terça-feira, 24 de maio de 2016

O ANTICRISTO - "O FILHO DE SATANÁS, O INÍQUO, NASCERÁ ENTRE VÓS"



CONVERSÃO DE EX PASTOR DA IGREJA QUADRANGULAR 

Experiência de Conversão ao catolicismo do ex pastor da Quadrangular, Leandro Przybytek


Leandro na infância, vivia com vovó Maria. Com dois anos e meio de idade, desenvolveu uma doença grave no intestino. Foi desenganado pelos médicos. 

Sua vovó num ato de desespero, o levou na capela do hospital e diante da imagem de Nossa Senhora, entre lágrimas fez uma oração dizendo: “Minha Senhora, você sabe como é difícil perder um filho, não deixe que o meu morra”. Saiu da capela e foi levando o menino para casa, alegando ao médico que se fosse para ele morrer que morresse perto dela, em casa. 

Doutor receitou vários medicamentos e o liberou. 

Chegando em casa, Dona Maria não deu nenhum remédio para o neto e o alimentou com feijão, arroz, carne, etc. Aos poucos o menino foi ficando corado, forte e bonito. 

Na adolescência, por problemas familiares, o garoto foi morar com uma tia, da igreja evangélica Quadrangular. Educou o jovem na sua religião. O rapaz assumiu com garra os ensinamentos da Igreja Evangélica e dedicou-se no estudo da Sagrada Escritura, porque queria ser Pastor. 

Na medida em que estudava a Bíblia, aumentava sua aversão pelo catolicismo. Foi nomeado pastor numa cidade pequena, Farol que fica perto de Campo Mourão. Ali ele foi arrastando a maioria de católicos mornos para sua Igreja. Visitava as famílias e as convencia sobre a idolatria. As pessoas entregavam as imagens de santos sem muita resistência. Ele as levava para sua casa e no meio de zombaria, gargalhadas, destruía tudo. Uma Imagem de Nossa Senhora Aparecida não conseguiu destruir e nem queimar. Jogou-a no lixeiro, alegando sarcasticamente que, um dia alguém a encontraria em algum rio... 

Leandro era um Pastor incansável e foi convidado para participar de uma convenção, em Curitiba. 

Como pernoitasse lá, ele e mais dois participantes não estavam com sono e saíram para evangelizar quem quer que fosse. Pobres, mendigos, etc. Estando eles na praça, viram uma senhora aparentando 60 anos, vindo em sua direção com um terço e uma Bíblia na mão. Leandro falou: “Vou evangelizar essa católica, idólatra. Outros tiraram sarro lhe dizendo: Cuidado para ela não arrastar você pro lado de lá”. E riam... 

Chegando perto deles, a senhora olhou para o Leandro e disse que a Nossa Senhora iria visitá-lo e fazer uma obra grandiosa na vida dele.E se retirou... 

O ardente Pastor ficou encucado. ¨Que visita??¨ ¨Que obra¨. E murchou!! Claro! Os companheiros tiraram uma casquinha dele... 

A convenção acabou, voltaram para casa. Por aqueles dias, Leandro foi convidado para ministrar uma palestra com o tema A fidelidade na bíblia. Na hora de preparar o assunto, abriu a Sagrada Escritura justo na passagem da Anunciação do Nascimento de Jesus. Pensou.:..¨Caramba! Logo aqui! Eu falar sobre a Maria dos católicos... Mas, preparou e o tema foi: MARIA EXEMPLO DE MÃE E SERVA FIEL. Ministrou a palestra que caiu como uma “bomba” na igreja Quadrangular. 

Os Pastores fizeram uma reunião e chamaram-no para discipliná-lo. 

Como! você então resolveu falar da Maria dos católicos na nossa igreja? Explique isso? Pensou na repercussão que isso vai dar??!! 

O pastor valente sentiu-se acuado e medroso. No seu pensamento cozinhava ideias sobre a Bíblia. Segundo ele, teve uma luz do Espírito Santo e desafiou a assembleia: ¨Ok! Na Escritura Sagrada consta que Moisés um homem íntegro e fiel a Deus, matou um homem e enterrou na areia. Davi, muito bom, fazia salmos, amava Deus além de ser assassino se deu a luxuria. ‘Apontem-me um só pecado que Maria fez e que a Bíblia prova’. Silêncio total na sala... _‘Pois é, a partir de hoje eu me demito como pastor, de agora em diante vou frequentar a igreja como um simples participante’ e saiu... 

Leandro participava dos cultos sem ânimo. Ficava no fundo da igreja, cada vez mais atolado no seu “NADA.” 

Elírio, um carismático católico, entra na história de Leandro. Convida-o para missa e adoração do Santíssimo, após à missa. Com muita insistência obedeceu ao amigo e foi. Sentou bem atrás e permaneceu assim. Criticando tudo, mentalmente. Na hora da adoração, “vichi”... A coisa pegou: “onde já se viu adorar um recipiente de ouro, dizendo que o Jesus está lá”. Porém foi aguentando firme lá, no banco. Os cristãos começaram a cantar hinos de louvor acompanhado de alguns instrumentos. A Adoração foi ficando bonita e ele sentiu-se inebriado gostando porque ali, também tinha louvor a Deus. Vários convites foram feitos pelos carismáticos e aos poucos os amigos o convenceram de participar das missas e eventos. 

A família toda evangélica, descobriu e foi outra “bomba”! Começaram a rejeitá-lo, debochavam alegando que agora ele pertence para Maria dos católicos, etc, etc. O clima ficou tão pesado que o rapaz não suportou e voltou para casa da Vó que o acolheu com alegria porque é única que é católica. 

No dia 03 de Junho de 2010, voltando ele da Missa resolveu passar a noite na casa da mãe dele. 

Sentiu muito sono e foi dormir cedo. Pelas 02h30m. Da madrugada acordou bem desperto. Logo sentiu um carinho meio estranho na sua cabeça. Imaginou que a mãe não podia ser porque isso ele tinha só, quando era bem pequeno e era diferente. Ele sentia algo estranho e ficou com muito medo, pavor! O quarto onde estava encheu-se de luz, muita luz. Sua mãe gritava do quarto dela para ele apagar a luz da sala. Porém ele tinha certeza que a luz estava apagada e essa claridade era diferente.

 Tomado de pavor, não queria virar o rosto para o lado da claridade e algo alisava seu cabelo. Buscou coragem e virou-se rápido. Viu uma mulher muito linda, suspensa no ar perto dele. Estava vestida com uma túnica branca e um manto azul bem clarinho que cobria sua cabeça e escorria pela túnica. Ela deu um sorriso e falou: “Você é muito amado” e desapareceu. O ambiente encheu-se de tanto cheiro de rosas que a mãe ficou impressionada, porém Leandro não lhe contou nada. Foram se passando dias e o perfume de rosas continuava. Sua mãe ficou muito preocupada, procurando rosas dentro de casa, foi aí que Leandro contou e levou um belo deboche: “É Maria dos católicos”¨. E riu...

No dia 17 de Junho de 2010, depois da missa novamente, foi para casa da mãe. À noite foi dormir mais cedo, estava pressentindo que algo iria acontecer. Leu um trecho da Bíblia e deitou. Logo viu a mesma claridade no seu quarto. Nossa senhora apareceu-lhe do mesmo jeito e com sorriso, disse: ¨Você é muito amado. Tinha duas alianças na mão e colocou uma no dedo de Leandro, fechou o punho e ficou com outra. Solicitou um papel e uma caneta e mandou-o escrever o que Ela iria ditar. 


_ Diga aos meus filhos que o filho de satanás, o iníquo, nascerá entre Vós. Vigiai e Orai. Sela isso.



Rezai a Jesus Misericordioso, sem cessar. 

_Diga aos meus filhos que depois disto, haverá uma grande tribulação e perseguição dos cristãos no mundo e no Brasil. 

_E virá a amada noiva de Cristo. Um grande avivamento sobrenatural, onde grandes sinais, prodígios e maravilhas acontecerão. 

_Haverá grandes catástrofes pela multiplicação dos pecados dos homens.


_ “Orai a Jesus Misericordioso.”



_Diga aos meus filhos também, que haverá união entre os cristãos. Protestantes se unirão a Santa Igreja



 Depois disto Ela desapareceu, exalando o perfume de rosas. 



Hoje, Leandro é convertido ao catolicismo, trabalha na renovação carismática e, é ministro de oração por cura da libertação. Tem muita ansiedade em acertar os caminhos de Deus.
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >