domingo, 5 de agosto de 2012

A SUPREMA E INFALÍVEL AUTORIDADE BÍBLICA: O PROTESTANTE

Autoridade suprema na interpretação

da Bíblia: o protestante.



Em diversos sites protestantes encontrei estas questões com a tentativa de retirar  a autoridade da Igreja de Cristo transferindo-a para cada indivíduo que interpreta a Bíblia à seu talante. 

Cada questão em vermelho terá sua resposta em preto:











Veja também:
 Índice das Mentiras contra a Igreja Católica




Bíblia depenada dos protestantes



1. - Antes de começar a examinar as doutrinas Católicas Romanas específicas, devemos determinar quem é a autoridade final. Aqui encontramos nossa primeira grande discrepância. A Bíblia declara que ela é a única e final autoridade...









RESPOSTA: - A Bíblia declara? Onde? Isto não existe nem na bíblia depenada e falsificada dos protestantes e, muito menos ainda, na Bíblia verdadeira da Santa Igreja Católica.

2. - ...enquanto o Catolicismo ensina que existem três autoridades finais... ": A Sagrada Escritura é a Palavra de Deus enquanto é redigida sob a moção do Espírito Santo; Quanto à Sagrada Tradição, ela "transmite integralmente aos sucessores dos apóstolos a palavra de Deus confiada por Cristo Senhor e pelo Espírito Santo aos apóstolos, para que, sob a luz do Espírito de verdade, eles por sua pregação fielmente a conservem, exponham e difundam." P. 35, #81. A questão óbvia é o que acontece quando estas três "autoridades finais" discordam entre si. 

RESPOSTA: - É bem aqui que surge a "autoridade" suprema, a do protestante! Cabe a ela, mediante sua interpretação infalível e pessoal, decidir quando é que a Igreja está de acordo, ou em desacordo com a sua biblinha falsa e depenada. Desse modo identificamos, segundo o parecer dos rebelados, A AUTORIDADE SUPREMA SOBRE A TERRA COM RELAÇÃO À REVELAÇÃO DIVINA.

3. - O Catecismo dá a resposta: "O ofício de interpretar autenticamente a palavra de Deus escrita ou transmitida foi confiado unicamente ao Magistério vivo da Igreja, cuja autoridade se exerce em nome de Jesus Cristo, isto é, aos bispos em comunhão com o sucessor de Pedro, o bispo de Roma." P. 36, #85

É importante notar que quando o Catecismo explica que a tarefa de interpretar a Palavra de Deus foi confiada à "Igreja", está se referindo exclusivamente à Igreja Católica Romana. Esse é o caso através de todo o Catecismo. "A Igreja" refere-se sempre à Católica Romana. O Catecismo repete a mesma doutrina, usando palavras diferentes: "É dever dos exegetas esforçar-se, dentro dessas diretrizes, por entender e expor com maior aprofundamento o sentido da Sagrada Escritura, a fim de que, por seu trabalho como que preparatório, amadureça o julgamento da Igreja. Pois todas estas coisas que concernem à maneira de interpretar a Escritura estão sujeitas em última instância ao juízo da Igreja, que exerce o divino mandato do ministério de guardar e interpretar a Palavra de Deus." P. 42-43, #119.

Por conseguinte, o Catecismo conclui que a única autoridade final não é a Bíblia, mas o ensino em voga da Igreja Católica, uma vez que ela é a única qualificada para prover a "interpretação autêntica" da Palavra de Deus.

Quem vos ouve a mim ouve; que vos

rejeita a mim rejeita.
RESPOSTA: -  Corrigindo: Não é SOMENTE a Bíblia, mas TAMBÉM o Magistério infalível da Igreja e a Sagrada Tradição porquanto está escrito: "Quem vos ouve a mim ouve...". (Lc 10,16). Logo, ouvir àqueles que nos foram legitimamente enviados é o mesmo que ouvir a Cristo, que é Deus. Quanto às palavras divinas contidas na sagrada Tradição é a própria Bíblia, inclusive a falsificada dos protestantes, que afirma: "Por isso é que também nós não cessamos de dar graças a Deus, porque RECEBESTES A PALAVRA DE DEUS, que de nós OUVISTES, e a acolhestes, não como palavra de homens, mas como aquilo que realmente é, COMO PALAVRA DE DEUS, que age eficazmente em vós, os fiéis." (I Ts 2,13). 

4. - Mas a Bíblia concorda? Se a Bíblia, a Tradição e os ensinos da Igreja Católica são todos, de fato, a Palavra de Deus, então a Bíblia vai concordar com este ensino. Infelizmente, para o Catolicismo, não é assim. De fato, é realmente o contrário. Deus declara na Bíblia que Sua Palavra escrita sempre tem sido e sempre há de ser - perfeita:
"As tuas palavras são em tudo verdade desde o princípio, e cada um dos teus justos juízos dura para sempre." Salmo 119:160; "As palavras do Senhor são palavras puras, prata refinada em cadinho de barro, depurada sete vezes. Sim, Senhor, tu nos guardarás; desta geração nos livrarás para sempre." Salmo 12:6-7; A Bíblia declara audaciosamente que ela é a única autoridade final. "Santificaos na verdade; a tua palavra é a verdade." João 17:17; No Livro de Apocalipse, Deus entrega esta afiada admoestação contra quem rasurar sua Palavra escrita: "Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhes acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer cousa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa, e das cousas que se acham escritas neste livro." Apocalipse 22:18-19.


RESPOSTA: -  Só queria saber onde foi que o "crente" encontrou nestas citações a expressão "Palavra escrita". Em toda a questão 4, o  herege deixa subentendido que a Palavra de Deus tem que estar rigorosamente circunscrita às Escrituras - o que é antibíblico conforme Lucas 10,16. 



Pensando à maneira dos rebelados, pode-se concluir que as palavras de Cristo não eram palavras de Deus, enquanto não fossem escritas. Esquece-se  de que foi a Igreja que escreveu o Novo Testamento e o aprovou sem que Cristo houvera dado ordem para tanto.


5. - O Apóstolo Paulo avisa aos leitores da Bíblia como deveriam reagir contra os que ensinam doutrinas contrárias à Palavra de Deus escrita: "Rogo-vos, irmãos, que noteis bem aqueles que provocam divisões e escândalos, em desacordo com a doutrina que aprendestes, afastai-vos deles, porque esses tais não servem a Cristo, nosso Senhor, e sim, ao seu próprio ventre, e, com suaves palavras e lisonjas enganam o coração dos incautos." Romanos 16:17-18...



RESPOSTA: -  Tiro no próprio pé! São os protestantes que provocam divisões. Além disso , na passagem não se encontra a expressão "Palavra de Deus escrita".

6. - Paulo adverte os crentes verdadeiros a evitar qualquer pessoa que ensine doutrinas contrárias às escritas nas Escrituras. 

RESPOSTA: -  Mais uma vez, a autoridade da Igreja, Coluna a Sustentáculo da Verdade (I Tm 3,15) ficou submissa à autoridade de cada indivíduo que, se julgando infalível na interpretação das Escrituras, se pensa Todo Poderoso e que tem o poder de se opor aos ensinos ministrados pela única e verdadeira Igreja de Cristo.

7. - Ele também revela as conseqüências de crer em tais ensinos falsos: "Mas ainda que nós, ou mesmo um anjo vindo do céu vos pregue (outro) evangelho que vá além do que vos temos pregado, seja anátema." Gálatas 1:8

Quanto Cristo enviou sua Igreja para ensinar todas as 
nações nada havia sido escrito do Novo Testamento e 
nem Cristo tinha ordenado para que o escrevessem.


RESPOSTA: - Melhor explicando: o texto se refere ao Evangelho que os apóstolos pregavam, isto é, ensinavam oralmente. Nada fala de Evangelho escrito, porque ainda não fora escrito.

8. - Em seguida Paulo repete imediatamente: "Assim como já dissemos, e agora repito, se alguém vos prega (outro) evangelho que vá além daquele que recebestes, seja anátema." Gálatas 1:9.

RESPOSTA: - A pregação apostólica é transmitida fielmente pela única e verdadeira Igreja de Cristo. Quem anda ensinando um outro evangelho são os protestantes que divergem dela e também entre si na questão de ensinos. 





“Hay gobierno? Soy contra! No hay gobierno? 
Soy contra también!”
A divisão protestante pulverizou-se de tal modo que chegou ao cúmulo de agora encontrarmos numerosíssimos evangélicos sem igreja, isto é, cada indivíduo se tornou uma micro-seita, constituindo-se no maior grupo no Brasil de cristãos não católicos [Jesus nos manda considerá-los pagãos e publicanos (Mt 18,17)] com a maior quantidade de adeptos,  fruto da Babel protestante. Assim a rebelião conta agora com mais de 15 milhões de indivíduos-seita. Somente depois deste é que vem a Assembléia de Deus com mais de 12 milhões e fiéis.


Falso Profeta
9. - Assim, quando a doutrina Católica contradiz a Palavra de Deus escrita, aqueles que vão de encontro às Sagradas Escrituras são amaldiçoados. 

RESPOSTA: - Impossível acontecer tal contradição. Só se Cristo fosse um falso profeta, pois garantiu: "as portas do inferno não prevalecerão contra ela". (Mt 16,18). Quanto à Palavra de Deus é bom que entenda de uma vez: ela jamais poderá se contradizer porque Deus é veraz e o homem, mentiroso (Rm 3,4). Cristo não pode mentir nem se contradizer quando fala pela boca da Igreja: "Quem voz ouve a mim ouve..." (Lc 10,16).

10 - O autor de Provérbios entrega a mesma dura advertência a qualquer um que se atreva a mudar a Palavra de Deus escrita:...

RESPOSTA: - A palavra de Deus é sempre veraz seja escrita ou transmitida oralmente.

11. - "Toda Palavra de Deus é pura; ela é escudo para os que nele confiam. Nada acrescentes às suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso." Provérbios 30:5-6.



Quem vos ouve a mim ouve que vos despreza a mim despreza.
RESPOSTA: - Os falsos crentes não somente adulteram a Palavra de Deus como também se contrapõem a ela rejeitando-a quando proferida pelo legítimos enviados de Cristo. Preferem rejeitar a Cristo para dar ouvidos àqueles que jamais foram enviados por Deus.


12. - A Palavra de Deus permanece para sempre! Deus diz que sua Palavra foi escrita uma vez, a fim de permanecer para sempre. "Para sempre, ó Senhor, está firmada a tua palavra no céu." Salmo 119:89. "A palavra do Senhor, porém permanece eternamente..." 1 Pedro 1:25; "....a palavra de nosso Deus permanece eternamente." Isaías 40:8; "Pois fostes regenerados, não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente." 1 Pedro 1:23

A Palavra de Deus é perfeita!


RESPOSTA: Aqui nada fala de Palavra escrita.


O que ligares na terra será ligado

nos céus
13. - A Palavra de Deus não pode ser mudada, porque ela é perfeita em todo sentido: "A Lei do Senhor é perfeita e restaura a alma..." Salmo 19:7; O Catolicismo proclama que somente o líder da Igreja Católica pode interpretar devidamente a palavra escrita, mas a Bíblia discorda: "...nenhuma profecia da Escritura provém de particular interpretação. Porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana, entretanto homens santos falaram da parte de Deus movidos pelo Espírito Santo." 2 Pedro 1:20-21...


RESPOSTA: - Foi a Pedro e não ao Papa que Cristo disse individualmente: ",,, tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus". (Mt 16,19). Agora pergunto: qual é o protestante que pode mostrar nas Escrituras onde está escrito que ele, pessoalmente, pode ligar ou desligar aqui na terra que tudo será ligado ou desligado no céu? Já com o Papa é diferente, porque historicamente é legítimo sucessor de Pedro...


Interpretam para sua perdição
14. - Onde Deus quer que seu povo obtenha sua doutrina... de um padre - ou da Bíblia?



RESPOSTA: - Certamente não é diretamente da Bíblia que não é de pessoal interpretação segundo o mesmo articulista afirmou na questão 11. Respondo: Já, nem digo do padre, mas de um humilde catequista ligado ao padre e este ao bispo e este ao bispo de Roma, o Papa. Muitos interpretam a Bíblia para sua própria perdição segundo está escrito: "Nelas [nas cartas de São Paulo] há algumas passagens difíceis de entender, cujo sentido os espíritos ignorantes ou pouco fortalecidos deturpam, para a sua própria ruína, como o fazem também com as demais Escrituras. (II São Pedro 3,16)



15. - "Toda escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção, para a educação na justiça." 2 Timóteo 3:16. Paulo não faz alusão alguma ao Magistério ou à Tradição da Igreja, pois o verso anterior diz: "E que desde a infância sabes as sagradas letras que podem tornar-te sábio para a salvação pela fé em Cristo Jesus." 2 Timóteo 3:15; Desde que a Igreja Católica ainda não existia quando Paulo escreveu estas palavras, ele não poderia estar se referindo aos ensinos do Catolicismo.



Ide, pois [com esta autoridade] e ensinai
a todas as nações
RESPOSTA: Como não faz alusão? A quem ele escreve esta carta? Aos fiéis, ou a um bispo da Igreja de Cristo, chamado Timóteo? E como foi que o rebelado soube que ainda não existia a Igreja Católica? O que existia nesta época era o Velho Testamento e a Igreja que, em virtude da autoridade recebida de Cristo, decidiu escrever o Novo Testamento. Veja as palavra de Cristo: "Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo". (Mt 28, 18-20).



16. - Deus repartiu sua autoridade? Como estes e centenas de outros versos deixam claro, Deus jamais deu a alguém autoridade para acrescentar ou mudar Sua Palavra. Ela é perfeita e completa, exatamente como ele a escreveu. Uma das primeiras questões que você deve responder para você mesmo é: Deus violaria todas estas Escrituras só para dar ao Papa e à Igreja Católica o direito de mudar Sua Palavra, embora Ele tenha dito que jamais o faria?



RESPOSTA: - Se Deus não repartiu sua autoridade, então, por que você, que sequer pode ser considerado cristão (Mt 18,17), reclama uma autoridade superior à da Igreja para lhe impor a própria e "infalível" interpretação, decidindo se o que ela ensina está de acordo ou em desacordo com a Bíblia, ou se ela está conservando ou violando a Palavra de Deus?


17. - Os Fariseus. Enquanto Jesus estava na terra ele publicamente hostilizava os Fariseus, líderes religiosos do seu tempo: "E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens. Negligenciando o mandamento de Deus, guardais a tradição dos homens..." Marcos 7:7-8; Jesus estava aborrecido porque os Fariseus tinham colocado suas tradições acima da Palavra de Deus, porque Ele sabe que a Palavra de Deus conduz o povo à vida eterna, enquanto as tradições dos homens levam o povo à eterna destruição. Embora esses líderes religiosos obedecessem todas as regras da sua religião, veja o que Jesus disse que os estava esperando: "Serpentes, raça de víboras! Como escapareis da condenação do inferno?" Mateus 23:33; Quando os Fariseus perguntaram a Jesus porque os seus discípulos transgrediam as tradições dos anciãos, Jesus respondeu-lhes com uma pergunta: "Porque transgredis vós também o mandamento de Deus, por causa de vossa tradição?" Mateus 15:3.



RESPOSTA: - Jesus repele as falsas tradições que anulavam as determinações divinas. Porém nada reprovou com relação às verdadeiras tradições que também são palavras de Deus. A própria Bíblia foi toda ela escrita com base nas tradições dos antigos. Veja no texto que acabei de citar: "Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo". (Mt 28, 18-20). Daí posso lhe perguntar: Os discípulos de Cristo que foram pregar por toda a parte o Evangelho já dispunham do Novo Testamento? Não! Portanto eles pregavam à base da TRADIÇÃO APOSTÓLICA. E quando Jesus diz: "Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi", está claramente afirmando que devemos observar tudo o que ele ensinou e que foi transmitido oralmente. Por suas palavras devemos, pois, OBSERVAR AS TRADIÇÕES recebidas do Apóstolos.

Além do mais, São Paulo estava certo ou errado quando nos manda conservar as tradições: "Assim, pois, irmãos, ficai firmes e conservai os ensinamentos que de nós aprendestes, seja por palavras, seja por carta nossa". (II Ts 2,15)?

18. - Jesus sempre colocou as Escrituras acima das tradições: "Respondeulhes Jesus; Errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus." Mateus 22:29; A Palavra imutável de Deus tem sido sempre a autoridade final, nunca as tradições dos homens.
"Cuidado que ninguém vos venha a enredar com sua filosofia e vãs sutilezas,conforme a tradição dos homens, conforme os rudimentos do mundo e não segundo Cristo." Colossenses 2:8



RESPOSTA: As tradições da Igreja são sempre Palavra de Deus que fala através de sua boca (Lc 10,16). Quem rejeita sua palavra estará rejeitando a Cristo. Não se pode chamar às palavra de Cristo como se fosse coisas oriundas de homens. O que a Igreja fala é eternamente verdadeiro, pois Cristo é fiador de sua palavra. E quanto o "Errais ignorando as Escrituras" é apenas uma bronca de Cristo contra os saduceus que, embora conhecendo-as a fundo, tal qual os protestantes, não descobrem nelas a verdade da ressurreição dos mortos.


19. - Os Cristãos do Novo Testamento sabiam qual era a autoridade final: "Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as cousas eram, de fato, assim." Atos 17:11. Para determinar se o que eles tinham ouvido era verdade aquelas pessoas foram à autoridade final, as Escrituras escritas. 



RESPOSTA: - Na verdade não se tratava de cristãos e sim de judeus que não fiavam nas palavras do apóstolo Paulo e por isso, tinha de conferir tudo o que ele falava se era realmente o que estava contido no Velho Testamento. Portanto não se tratava de "cristãos do Novo Testamento"! e sim de judeus do Velho Testamento. Quando aos cristãos nem precisavam consultar nada, pois sabiam que as palavras dos apóstolos eram efetivamente palavras de Deus, conforme já tive oportunidade de falar aqui mesmo: "Por isso é que também nós não cessamos de dar graças a Deus, porque RECEBESTES A PALAVRA DE DEUS, que de nós OUVISTES, e a acolhestes, não como palavra de homens, mas como aquilo que realmente é, COMO PALAVRA DE DEUS, que age eficazmente em vós, os fiéis." (I Ts 2,13). 



20. - Jesus fala de Sua Palavra: "...Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. Quem não me ama não guarda as minhas palavras..." João 14:23-24; Considere estas palavras do apóstolo Paulo: "Outra razão ainda temos nós para incessantemente dar graças a Deus; é que tendo vós recebido a palavra que de nós ouvistes, que é de Deus, acolhestes não como palavra de homens, e, sim, como em verdade é, a palavra de Deus..." 1 Tessalonicenses 2:13. Quando Paulo pregava a Palavra de Deus para aquele povo, não era a doutrina Católica, porque o Catolicismo ainda não existia.



RESPOSTA: - ORIGEM TARDIA DO PROTESTANTISMO - SOMENTE A IGREJA CATÓLICA PODE SER IDENTIFICADA COM MILAGRES E PRODÍGIOS VERDADEIROS - Certeza mesmo que temos é que não existia o protestantismo que apareceu somente no século XVI. Vieram, pois, tarde demais! Trata-se de uma rebelião pura e simples que não tem como explicar a si mesma. Não possui nenhuma autoridade que se possa dizer legítima. Tudo o que o protestantismo tem hoje não passa de roubo e usurpação. 

Suas seitas são comparadas a milhares de prostitutas que disputam desavergonhadamente um único marido que é Cristo que, por sua má sorte, é monogâmico. Ele tem uma só esposa que é a Santa Igreja Católica à qual identifica com seus sinais que são os milagres prodígios e portentos tão verdadeiros que podem ser examinados meticulosamente pelos mais peritos dos homens sem permitir que possam declarar que são efeitos de causas naturais. 



Os evangélicos por mais que garganteiam acontecerem milagres à carradas em suas sessões, jamais conseguiram fazer passar por teste rigoroso um único desses "milagres" que dizem acontecer em seus meios.


21. - Conclusão - Deus não muda (Malaquias 3:6), porque Ele é perfeito. Seu Filho Jesus não muda (Hebreus 13:8), porque Ele é perfeito. Por que, então, iria a perfeita Palavra de Deus mudar? Quando você ler o conteúdo deste livro, será forçado a decidir no que você acredita como autoridade final: na Palavra escrita de Deus ou nos ensinos e tradições da Igreja Católica? Sua decisão se tornará crítica, quando você descobrir que os ensinos do Catolicismo são diametralmente opostos a todas as doutrinas que você examinará. 



RESPOSTA: - Estamos vendo aqui alguém que se arroga possuir, sem jamais ter recebido de Deus, uma autoridade superior à da Igreja, tal que a pode, por suas próprias luzes, julgar seus ensinos e considerá-lo errados, pois erradamente considera infalíveis suas interpretações da Bíblia. Só que, para sua confusão, não consegue mostrar onde está na Bíblia uma palavra sequer que o autorize a tanto e, pelo contrário, o que pode encontrar é algo  que condena a interpretação pessoal das profecias e, por extensão toda a Escritura.



22. - Você vai ficar do lado da Palavra de Deus ou das tradições dos homens? "Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passarão." Mateus 24:35 Nota: Uma vez que as Escrituras escritas estabelecem plenamente que elas são a única Palavra de Deus, o que for escrito neste livro como Palavra de Deus estará sempre se referindo à Palavra escrita de Deus somente, e não às Tradições e ao Magistério da Igreja Católica.
"...Seja Deus verdadeiro e mentiroso todo homem..." Romanos 3:4.



RESPOSTA: - Como são cansativos os rebelados! Este passou to tempo todo dizendo que a palavra de Deus está contida unicamente na Bíblia, sem contudo mostrar uma única vez onde é que está isto escrito. Cristo, o desmente, revelando-nos que a Igreja deve ensinar a observar, pela tradição, tudo o que ele nos havia prescrito (citado acima) e São Paulo nos manda a conservar sua palavras tanto escritas como simplesmente ouvidas. Não tem jeito. O trato com os hereges é penoso por sua teimosia e apego às doutrinas recebidas de seus falsos pastores. Assim se expressa o apóstolos dos gentios: "O homem que assim fomenta divisões, depois de advertido uma primeira e uma segunda vez, evita-o", (Tito 3,10).

Autor: Oswaldo
Veja o ÍNDICE DAS MENTIRAS NO GOOGLE+








Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >