TRADUZIR

sábado, 24 de agosto de 2013

CANSEI-ME DE SER CHAMADO DE IDÓLATRA


CANSEI-ME DE SER CHAMADO DE IDÓLATRA


Não aceito que me desrespeitem porque trago a cruz na qual meu Senhor morreu para me salvar e nem aceito que me critiquem porque tenho os santos, modelos de vida e de entrega ao amor de Deus. Se os tenho representado nas imagens, fotografias e esculturas é porque a própria Bíblia me ensinou assim. Afinal, foi o próprio Deus que pediu a Moisés que fizesse uma “imagem” de uma serpente de bronze para que as pessoas, ao olharem, ficassem curadas. 

NÃO CONSIGO PERMANECER NA DÚVIDA...






Não consigo permanecer na dúvida. Busco a causa, vou às fontes pra poder entender tudo aquilo que, às vezes fica difícil entender. Sempre fui assim. Nunca aceitei explicações pela metade e por isso não me contento com explanações rasas e sem fundamento. 

Estou dizendo isso, porque me cansei de ouvir tanta bobagem em torno das imagens que a minha Igreja conserva com tanto carinho. 

Já não suporto mais as manipulações da Bíblia para jogar na cara dos católicos de que somos idólatras. 

Cansei de ser desrespeitado na minha fé e ser chamado de idólatra. 

Não aceito que me aviltem tentando desqualificar a minha fé. 

Alto lá, você não está falando de uma instituição criada há alguns meses. 

Estamos falando de uma instituição de dois mil anos. Estamos falando sobre uma instituição que criou o método científico, desenvolveu o estudo da genética, criou as universidades e hospitais, civilizou a Europa, desenvolveu o estudo do Direito, vasculhou os céus e desenvolveu a astronomia, deu ao mundo os maiores filósofos e cientistas. E, continua sendo, como sempre foi, a maior instituição caritativa do planeta.

Resultado de imagem para catolica a maior instituição caritativa do mundo


Ora se não bastasse tudo isso, foi fundada pelo próprio autor da fé, Jesus Cristo. Então não aceito a pecha de idólatra, só porque tenho as imagens em gesso ou madeira daquela que foi a Mãe de meu Salvador. 

Não estou inventado, confira lá: 
“e o Senhor disse a Moisés: Faze para ti uma serpente ardente e mete-a sobre um poste. Todo o que for mordido, olhando para ela, será salvo.” (Números 21, 8). 

O mesmo Deus pediu que se fizessem duas imagens de anjos e colocassem sobre a arca da Aliança; confira de novo: “Farás dois querubins de ouro; e os farás de ouro batido, nas duas extremidades da tampa, um de um lado e outro de outro” (Êxodo 25, 18). 

Vamos mais a alguns exemplos de que a própria Bíblia pede que sejam feitas imagens: “Farás o tabernáculo com dez cortinas de linho fino retorcido de púrpura violeta, púrpura escarlate e de carmesim, sobre as quais alguns querubins serão artisticamente bordados.” (Êxodo 26, 1). 


A Bíblia instruiu para que as cortinas do tabernáculo tivessem imagens de anjos bordadas. 

Além disso pediu que o véu também tivesse imagens de anjos artisticamente bordadas: “Farás um véu de púrpura violeta, de púrpura escarlate, de carmesim e de linho retorcido, sobre o qual serão artisticamente bordados querubins.” (Êxodo 26, 31).

Mas e a condenação que está em Êxodo? 

“Não farás para ti escultura, nem figura alguma do que está em cima, nos céus, ou embaixo, sobre a terra, ou nas águas, debaixo da terra”(Êxodo 20,4). 


A Bíblia é um livro pra ser lido na sua totalidade e jamais isolando versículos. A manipulação da Palavra de Deus vem dessa prática perversa, a de escolher uma palavra e, sem considerar o todo, transformá-la em lei. Isto se chama FUNDAMENTALISMO que é fruto da má-fé ou da ignorância. 

A leitura do hebraico se faz de direita para a esquerda. Assim lemos "Não haverá para ti outros deuses diante de minha face não farás para ti imagem de ídolo de tudo de cima no céu..."
A Bíblia não pode ser lida por partes como se fosse um monte de palavras jogadas ao vento.

A Bíblia não são palavras. 

Ela é a Palavra

Uma só Palavra de Deus que nos leva ao amor e à salvação, por isso lê-la extraindo dela só o que nos convém é desonestidade. 

O texto que condena a fabricação de esculturas é antecedido por dois outros versículos: “Eu sou o Senhor teu Deus, que te fez sair do Egito, da casa da servidão”.(Êxodo 20,2) e Não terás outros deuses diante de minha face”.(Êxodo 20,3). 

Ora, a proibição não é em relação à escultura em si, mas daquilo que a escultura representava para eles. Naquele momento de travessia do deserto, o povo se deixava levar por ídolos e acreditava que estes ídolos habitavam em algumas esculturas que eram comuns em outros povos. 

Por isso a afirmação de Êxodo 20,4 é uma condenação à idolatria, que seria trocar o Deus verdadeiro por aqueles ídolos que eles acreditavam habitar nas esculturas. O problema não são as imagens, mas o que eles acreditavam ser as imagens.

Esta condenação ainda é válida, pois não devemos trocar o Deus verdadeiro por qualquer outro deus – isto, sim, seria idolatria. 

Mas a idolatria pode acontecer não somente em relação à imagem. Alguém que troca Deus pelo dinheiro é idólatra. Alguém que coloca uma pessoa no lugar de Deus é, da mesma forma, idólatra. Assim , o jogo, a bebida, o time de futebol, podem se tornar idolatria, basta que isto tome o lugar de Deus.



NOTA DO OSWALDO: - Quem participa de cultos fora da obediência às legítimas autoridades cometem, não somente idolatria como também feitiçaria. É, portanto, um culto não a Deus - que o rejeita por rebelião -, mas a Satanás. Terafins são ídolos adorados por alguns povos palestinos. 


TODO CULTO SEM A OBEDIÊNCIA É IDOLATRIA E FEITIÇARIA

"Agrada-se a Javé com holocaustos e sacrifícios como se agrada com a obediência à sua palavra? Sim, a obediência é melhor do que o sacrifício, a docilidade mais do que a gordura dos carneiros. PECADO DE FEITIÇARIA, eis o que é a rebelião, UM CRIME DE TERAFIM, eis o que é a presunção! Porque rejeitaste a palavra de Javé, ele te rejeitou..." (1Sm 15,22-23)


A Igreja católica, há dois mil anos, prega contra a idolatria e foi essa Igreja que se levantou contra as terríveis heresias nos primeiros séculos do cristianismo. De combate à idolatria, a Igreja entende. Por isso quando um católico reza perante uma imagem ele tem plena consciência que está simplesmente diante de uma imagem, da mesma forma que vejo uma fotografia de alguém e relembro a sua trajetória.

Enquanto escrevo esse texto, tenho ao meu lado o jornal que estampa a figura de Margaret Tatcher, ora, sei que a baronesa Tatcher não está neste papel e tinta, é somente uma representação, no caso gráfica, de um rosto. Mas ao olhar para esta foto recordo-me de tudo que esta mulher fez pela Inglaterra e pelo mundo naqueles anos em que foi Primeira-Ministra. 

Assim quando olho para uma imagem de alguém que viveu e testemunhou a sua fé sinto-me fortalecido e impelido a imitá-lo. Assim são nossos santos, modelos de virtude e fé. É simples assim, não há idolatria. Há sim, respeito pela memória de alguém que viveu plenamente e se tornou modelo para minha vida. 

Diante de minha mesa de trabalho carinhosamente olho, neste momento, para uma imagem da Mãe de Jesus, volto-me e olho para São José que foi escolhido por Deus para cuidar de seu filho que nasceria em Belém, ainda olho para uma outra imagem de São Judas Tadeu, fiel apóstolo do Senhor, ao seu lado uma imagem de São Francisco, homem que viveu na pobreza pois entendeu que a única riqueza era estar em Deus. 

Como me faz bem olhar para essas imagens, pois me sinto com mais vontade de imitá-los para me aproximar mais do Senhor. E por falar nisso, em minha frente há um crucifixo, é como se Jesus estivesse ali me dizendo que se entregou por amor a mim. Que bom que tenho sempre essas imagens me lembrando daquilo que eu não posso jamais esquecer.

Padre Juarez de Castro
Fonte: www.padrejuarez.com.br


POSTAGEM  SEGUINTE -  Sem fazer uma análise mais aprofundada cuidava tratar-se de um sósia do Papa...





POSTAGEM  ANTERIOR - Trata-se de uma PARÁFRASE, isto é, uma reafirmação das ideias de um texto ou uma passagem usando outras palavras...




Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >