terça-feira, 29 de outubro de 2013

PERENIDADE DA ÚNICA IGREJA DE CRISTO

EVANGÉLICO - Sua conversa está muito boa, mas o Sr. está equivocado. É que a Igreja de Cristo verdadeira é o protestantismo. Nós viemos suceder ao catolicismo.

CATÓLICO: - Alto lá, alto lá! Querer suceder a alguém que ainda esteja vivo é vigarice. Como vou herdar de quem ainda não morreu?

- Mas é que a Igreja Católica se desviou do cristianismo, se corrompeu, morreu.

- Só que se apaguem das páginas sagradas a profecia de Daniel e o livro de S. Lucas.

- Que tem a ver com a Igreja católica a profecia de Daniel e S. Lucas?

Muita coisa. Tudo.

- Vejamos a profecia de Daniel a que se refere.

- Não conhece o sonho de Nabucodonosor, explicada por Daniel?

- Sim, consta do livro de Daniel, no capítulo segundo.

Pedra de Nabucodonosor
- E não entendeu nada? Será que não quer entender?

- Entendo que Nabucodonosor sonhou que vira uma grande estátua, a qual representava a humanidade. As quatro partes de que é composta representavam quatro reinos universais que ela teria até o fim do mundo. Depois se desprendeu do monte uma pedrinha sem SER POR MÃO DE HOMEM e cobriu a terra. Seria o Messias.

- Vamos ler o texto mesmo desde o verso 31: "Tu, ó rei, estavas olhando e parecei-te que vias uma grande estátua; a tal estátua de uma grandeza e altura extraordinária, se detinha em pé diante de ti, e sua vista era espantosa. 32 A cabeça desta estátua era de ouro finíssimo, porém o peito e os braços de prato, já o ventre e as coxas eram de cobre. 33 E as pernas eram de ferro, uma parte do pés era de ferro e outra de barro. 34 Tu estavas vendo atentamente até que um pedro foi arrancada de um monte SEM INTERVIREM MÃOS DE HOMEM, a qual feriu a estátua nos seus pés de ferro e barro, e os fez em pedaços. 35 Então se quebraram tudo, a um tempo, o ferro, o barro, o cobre, a prata e o outro, e ficaram reduzidos como miúda palha que o vento leva fora da eira em tempo de estio. eles desapareceram de todo lugar; MAS A PEDRO FEZ-SE UM GRANDE MONTE QUE ENCHEU A TERRA TODA|.

Estela de Nabucodonosor
36 Este é o sonho; diremos também na tua presença, ó rei, a sua interpretação. 37 Tu és o rei dos reis e o Deus do céu te deu o reino e a força e o império e a glória. 38 Tu és a cabeça de ouro. 39 Depois de ti se levantará outro reino menor que o teu, que será de prata e outro terceiro que será de cobre, o qual mandará em toda a terr. 40 E o quarto reino será de ferro; assim como o ferro quebra e doma todas as coisas, assim ele quebrará e fará todos estes em migalhas... 44 Nos dias, porém daqueles reis SUSCITARÁ O DEUS DO CÉU UM REINO QUE NÃO SERÁ JAMAIS DISSIPADO E NÃO PASSARÁ PARA OUTRO POVO...".

Quais são os reinos universais que a história registra?

- Babilônico, o medo-persa, o grego e o romano.

- Pois no tempo deste último, sob o Império de César Augusto que mandara fazer o recenseamento de todo o universo apareceu a tal pedrinho misteriosa, O MESSIAS, sem ter pai na terra (desprendida do monte sem ser por mão de homem) e fundou um reino que não será jamais destruído... a Igreja católica.

- Ato lá, eu não disse que o reino de Cristo se tenha destruído, apenas disse que nós somos os sucessores da Igreja primitiva, que era a católica.

- E continua Daniel "E NÃO PASSARÁ PARA OUTRO POVO". O que começou, este continuará, sem mudar de pessoas dirigentes, sempre o mesmo. Não há papa, nem bispo que o poderá destruir e nem protestantes que o poderá corrigir e melhorar, para devolvê-lo a Cristo em perfeitas condições.

- Mas nós reformamos A MESMA RELIGIÃO. Neste sentido é que vos sucedemos.

- Perdão, mas o protestantismo NÃO É A MESMA RELIGIÃO QUE A NOSSA.

Se o protestantismo quisesse reformar a Igreja eram as pessoas que deveria reformar DENTRO DO CATOLICISMO. Não era fazendo OUTRA IGREJA, que se reformava a antiga. Se uma casa requer reformas, não é fazendo outra casa que ela fica arrumada, como deve ser.


O protestantismo é uma igreja contra a Igreja: há dogmas contra dogmas.

E veio depois: é o falso profeta, nem mais nem menos.

- E que diz Lucas sobre a perenidade da Igreja, uma vez começada?


ANUNCIAÇÃO - DE LEONARDO DA VINCI

Em Lucas, I, 32 e 33, se encontram as palavras do Arcanjo Gabriel referindo-se a Jesus e à sua Igreja: "Será chamado Filho do Altíssimo e o SENHOR DEUS lhe dará o trono de Davi seu PAI E REINARÁ ETERNAMENTE NA CASA DE JACÓ E SEU REINO NÃO TERÁ FIM"

O próprio Cristo prometeu que sua Igreja não se estragaria (Mat 28,20), porque ele a assistiria "TODOS OS DIAS" até o fim do mundo.

- Como surgiu então o protestantismo?

- Pela revolta de um infeliz frade católico, da ordem de Santo Agostinho, o qual não tinha credenciais para reformar cousa alguma, além de sua pessoa.

E nem isso fez, E afundou-se ele e arrastou atrás de si muita gente. Ah! Se Erasmo, quando aconselhado por Carlos V sobre que fazer do padre apóstata, tivesse aconselhado mão de ferro, não teríamos hoje esse descalabro no cristianismo!

- Como pôde, então, o protestantismo impor-se na Europa?

- Pelas lutas do momento e pelas ambições dos príncipes que cobiçavam os bens das Igrejas, como de fato com eles se locupletaram.

- Mas nós temos a verdadeira interpretação da Bíblia.

- Agora quem protesta sou eu. Não há verdadeira interpretação sem a verdade e esta está com os catolicismo e não com uma das seitas protestantes. Para bem interpretar a Bíblia deve saber pelo menos qual o Cânon dos livros sagrados. Não basta comprar na livraria uma Bíblia para se saber de sua autenticidade.

Falemos, pois, algo sobre A INTERPRETAÇÃO E CÂNON. (próximo assunto: em construção)




Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >