antes de Cristo havia o Antigo Testamento. O cristianismo foi fundado por Cristo, quando começou a vida pública, lá pelo ano trinta, mais ou menos.

P - Logo, a Bíblia é anterior à Igreja.

C - Mas qual é a base do cristianismo dos Srs., o Novo, ou o Antigo Testamento?

P - É tudo.

C - Perdão. Se os Srs. não são judeus, mas cristãos, e querem tirar a religião cristã da Bíblia, hão de tiará-la do Novo Testamento.

P - Pois, sim, é admissível. E daí?


C - Pois bem, o Novbo Testamento terminou com o Evangelho de S. João, escrito no último decênio do 1.º século e i /sr há de adnitir que tomam por base todo o Novo }Testamento e não só parte...


Pg. 29
Pois bem, se o Novo Testamento fosse a base da Igreja de Cristo, seria uma base que veio depois do edifício pronto. Logo não seria base.

P - Como assim?

c - Cristo fundou sua Igreja oralmente, com plenos poderes de representá-lo. Morreu Cristo, e os apóstolos espalharam o cristianismo por toda a terra conhecida,propagaram a Igreja já existente para nunca se terminar - sempre a mesma.

P - E o Novo Testamento e a Bíblia?

C - A Bíblia, o Novo Testamento era o cristianismo posto em prática. Só dez anos depois da morte de Cristo é que apareceu o primeiro escrito do Novo Testamento, o Evangelho de S. Mateus (I).

E. conforme as necessidades, foram s.endo prontificados os outros escritos, que eram auxiliares e dependentes da Igreja, nunca bases únicas desta.

A Bíblia faz para a Igreja o papel da escrituração para o comerciante; auxilia-o, mas não é a causa dos seus negócios.

E o mesmo Deus que inspirou os escritores sagrados fundou antes a sua Igreja, como sua intérprete autorizada. Logo, aparecendo os tais escritos, ela é que tinha a última palavra na sua interpretação, pois a palavra escrita não era mais palavra de Deus do que a palavra pregada.

Além disso, no último capítulo de (Jo 21,25) está escrito que NEM TUDO o que Jesus fez e disse foi escrito, mas TUDO É EVANGELHO NECESSÁRIO PARA A SALVAÇÃO.

Pg. 30

A IGREJA Católica, Apostólica, Romana TEM TUDO: O Evangelho ESCRITO e o não escrito. Com este interpreta aquele. O protestantismo, tendo só o escrito, não passa de uma ponte que tenha apenas metade das pranchas. Tem verdade, mas não tem toda a verdade.Essa é uma religião incompleta que não salva, assim como ninguém atravessa um rio como metade da ponte. Isso é claro como o cristal.

continua 3. PERENIDADE DA ÚNICA IGREJA DE CRISTO

___
Ano deste escrito
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >