TRADUZIR

sábado, 2 de março de 2013

A DEMONÍACA IGREJA CATÓLICA NÃO TEM NADA DE CRISTO



Mago da luz - VOU PARAR  POR  AQUI, MAIS VOLTANDO  AO TEMPO, E VENDO O QUE  ACONTECE ATUALMENTE, SE  QUE  A  IGREJA CATÓLICA  NÃO TEM NADA  DE JESUS  CRISTO, MAS SIM É UMA DOMINAÇÃO  DEMONÍACA PROVINDA  AINDA DOS ROMANOS  PAGÃOS...



OSWALDO: - A Igreja Católica é o único grupo religioso que vem diretamente da fonte que é Cristo. Não há outro grupo que, antes do século XI (Apostasia de Miguel Cerulário) e dos século XVI (Rebelião Protestante) tenha levado a luz de Cristo às mais remotas partes da terra em cumprimento à esta ordem de Jesus:

"... Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo" (Mt 28, 17-20) 

Diante disso, resta aos nossos opositores alegar que a verdadeira Igreja de Cristo, por força da perseguição movida contra ela, permaneceu oculta, na clandestinidade, para ressurgir vitoriosamente graças à coragem de um bêbado chamado Lutero (*). 

Mas, será que esta igreja acovardada, está de acordo com o Evangelho?

Não! Absolutamente não, porque a Igreja de Cristo deveria SER A LUZ DO MUNDO E O SAL DA TERRA:

 "Vós sois o sal da terra. Se o sal perde o sabor, com que lhe será restituído o sabor? Para nada mais serve senão para ser lançado fora e calcado pelos homens. Vós sois a luz do mundo. Não se pode esconder uma cidade situada sobre uma montanha nem se acende uma luz para colocá-la debaixo do alqueire, mas sim para colocá-la sobre o candeeiro, a fim de que brilhe a todos os que estão em casa. Assim, brilhe vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem vosso Pai que está nos céus" (Mt 5, 13-16).

Somente a Igreja Católica foi o sal da terra e a luz do mundo, convertendo a Cristo gregos, romanos e bárbaros. 

A hipotética "verdadeira Igreja de Cristo", medrosa, covarde e inoperante, que jamais apareceu, que nada fez pelo Evangelho, não passa de uma invenção excêntrica, sem fundamentos, e, sobretudo, é antibíblica.


Alegam ainda, com o objetivo de rebaixá-la ao nível de todas as denominações heréticas ditas evangélicas, que Constantino a fundou. 

É uma afirmação inteiramente falsa e, historicamente, sem qualquer fundamento. Contrariando-a, não nos faltam abundantes documentos provando que a Igreja católica já existia séculos antes que Constantino nascesse, conforme escrito:

“Onde comparecer o Bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que, onde estiver Jesus Cristo, aí está a IGREJA CATÓLICA” (Epístola aos Esmirnenses c 8, 2 de Inácio de Antioquia, bispo e mártir, contemporâneo dos Apóstolos, tendo nascido por volta de 35 d.C.).



(*) - Para uma obra de tamanha envergadura Deus certamente não escolheria um monje beberrão, glutão, crápula, preguiçoso, fornicador, adúltero e sobretudo blasfemo e que costumava receber conselhos do Diabo: 




Trata-se realmente de uma obra satânica sendo que nesta o Dragão arrastou com sua cauda um terço da cristandade: 

PREGUIÇOSO E CRÁPULA - "Aqui passo todo o dia no ócio e na devassidão" (Ego otiosus hic et crapulosus sedeo tota die. D Wette II.6) 

VIDA DE PECADO - "Corporalmente estou com saúde e sou bem tratado, porém as tentações e o pecado não me deixam em paz" a Melanchton - Cartas III.140. A.Gerbal 


;FORNICADOR E ADÚLTERO - "Sou um famoso namorador. Admiro-me que, escrevendo tantas vezes sobre matrimônio, et misceor feminis, não tenha ainda virado mulher e não tenha ainda casado com uma delas"; "Entretanto, se queres o meu exemplo, tem o seguinte: Tive já três esposas ao mesmo tempo e as amava tão ardentemente que perdi duas delas, que foram procurar outros maridos... Quanto a ti, é um namorador mole, não tendo a coragem de ser marido de uma só (De Wette II. 646 - Carta a Spalatino, na Páscoa de 1525 - [De Wette II. 646]) ) 

BLASFEMO - "Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: "Que fez, então, com ela? " Depois, com Madalena, depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer" (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15). Noutra ocasião, Lutero balsfemou contra Deus, ao dizer que Deus age como louco ou como muito tolo: "Deus est stultissimus" (Lutero, Conversas à Mesa, ed Weimar, N* 963, Vol. I , p. 487. Apud Franz Funck Brentano op. cit. p. 147). Doutra vez, ao falar Lutero do destino, ele culpava Deus por todos os crimes , e dizia que Judas não podia deixar de trair Cristo, nem Adão tinha liberddae para não pecar. Considerando que era Deus que determinava os pecadores a pecar, Lutero concluia dizendo
"Deus age sempre como um louco" (Franz Funck Brentano, Martim Lutero, p. 111). Recentemente foram descobertos os cadernos pessoais de Lutero. Eles foram estudados pelo Padre Theobald Beer que publicou um livro sobre eles. Nesse cadernos, Lutero afirma que Cristo é, ao mesmo tempo, Deus e o diabo, o bem e o mal. Ora, isso caracteriza Lutero tipicamente como dualista gnóstico, e explica todas as suas doutrinas mais delirantes. 

MAIS FRASES:

CASAMENTO DE LUTERO - “Com este casamento, eu me fiz tão covarde e desprezível; espero que os amigos hão de rir, e que os diabos hão de chorar." (após o casamento com Catarina de Bora - [Grisar, Hartmann, S.J., Martin Luther, His life & work, The Newman Press, 1960]) 

BEBERRÃO - GLUTÃO - "Vou comendo como um boêmio e bebendo como um alemão." (carta à Catarina de Bora em 1540 - [Franca, Leonel, S.J. A Igreja, a reforma e a civilização, Ed. Agir, 1952, 6ª ed.]) 

BEBERRÃO - "Ontem, aqui, bebi mal e depois fui obrigado a cantar; bebi mal, e sinto-o muito. Como quisera ter bebido bem, ao pensar que bom vinho e que boa cerveja tenho em casa, e mais uma bela mulher." (De Wette IV. 553) 

AS MULHERES1 - "Arroga-te toda autoridade no lar, mas que meu direito aí permaneça intacto. O domínio da mulher jamais produziu alguma coisa de bom. Deus fizera Adão mestre e senhor na terra e tudo aí era perfeito quando a mulher surgiu para tudo transtornar." (Conversas à mesa, n. 1046) 


AS MULHERES2 - "O corpo das mulheres não é forte, e a sua alma é ainda mais fraca, no sentido comum. Assim lê um assunto sem importância que o Senhor coloque uma selvagem ou civilizada ao nosso lado. A mulher lê meio criança. Aquele que toma uma mulher deveria considerar-se como o guarda de uma criança... ela é semelhante a um ANIMAL CAPRICHOSO (ein tolles tier). Reconhecei a sua fraqueza. Se nem sempre passeia por caminhos direitos, guiai a sua fraqueza. Uma mulher permanece eternamente mulher*. (Weimar – Vol. XV. ´. 420).
COMPANHIA DO DIABO - "O diabo dormiu ao meu lado, em minha cama, mais vezes do que minha mulher." (em Wartburg - [Funck-Brentano, Martim Lutero, Casa Editora Vecchi, 1956, 2a. ed.]) 

DESEJO CARNAL - PREGUIÇA - INDOLÊNCIA - "Eu queimo nas chamas de minha carne insubmissa; em resumo, eu deveria estar ardente no espírito, pelo contrário eu ardo na carne, no desejo, na preguiça, na desocupação e na indolência..." (carta a Melanchthon - Grisar, Hartmann, S.J., Martin Luther, His life & work, The Newman Press, 1960]) 

CONTRA OS CAMPONESES1 - "Os camponeses não queriam escutar nada; por isso, era preciso abrir-lhes o ouvido com balas de espingarda para que a sua cabeças voassem pelos ares." (sobre os camponeses revoltado - [Grisar v. Luther vol.l. p. 7l5. Ed. 7912]) 

CONTRA OS CAMPONESES2 - "Não quero saber nada de misericórdia" (...) "como já escrevi, escrevo ainda: ninguém se deve compadecer dos camponeses teimosos, obcecados, cegos, mas bater neles com cordas, pau e foice, como de faz com cães furiosos. Eles são, com certeza, revoltosos, ladrões, assassinos e blasfemadores, de modo que entre eles não há nenhum que não tenha merecido dez vezes a morte sem compaixão."O senhores compreendem o que está atrás desta populaça; o burro quer pau, e este povo quer ser governado pela força..." (...) "Os camponeses permanecem camponeses; faça-se-lhes o que quiser, têm o rosto, o nariz e os olhos tortos". (ainda sobre os camponeses revoltados - [Schlaginhaufen Leipzig, 1888, p. 125]). 

CONTRA OS CAMPONESES3 - "Estou satisfeito de que os camponeses sejam privados deste elemento de consolação: não entendem nada de música." (Conversas à mesa, n. 1817) 

CONTRA OS CAMPONESES4 - "Queria ser durante três dias um anjinho, para ir roubar o dinheiro dos camponeses e jogá-lo no (rio) Elba; mas depois faltaria corda, porque todos iriam enforcar-se" (Lutero em conversa com colegas - [Funck-Brentano, Martim Lutero, Casa Editora Vecchi, 1956, 2a. ed.]) 

PREGUIÇA E DEVASSIDÃO - "Aqui passo todo o dia no ócio e na devassidão." (descrevendo sua vida em Wartburgo - [De Wette IV. 553])
CONTRA CARLOSTADT - "Mil raios te partam antes de saíres da cidade." (despedida de Carlstadt na 'Urso Negro', Saxônia - [Bossuet, Jacques Benigne, Histoire des variations des eglises protestantes, Chez de la veuve de Sebastien Mabre-Cramoisy, Imprimeur du Roy, Paris, 1688]) 

CONTRA A RAZÃO - "A razão é a prostituta, sustentáculo do diabo, uma prostituta perversa, má, roída de sarna e de lepra, feia de rosto, joguemos-lhe imundícies na face para torná-la mais feia ainda." (sermão em Wittemberg - Grisar, Hartmann, S.J., Martin Luther, His life & work, The Newman Press, 1960]) .

Autor: Oswaldo
Fonte: Contra as Mentiras Religiosas - ORKUT (Suprimido)
Veja o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.


Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >