TRADUZIR

domingo, 31 de julho de 2016

PARANÁ - PROTESTOS CONTRA DILMA E O PT


16/08/2015 14h25 - Atualizado em 16/08/2015 18h23

Paranaenses se unem e protestam 

contra o governo em várias cidades

Em Curitiba, protestos começaram às 14h e reuniram 60 mil pessoas. 
Manifestantes demonstram descontentamento com a presidente Dilma.


Manifestantes protestam em Curitiba  (Foto: Fernanda Fraga / RPC )Milhares de manifestantes protestam em Curitiba (Foto: Fernanda Fraga / RPC )
Manifestantes de várias cidades paranaenses participam dos protestos contra o governo desde o início da manhã deste domingo (16). Em Curitiba, as manifestações começaram às 14h na Praça Santos Andrade, no Centro. De lá, o grupo seguiu para a Boca Maldita, também na região central, e encerrou as manifestações por volta das 17h. A expectativa dos organizadores é de que 60 mil pessoas participaram. A Polícia Militar (PM) informou o mesmo número. Não houve registros de tumultos.
Muitos manifestantes demonstraram o descontentamento em relação ao governo e a presidente Dilma Rousseff (PT). Muitos ainda citaram frases de apoio a Operação Lava Jato e ao juiz federal Sérgio Moro.
Interior
Nas cidades do interior, a manifestação nacional contra a corrupção também reuniu milhares de pessoas em Umuarama, Paranavaí, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa, Cascavel, Guarapuava, Londrina, Francisco Beltrão, Maringá e Cianorte.
Em Foz, os manifestantes se concentraram em frente ao Colégio Estadual Bartolomeu Mitre, por volta das 9h, e, em seguida, fizeram uma caminhada pelas ruas centrais. A maioria dos participantes vestiu verde e amarelo e carregou cartazes pedindo a saída da presidente Dilma. Segundo a PM, havia 1,5 mil participantes, enquanto que a organização do evento estimou 1,3 mil manifestantes.
Na fronteira, a manifestação teve ainda o apoio dos servidores da Justiça Federal, em greve há mais de 80 dias. “Estamos aqui para manifestar a nossa posição contra o sucateamento do Poder Judiciário, situação que favorece a impunidade e a corrupção que se instalou no nosso Brasil”, comentou a analista judiciária federal, Vanessa de Oliveira.
Segundo a Guarda Municipal de Umuarama, o protesto que se estendeu por cerca de meia hora reuniu cerca de 200 pessoas na Praça Miguel Rossafa. Já a organização calculou entre 300 e 400 participantes.
Já em Paranavaí, a passeata também exigiu o fim da corrupção e o impeachment da presidente Dilma. Os manifestantes se concentraram em frente à prefeitura com faixas e cartazes. Segundo a Polícia Militar (PM), o movimento contou com cerca de 50 pessoas. Os organizadores do protesto, por sua vez, calcularam 300 pessoas.
Em Cianorte, também no noroeste, a organização da manifestação e a Polícia Militar contabilizaram 350 pessoas. A concentração que teve início pouco depois das 16h foi na Praça João XXIII, de onde o grupo seguiu pela Avenida Souza Naves em apoio à Operação Lava Jato, da Polícia Federal, e contra a corrupção no governo.
Por volta das 15h, manifestantes se reuniram na praça da Catedral da Igreja Católica em Cascavel, no oeste do Paraná. A maioria vestindo verde e amarelo acompanhou os discursos contra o Partido dos Trabalhadores, a presidente Dilma Rousseff e a corrupção no país. Houve ainda elogios ao juiz Sérgio Moro, responsável pelo julgamento dos investigados pela Operação Lava Jato. Segundo a organização, cerca de 3 mil pessoas participaram do ato. A PM calcula apenas 400.
Também à tarde, dezenas de pessoas se reuniram no Centro de Francisco Beltrão, no sudoeste do Paraná, para se manifestar contra o governo petista, do ex-presidente Lula e da presidente Dilma, e a corrupção. Os organizadores ainda recolheram assinaturas para um abaixo-assinado cobrando a redução dos salários dos vereadores dos atuais R$ 5,2 mil para R$ 1,2 mil. A organização estima a participação de 200 pessoas no protesto. A Polícia Militar não informou a quantidade de pessoas que estiveram na manifestação.
Em Londrina, na região norte, manifestantes se vestiram de verde e amarelo e protestaram com faixas e cartazes. A PM estima em 20 mil o número de participantes. Já os organizadores calcularam 65 mil pessoas no ato na tarde deste domingo. Em Maringá, também na região norte, tanto a PM quanto os organizadores também calcularam a participação de 20 mil pessoas.
Na região central do estado, os manifestantes se reuniram na Praça Cleve, em Guarapuava. O grupo começou o protesto por volta das 16h30 e seguiu em passeata até a Rua Saldanha Marinho, também no Centro. Segundo os organizadores, eram 900 pessoas. De acordo com a PM, 150.
Já em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do estado, os manifestantes se concentraram no Parque Ambiental Governador Manoel Ribas, entre as 15h e 17h30. Conforme a organização, três mil pessoas participaram do ato, enquanto que a PM calculou 800 pessoas.
Em Francisco Beltrão, organizadores colheram assinaturas para um abaixo-assinado exigindo a redução dos salários dos vereadores dos atuais R$ 5,2, mil para R$ 1,2 mil (Foto: Michelli Arenza / RPC)Em Francisco Beltrão, organizadores colheram assinaturas para um abaixo-assinado exigindo a redução dos salários dos vereadores dos atuais R$ 5,2, mil para R$ 1,2 mil (Foto: Michelli Arenza / RPC)
Em Foz do Iguaçu, manifestantes fizeram uma passeata pelo Centro da cidade. (Foto: Claodemir Balotin / Arquivo pessoal)Em Foz do Iguaçu, manifestantes fizeram uma passeata pelo Centro da cidade. (Foto: Claodemir Balotin / Arquivo pessoal)
Milhares de manifestantes protestam em Curitiba  (Foto: Giuliano Gomes / Agência Press)Em Curitiba, grupo se reúne na Praça Santos Andrade (Foto: Giuliano Gomes / Agência Press)
Manifestantes protestam contra o governo federal, em Curitiba (Foto: Giuliano Gomes/ PRPRESS)Manifestantes protestam contra o governo federal, em Curitiba (Foto: Giuliano Gomes/ PRPRESS)


Leia também esta:




Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >