domingo, 6 de setembro de 2015

O PRÓPRIO JESUS DIZ AOS PAGÃOS QUAL É A VERDADEIRA RELIGIÃO

Qual a verdadeira religião?


O FIM ESTÁ PRÓXIMO 
O genocídio ocorrido ocorrido no seculo passado e em outros, não poderia passar desapercebidos por Senhor que como sempre, vem alertar seu povo para se arrependerem e voltar atrás em suas obras. E são esses aviso sistemáticos de Deus e a insistência em o povo ignora-los tem me chamado muito a atenção. Não só pelas causas sobrenaturais, mas nas mensagens que estão contidas em cada fenômeno. No fundo Deus sempre se mostra como Senhor da história pedindo coisas simples para evitar grandes catástrofes. O homem teimosamente evita tudo que o Senhor diz pois pensa que é muito simples para evitar tao grande mal. No fundo, o homem, como o rei da síria que se negava banhar-se sete vezes no Jordão, acredita somente em suas forças, e não no Senhorio de Deus.
Atualmente estou colhendo informações sobre os ocorridos em Ruanda (conto com a ajuda do leitor), principalmente dos sites no exterior, pois pouco se encontra no Brasil sobre um tal Emmanuel Segatasha. Não ia publicar nada por agora, mas como fui interrogado sobre a verdade, teci esse texto para explicar ao meu interlocutor. Agora posto ele a vocês, com algumas adaptações. Então, se caso errar em alguns dados me perdoem, mas procurem entender o sentido geral do escrito,


Nascido em julho de 1967, em KIBEHO, Ruanda. Foi o filho mais velho de cinco irmãos. Era pagão igual a seus pais e praticava seus rituais. Vivia na pobreza e tão isolado do mundo, que na aldeia que vivia que nem rádio tinha, Não sabia escrever, não conhecia nada de cristianismo, nem entendia o significado das cruzes na estação de trem quando ia pra lá.
Entretanto um dia foi verificar as condições dos feijões que seu pai tinha plantando, pois a seca provavelmente tivesse já inutilizado aquela plantas, e de repente escutou uma voz que falava a ele, e o ensinou coisa muito profundas que seria impossível um pagão analfabeto que vivia numa tribo isolada, que nem radio tinha. Mas tarde, o jovem vidente descobriu quem era que lhe falava e teve visões de Nosso Senhor.

De pronto abandonou o paganismo e a pedido do próprio Jesus, foi batizado com o nome de Emmanuel e entrou na escola de Jesus, de onde aprendeu muitas coisas diretamente do próprio Deus. Foi assim esse adolescente pobre começou a ensinar muitos teólogos previu os acontecimentos que iriam ocorrer no início da década de 90 em seu país. Um grande genocídio ocorrido na guerra civil entre 2 etnias de sua nação (os tutsis e hutus), muito bem representado no filme Hotel Ruanda e caso o nobre leitor queria assisti-lo, colocarei no fim desse artigo um link do filme completo.

Nessa mesma época outros visionários tinham mensagens semelhantes mas vindo de Maria. Entretanto, além desses serem católicos e frequentavam escola, ainda não conheciam a existência do Emmanuel, que era pagão. O isolamento, a ignorância analfabeta e paganismo, fez dele um vidente especial.




Uma vez nosso jovem perguntou a Jesus sobre a religião correta. Nessa época ele ainda era pagão. E Jesus disse que a religião correta era fazer o bem, amar o próximo e a Deus etc. Ao contar isso, Segatasha provocou nos interlocutores a impressão que qualquer religião fosse boa aos olhos de Jesus. Entretanto, o pobre analfabeto para tirar qualquer engano, respondeu simplesmente que Jesus indicou a ele se batizar na Igreja Católica, a rezar o terço, a se confessar, etc. Ou seja, Jesus mandou ele ser católico. Como então Jesus diz que a religião verdadeira é o amor e manda o menino ser católico? e  porque essa questão veio do único pagão das aparições? Parece uma contradição tremenda. Mas não é e o próprio Emmanuel responde:




– "É que nessa época eu era pagão” hoje não.



Concluímos que a religião correta para toda humanidade é a vivencia natural da caridade que Deus infunde em nossos corações. Esse amor está em nossa natureza e por isso deve ser vivido por todos independente de crença. Mas que a verdadeira doutrina se encontra na Igreja Católica.




Meditando nessas coisas encontro uma nova forma de ver que a afirmação dogmatizada que diz não haver salvação fora da Igreja Católica é um fruto do amor de Deus e não da “intolerância da religião” como querem aludir alguns inimigos ou ignorantes.






O ruandense nos lembrou que aqueles que não conhecem à Igreja Católica ou a rejeitam sem culpa, mas  praticam o amor e a caridade, buscando de coração sincero a verdade, encontram a salvação mesmo sem pertencer formalmente à Igreja Católica. Essa é a posição oficial da Igreja, e parece que é a que Jesus confirmou ao Emmanuel.










Que o amado leitor entenda e não duvide do que digo, o amor é a verdadeira religião, mas a doutrina para segui-la se encontra na Igreja Católica, segundo Jesus quis ensinar. É na Igreja que o Senhor mandou Segatasha se batizar com o nome de Emmanuel. Foi os sacramentos e a doutrina católica que Jesus ensinou. Segundo Jesus, só há uma religião, o resto é invenção do homem.






Fiquem com o filme HOTEL RUANDA:





Fonte: CONSAGRA-TE
Gosta de DEBATES? 
Veja também o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >