quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

FRIBOI - ROBALHEIRA SEM FIM

PF prende vários por fraudes nos fundos pensão de R$ 8 bilhões. JBS/Friboi e OAS estão no meio

Por mais essa, todos observam que o 'cartel das empreiteiras', também tem parceiros de crime como a JBS/Friboi que doou milhões de reais a campanhas de deputados, governadores, senadores e candidatos a presidência da República.
Desta vez, a PF descobriu que o bando também fraudou e encheu as contas bancárias com mais de R$ 8 bilhões dos tais fundos de pensão.
Todos sabem que parte da 'dinheirama' roubada do povo através de BNDES, Petrobras, Bancos Públicos e Fundos de Pensão, agora também bancam protestos de lulo-petistas pelo Brasil e campanhas de candidatos a prefeitos e vereadores pelo país. 


PF na cata dos marginais

***Policiais federais foram às ruas nesta segunda-feira (5) em uma operação que investiga irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país, todos ligados a estatais.
Os desvios são estimados em pelo menos R$ 8 bilhões. Ao todo, são cumpridos 106 mandados de busca e apreensão, 34 mandados de condução coercitiva e 7 mandados de prisão temporária. De acordo com a Polícia Federal, os alvos são 74 pessoas e 38 empresas ou entidades.
Os focos da operação: "Greenfield" são a Funcef (fundo de pensão de funcionários da Caixa), a Petros (de trabalhadores da Petrobras), a Previ (de funcionários Banco do Brasil) e o Postalis (de trabalhadores dos Correios). A ação da PF conta com auxílio do Ministério Público Federal, a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Os mandados foram expedidos pela 10ª Vara Federal de Brasília.
As ações ocorrem em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Amazonas e no Distrito Federal. Em São Paulo, a PF cumpriu mandados nas empresas JBS, Engevix, OAS e WTorre.
O ex-diretor da OAS, Léo Pinheiro, foi alvo de condução coercitiva.
Ele já estava em prisão domiciliar pela Lava Jato. "A decisão judicial ainda determinou o sequestro de bens e o bloqueio de ativos e de recursos em contas bancárias de 103 pessoas físicas e jurídicas que são alvos da operação no valor aproximado de R$ 8 bilhões", informou a Polícia Federal. ***(Com G1)
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >