sábado, 22 de setembro de 2012

IRMÃZINHA DOS MENDIGOS


FALECEU A "IRMÃZINHA DOS MENDIGOS", IRMÃ EMMANUELLE



FALECE NA FRANÇA A "IRMÃZINHA DOS MENDIGOS"







Callian, Var, 21 out (RV) - A Irmã Emmanuelle, a mulher mais popular e querida na França, faleceu, na noite de domingo para segunda-feira, aos 99 anos, no asilo onde estava hospedada, em Calliar (Var).








Conhecida pela opinião pública como “ícone da solidariedade e apoio dos pobres e marginalizados”, Irmã Emmanuelle, no civil Madeleine Cinquin, nasceu em Bruxelas, filha de pai francês e de mãe belga. Completaria 100 anos, em 16 de novembro.






Em 1971, quando tinha 63 anos, Irmã Emmanuelle decidiu compartilhar a sua vida com os pobres do Cairo, no Egito, motivo pelo qual era chamada petite soeur des chiffonniers : “Irmãzinha dos mendigos”.

Na favela de Ezbet-Nakhl, no Cairo, ela se dedicou com abnegação para a construção de escolas, asilos e casas de acolhimento.

A associação ASMAE, que recebe seu nome, fundada por ela em 1980, continua ajudando milhares de crianças pobres no mundo inteiro.

A “Irmãzinha do mendigos” deixou o Egito em 1993, aos 85 anos, e regressou à França, estabelecendo-se na comunidade da Congregação de Nossa Senhora do Sion, para a qual havia entrado aos 20 anos, dedicando seu tempo à oração e à meditação, sem jamais deixar de ajudar os sem-teto e os imigrantes irregulares.

Tendo estudado na Universidade Sorbonne de Paris, Irmã Emmanuelle foi docente de Filosofia e Letras em Istambul, Túnis, Cairo e Alexandria.

Era também escritora: sua última obra “Tenho 100 anos, e queria dizer-lhes” (J'ai cent ans et je voudrais vous dire), foi publicada há dois meses.

No último dia 31 de janeiro, o Presidente da França, Nicolas Sarkozy, a condecorou com a medalha de “grande oficial da Legião de Honra”. (MT)

Fonte: RV
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >