domingo, 10 de maio de 2015

INTERCESSÃO DOS SANTOS - ANOTAÇÕES

it - INTERCESSÃO, INTERMEDIAÇÃO

- Palestinos carregam pertences depois de retirá-los de suas casas destruídas na cidade bombardeada de Beit Hanoun, na faixa de Gaz...

itANCIÃOS - No Apocalipse São João narra a visão que teve de Jesus Cristo em seu trono de glória, e como, diante d’Ele, se apresentavam anciãos "com taças cheias de perfume, que são as orações dos santos" (Apocalipse 5,8). "E, havendo tomado o livro, os quatro animais e os vinte e quatro anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo todos eles harpas e salvas de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos." OLHE AÍ O EXEMPLO CLARO DA INTERCESSÃO JUNTO A JESUS DOS QUE LÁ ESTÃO COM ELE!!!!!!!! Esses anciãos significam os "Santos da glória" ao apresentarem a Jesus as orações dos "santos da 

terra", ou seja, os fiéis de Cristo nesse mundo. Trata-da mediação dos 

Santos que pela comunhão dos santos , são uma só coisa com Cristo, 

uma só coisa com Cristo (Rm 6,5), entre Cristo e os seus fiéis.
itANJO - "Se perto dele se encontrar um anjo, um intercessor entre 

mil, para ensinar-lhe o que deve fazer, ter piedade dele e dizer: 

Poupai-o de descer à sepultura, recebi o resgate de sua vida; sua carne 

retomará o vigor da mocidade, retornará aos dias de sua adolescência" 

(Jó 33,23-f25)
itANJOS - "O anjo do Senhor disse: Senhor dos exércitos! Até quando 

ficareis insensível à sorte de Jerusalém e das cidades de Judá? Já faz 

setenta anos que estais irritado contra elas! O Senhor respondeu ao 

anjo que me falava, e disse-lhe boas palavras, cheias de consolação" 

(Zc 1, 12 -13). 

itANJOS - A Bíblia mostra uma pessoa se ajoelhando diante de anjos, 

fazendo-lhe uma prece, VEJA!

Ao anoitecer, quando os dois Anjos chegaram a Sodoma, Ló estava 

sentado à porta da cidade. Logo que os viu, Ló se levantou ao seu 

encontro e prostrou-se com a face por terra. E disse; "Eu vos peço, 

MEUS SENHORES! Descei à casa de vosso servo para aí passardes a 

noite e lavar-vos os pés; de manhã retomareis vosso caminho". Mas 

eles responderam. "Não, nós passaremos a noite na praça". Tanto os 

instou que foram para a sua casa e entraram. Preparou-lhes uma 

refeição, fez cozer pães ázimos, eles comeram. Gênesis 19, 1-3.
itANJOS SERVEM AOS HOMENS - "Não são todos os anjos espíritos ao 

serviço de Deus, que lhes confia missões para o bem daqueles que 

devem herdar a salvação?" (Hb 1,14) 
itAPÓSTOLOS - "Orai por nós" (Hb 13,18)
itBONS - Quem acusa os maus também os defende os bons - "Não 

julgueis que vos hei de acusar diante do Pai; há quem vos acusa: 

Moisés, no qual colocais a vossa esperança. " (São João 5,45) 
itCATÁSTROFE - "Veja Lc 13.1-9:
"Neste mesmo tempo contavam alguns o que tinha acontecido a certos 

galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios. Jesus 

toma a palavra e lhes pergunta: Pensais vós que estes galileus foram 

maiores pecadores do que todos os outros galileus, por terem sido 

tratados desse modo? Não, digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, 

perecereis todos do mesmo modo. Ou cuidais que aqueles dezoito 

homens, sobre os quais caiu a torre de Siloé e os matou, foram mais 

culpados do que todos os demais habitantes de Jerusalém? Não, 

digo-vos. Mas se não vos arrependerdes, perecereis todos do mesmo 

modo. Disse-lhes também esta comparação: Um homem havia 

plantado uma figueira na sua vinha, e, indo buscar fruto, não o achou. 

Disse ao viticultor: - Eis que três anos há que venho procurando fruto 

nesta figueira e não o acho. Corta-a; para que ainda ocupa inutilmente 

o terreno? Mas o viticultor respondeu: - Senhor, deixa-a ainda este 

ano; eu lhe cavarei em redor e lhe deitarei adubo. Talvez depois disto 

dê frutos. Caso contrário, cortá-la-ás. "

Comentário de um forista:

"É por isso que às vezes cai um avião, ou outra catástrofe acontece e 

escapa uma pessoa só, ela tinha um intercessor orando por ela e os 

outro não." 

itCOLOSSENSES - "ora pelos colossenses" (Col. 1, 3)
itCONHECIMENTO1 - Dizem que os santos não podem interceder 

porque não têm conhecimento dos que se passa aqui na terra:

"Já não vos chamo servos, porque o servo não sabe o que faz seu 

senhor. Mas chamei-vos amigos, pois vos dei a conhecer tudo quanto 

ouvi de meu Pai" (São João 15,15).
itCONHECIMENTO2 - "Não sabeis que os Santos julgarão o mundo?". 

(1 Cor 6, 2). Ora, o mundo a que São Paulo se referia é o nosso 

mundo dos vivos. Portanto, os Santos, para nos julgarem, devem 

conhecer nossas necessidades, isto é, devem ter contato com nossa 

realidade.
itCONHECIMENTO3 - Samuel profetizou mesmo depois de morrer: 

"Depois disso, adormeceu e apareceu ao rei, e lhe mostrou seu fim 

(próximo); levantou a sua voz do seio da terra para profetizar a 

destruição da impiedade do povo" (Eclesiástico 46,23)
itELISEU - "Ora, aconteceu que um grupo de pessoas, estando a 

enterrar um homem, viu uma turma desses guerrilheiros e jogou o 

cadáver no túmulo de Eliseu. O morto, ao tocar os ossos de Eliseu, 

voltou à vida, e pôs-se de pé. " (II Reis 13,21)
itGRAFITOS - Nas catacumbas de São Sebastião, em Roma, onde foi 

sepultado este glorioso mártir, há um lugar denominado: "Memória 

Apostólica de São Sebastião". Entre os anos 250 e 260, os cristãos aí 

depositaram os restos mortais de São Pedro e São Paulo. Ao que tudo 

indica, serviu de refúgio. O violento acirramento da perseguição dos 

Imperadores Decio e Valeriano trazia o perigo de profanação aos seus 

túmulos. O Martyriologium Hieronymi, no ano de 258, faz referências à 

festa de São Pedro, celebrada como hoje, no dia 29 de junho, 

simultaneamente com a de São Paulo nessas catacumbas e a do 1º 

Papa também no Vaticano. 
O corpo de São Sebastião foi colocado nesse cemitério subterrâneo e 

lhe deu o nome. Nas paredes circunvizinhas ao lugar do sepultamento 

há 660 grafitos com intercessões aos dois Apóstolos. São redigidos em 

grego, latim e uma em aramaico, datados em torno do ano de 257. Eis 

como exemplo: "Pedro e Paulo intercedei pelos pecadores"; "Paulo e 

Pedro rogai por Vítor"; "Paulo e Pedro rogai por cada um de nós e 

pelos nossos bens"; "Paulo e Pedro abençoai-nos". Tais orações são 

feitas em favor de vivos e mortos por cristãos oriundos de várias partes 

do orbe, o que se deduz pelos idiomas usados. Esses grafitos – eu os 

vi recentemente - revelam costume no início da Igreja de os fiéis 

pedirem a intercessão dos santos junto ao trono de Deus. 

http://www.arquidiocese.org.br/paginas/v150199.htm
itIMPOTÊNCIA HUMANA - O que escreveu no CentralGospel-Fórum 

um Carismático de Maracanau-CE: "Orai uns pelos outros, para serdes 

salvos, porque a oração do justo, sendo fervorosa, pode muito"(Tgo 5, 

16) Orar quer dizer prestar homenagem, louvar, exaltar, suplicar, 

embora nem toda homenagem seja uma oração, como já vimos. 

"Tomai sete touros... e ide a meu servo Job... o meu servo Job... orará 

por vós e admitirei propício a sua face" (Job 42, 8). Neste trecho, Deus 

não apenas permite, mas ordena "ide", e promete escutar a prece que 

Jó há de fazer em favor dos seus amigos. Nosso Senhor nos manda 

"Orar uns pelos outros" (MT 5, 44). S. Tiago nos ordena de "orar uns 

pelos outros" (Tgo. 5, 16). S. Paulo diz que "ora pelos colossenses" 

(Col. 1, 3). No evangelho de S. Mateus (20, 30), Jesus Cristo ensina 

que os "santos são como os anjos de Deus no céu". Zacarias diz: "que 

o anjo intercedeu por Jerusalém ao Senhor dos exércitos" (1, 12 -13). 
itINIMIGOS - "Eu, porém, vos digo: amai vossos inimigos, fazei bem 

aos que vos odeiam, orai pelos que vos [maltratam e] perseguem" 

(São Mateus 5,44)
itJESUS UNICO - "Porque há um só Deus, e um só Mediador entre 

Deus e os homens, Cristo Jesus, homem, o qual se deu a si mesmo em 

resgate por todos, para servir de testemunho a seu tempo" (1Tm 2,5-

6)

itJÓ - "Tomai sete touros... e ide a meu servo Job... o meu servo 

Job... orará por vós e admitirei propício a sua face" (Job 42, 8).
itLUTERANOS E CALVINISTAS - SOBRE A COMUNHÃO DOS SANTOS 

(DECLARAÇÃO CONJUNTA DE MALTA) Sobre o tema da intercessão 

dos santos envio abaixo o documento ecumênico elaborado sobre o 

assunto. O documento conhecido como Declaração de Malta, assinado 

por um grupo de teólogos católicos, ortodoxos, luteranos, calvinistas e 

anglicanos, em 15 de setembro de 1.983, ao final do Congresso de 

Malta, realizado entre os dias 8 e 15 de setembro do mesmo ano: "Em 

prosseguimento dos cinco Congressos Mariológicos Internacionais 

precedentes, o Congresso de Malta (8-15 de setembro de 1983) 

permitiu a um grupo de teólogos anglicanos, luteranos, reformados e 

ortodoxos reunir-se com um grupo de teólogos católicos para refletir 

sobre a Comunhão dos Santos e sobre o lugar que Maria ali ocupa. 

Reconhecidos ao Senhor pelos encontros precedentes, e pelas 

convergências que surgiram, acreditam poder apresentar ao Congresso 

as conclusões do seu diálogo. 1. Todos reconhecemos a existência da 

Comunhão dos Santos como comunhão daqueles que na terra estão 

unidos a Cristo, como membros vivos do seu Corpo Místico. O 

fundamento e o ponto central de referência desta comunhão é Cristo, o 

Filho de Deus feito homem e Cabeça da Igreja (Ef 4,15-16), para nos 

unir ao Pai e ao Espírito Santo. 2. Esta comunhão, que é comunhão 

com Cristo e entre todos os que são de Cristo, implica uma 

solidariedade que se exprime também na oração de uns pelos outros; 

esta oração depende daquela de Cristo, sempre vivo para interceder 

por nós (cf. Hb 7,25). 3. O fato mesmo de que, no céu, à direita do 

Pai, Cristo roga por nós, indica-nos que a morte não rompe a 

comunhão daqueles que durante a própria vida estiveram pelos laços 

da fraternidade unidos em Cristo. Existe, pois, uma comunhão entre os 

que pertencem a Cristo, quer vivam na terra, quer, tendo deixado os 

seus corpos, estejam com o Senhor (cf. 2Cor 5,8; Mc 12,27). 4. Neste 

contexto, compreende-se que a intercessão dos Santos por nós existe 

de maneira semelhante à oração que os fiéis fazem uns pelos outros. A 

intercessão dos Santos não deve ser entendida como um meio de 

informar Deus das nossas necessidades. Nenhuma oração pode ter este 

sentido a respeito de Deus, cujo conhecimento é infinito. Trata-se de 

uma abertura à vontade de Deus por parte de si mesmo e dos outros, 

e da prática do amor fraterno. 5. No interior desta doutrina, 

compreende-se o lugar que pertence a Maria, Mãe de Deus. É 

precisamente a relação a Cristo que, na Comunhão dos Santos, lhe 

confere uma função singular de ordem cristológica. Além disso, a 

oração de Maria por nós deve ser considerada no contexto cutual de 

toda a Igreja celeste descrito no Apocalipse, ao qual a Igreja terrestre 

quer unir-se na sua oração comunitária. Maria ora no seio da Igreja 

como outrora o fez na expectativa do Pentecostes (cf. At 1,14). Por 

outro lado, quaisquer que sejam as nossas diferenças confessionais, 

não há razão alguma que impeça unir a nossa oração a Deus no 

Espírito Santo com a da liturgia celeste e, de modo especial, com a da 

Mãe de Deus. 6. Esta inserção de Maria no culto ao redor do Cordeiro 

imolado (aspecto cristológico), associada a toda a liturgia celeste 

(aspecto eclesiológico), não pode dar lugar a alguma interpretação que 

venha atribuir a Maria uma honra que é devida só a Deus. Além disso, 

nenhum membro da Igreja saberia acrescentar qualquer coisa à obra 

de Cristo, que é a única fonte de salvação; não é possível passar senão 

por Ele, nem recorrer a uma via 'mais cômoda' que a do Filho de Deus, 

para se chegar ao Pai. Ao mesmo tempo, é claro que Maria tem o seu 

lugar na Comunhão dos Santos. Ao término destas reflexões, nós 

desejamos dar um testemunho público da fraterna experiência vivida 

nestes dias. Ela não se limita à atmosfera em que o diálogo se realizou, 

mas estende-se a todas as atividades do Congresso e à mentalidade 

religiosa do povo maltês que, no fervor da sua oração com Maria, nos 

acompanhava. Conscientes de que há muitos problemas teológicos aos 

quais o diálogo deverá ainda levar, nós declaramos a nossa vontade de 

continuar as nossas reflexões no Nome do Senhor. Não é supérfluo 

recordar, como se fez ao término do Congresso de Saragoça em 1979, 

que os signatários, como membros da Comissão Ecumênica do 

Congresso, não querem senão empenhar-se, bem que tenham 

trabalhado com a preocupação constante de exprimir a fé das suas 

respectivas Igrejas. Malta, 15 de setembro de 1.983. Wolfgag 

Borowske, luterano Henry Chavannes, reformado John de Satge, 

anglicano Johannes Kalogirou, ortodoxo John Milburn, anglicano 

Howard Root, anglicano John Evans, anglicano Franz Courth, SAC 

Theodore Koehler, SM Charles Molette, Sac Enrique Llamas, OCD 

Stefano de Fiores, SMM Pierre Masson, OP - secretário" Autor: 

Comissão Ecumênica do Congresso,"Devoções Católicas"

itMEMBRO GLORIFICADO - (PPP) - "Se um membro sofre, todos os 

membros padecem com ele; e se um membro é tratado com carinho, 

todos os outros se congratulam por ele" (1Cor 12, 26)
itMENSAGEM - Os irmãozinhos rebelados negam a intercessão dos 

santos porque lêem: "Porque há um só Deus e há um só mediador 

entre Deus e os homens..." (1Tim 1, 5-6).

Por isto não admitem que ninguém mais, além de Cristo, possa 

interceder a favor de outrem. Ao desmentir os ensinos da Igreja, 

contradizem também os de Cristo:"abençoai os que vos maldizem e 

orai pelos que vos injuriam" (São Lucas 6,28).


SRC="http://images.orkut.com/orkut/photos/OQAAADIg8s50PIL2IQa

PC3hesf3X_p6OuV86vHLOs5kI-

VeXnu5R0k5Vwm8fJJyDRAwHdLDNhKZZFPex0ofqPqGYtM8Am1T1UJitl

LR7sOns2-jp8ZjfPNiZ1j4l.jpg" ALIGN="LEFT">Contrafeitos, então 

aceitam a exceção: "VIVOS podem interceder, mas MORTOS NÃO!".

Mais uma vez contradizem a Igreja e também contradizem a Cristo que 

afirma que Deus não é Deus de mortos. Se Abraão, Isac e Jacó não 

estivessem vivos não poderia estar estar escrito na Bíblia: "Eu sou... o 

Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de 

Jacó..." (Êxodo 3,6).

E a Bíblia está errada? Jamais! ERRADA é a interpretação dos hereges 

por não lerem texto e contexto:"Porque há um só Deus e há um só 

mediador entre Deus e os homens: [/blue][u]Jesus Cristo, homem que 

se entregou como resgate por todos (1Tim 1, 5-6).

Ah!!!!! Então quer dizer que há outros intercessores (ou mediadores) 

entre Deus e os homens!!!!! Cristo é nosso único intercessor no sentido 

que somente ele se entregou como resgate por todos!!!!!

FÁCIL, FÁCIL DE ENTENDER! O DIFÍCIL É O HEREGE RENUNCIAR 

SUAS DOUTRINAS HUMANAS!
itMOISÉS1 - E ELIAS - "Mesmo que Moisés e Samuel estivessem diante 

de mim, eu não teria piedade desse povo. Expulsa-os da minha 

presença, que eles saiam!" (Jr 15,1)
itMOISÉS2 - "Moisés respondeu-lhe: "Digna-te dizer-me quando é que 

devo interceder por ti, por teus servos e por teu povo, a fim de que o 

Senhor afaste as rãs de tua pessoa e de tuas casas, de sorte que 

fiquem somente no rio" " (Êxodo 8,9)
itMOISÉS3 - Moisés roga a Deus pelo povo, através dos méritos de 

Abraão, Isaac e Jacó (Ex. XXXII 7-15). Os santos são intercessores 

nossos junto a Deus e não fornecedores de informações, como se 

pretende obter pela necromancia: "Lembra-te dos teus servos Abraão, 

Isaque e Israel, aos quais juraste por ti mesmo dizendo..." (Êxodo 

32,13).
itMORTOS1 - A Igreja sempre acreditou na intercessão dos que haviam 

"morrido em Cristo," isto é, santamente. 
Daí o culto aos mártires desde o tempo das catacumbas. 
Veja, ... estas inscrições encontradas nas lápides túmulares, nas 

catacumbas: 
"Ático, dorme em paz seguro de tua salvação e pede solícito por 

nossos pecados" (Inscrição em lápide, hoje no Museu Capitolino) 
"Vicência, pede em Cristo por Febe e por seu esposo" ( Catacumba de 

São Calixto). 
"Sabácio, doce alma, PEDE E ROGA PELOS IRMÃOS E 

COMPANHEIROS TEUS" ( Catacumba de São Gordiano). 
"Genciano, fiel, em paz, que viveu 21 anos, 8 meses e 16 dias. QUE 

EM TUAS ORAÇÕES ROGUES POR NÓS, PORQUE TE SABEMOS EM 

CRISTO" ( Lápide encontrada na via Salária). 
E veja, ..., esta outra inscrição como mostra a crença dos cristãos 

primitivos no Purgatório: 
" Ó Cristo, tem presentes a Marcelino pecador e a Jovino, que sempre 

vivais em Deus"( Cemitério de São Pedro) 
[ Todas estas inscrições estão citadas no livro de Lúcio Navarro, 

Legítima Interpretação da Bíblia,p. 542] 
itMORTOS2 - NÃO ESTÃO DORMINDO - "Todos os que dormem no 

seio da terra o adorarão; diante dele se prostrarão os que retornam ao 

pó." (Salmos 21,30)
itNUVEM DE TESTEMUNHAS - "Desse modo, cercados como estamos 

de uma tal nuvem de testemunhas, desvencilhemo-nos das cadeias do 

pecado. Corramos com perseverança ao combate proposto, com o 

olhar fixo no autor e consumador de nossa fé, Jesus" (Hb 12, 1)

itONIAS - "Tomando então a palavra, disse Onias: "Este é o amigo de 

seus irmãos aquele que muito ora pelo povo e por toda a cidade santa, 

Jeremias, o profeta de Deus" (2Mac 15,14)

itPARA SER SALVO - UNS PELOS OUTROS - "Orai uns pelos outros, 

para serdes salvos, porque a oração do justo, sendo fervorosa, pode 

muito"(Tgo 5, 16)
itPATRÍSTICA - AGOSTINHO - bispo (354-430): "Por isso, quando 

nos aproximamos da mesa do Senhor, não recordamos os mártires do 

mesmo modo como aos outros que dormem o sono da paz, ou seja, 

não rezamos por eles, mas antes pedimos para que rezem por nós, a 

fim de seguirmos os seus passos.
(Do Tratado sobre o Evangelho de São João) 
itPAULO - LUTA NAS ORAÇÕES - "Contudo eu vos peço, irmãos, por 

Nosso Senhor Jesus Cristo, e pelo amor do Espírito, que luteis comigo, 

nas orações que fazeis a Deus por mim" (Rm 15,30)
itPECADORES (PPP) QUE SE CONVERTEM - "Digo-vos que assim 

haverá maior júbilo no céu por um só pecador que fizer penitência do 

que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento. 

(São Lucas 15, 7)

itPEDRO CUIDA DE SEU REBANHO - "Mas cuidarei para que, ainda 

depois do meu falecimento, possais conservar sempre a lembrança 

dessas coisas" (2Pd 1,15) 
itPERFUMES - "Quando recebeu o livro, os quatro Animais e os vinte e 

quatro Anciãos prostraram-se diante do Cordeiro, tendo cada um uma 

cítara e taças de ouro cheias de perfume (que são as orações dos 

santos)" (Apocalipse 5,8)
itPERSEGUIDORES - "Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, 

bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai 

pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do 

vosso Pai que está nos céus" (Mt 5,44)

"Irmãos, orai por nós" ( 1Te 5:25 )

"Orai por nós, porque confiamos que temos boa consciência, como 

aqueles que em tudo querem portar-se honestamente" (Heb 13,18)

"Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, 

para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus 

efeitos" (Tia 5,16)  
itPESSOAS MORTAS - Juninho - Onde se encontra na Bíblia alguém 

orando a Maria ou a qualquer outra pessoa, exceto a Deus? Onde a 

Bíblia ensina que a igreja pode identificar pessoas mortas como santos 

e em seguida orar a elas? Onde a Bíblia ensina que uma pessoa morta 

pode interceder pelos vivos? 
________________________________

Aqui:

1 - Cristo envia sua Igreja para ensinar tudo o que ele prescreveu a 

todas as nações 

"Mas Jesus, aproximando-se, lhes disse: Toda autoridade me foi dada 

no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em 

nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-as a observar tudo o 

que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do 

mundo" (São Mateus 28, 17-20) 

2 - Esta Igreja não ensina nem pode ensinar nem erros nem mentiras, 

pois ela é o SUSTENTÁCULO da verdade:

"... Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade" (I Timóteo 

3,15)

3 - Para isto lhe foi dado a Espírito Santo que a fará RECORDAR tudo o 

que Cristo lhe disse (mesmo que não esteja escrito na Bíblia):

"... O Paráclito, o Espírito Santo que o Pai enviará em meu nome, vos 

ENSINARÁ TUDO e vos RECORDARÁ TUDO o que eu vos disse" (Jo 

14,26) 

=====================================

Pois bem, essa mesma Igreja de Cristo nos ensina que:

1 - Devemos orar aos santos além de orar a Deus;

2 - Os santos, que já estão na posse das moradas eternas, podem 

interceder por nós.

3 - A própria Bíblia fala que os que já moram nos TABERNÁCULOS 

ETERNOS podem nos valer em nossas necessidades:

"Eu vos digo: fazei-vos amigos com a riqueza injusta, para que, no dia 

em que ela vos faltar, eles vos recebam nos TABERNÁCULOS 

ETERNOS eternos." (São Lucas 16,9)
itREINARÃO, os santos com Cristo - "Se pelo pecado de um só homem 

reinou a morte (por esse único homem), muito mais aqueles que 

receberam a abundância da graça e o dom da justiça REINARÃO na 

vida por um só, que é Jesus Cristo!" (Romanos 5,17) 
"Se soubermos perseverar, com ele REINAREMOS" (II Timóteo 2,12) 

"... Tu és digno de receber o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste 

imolado e resgataste para Deus, ao preço de teu sangue, homens de 

toda tribo, língua, povo e raça; e deles fizeste para nosso Deus um 

reino de sacerdotes, que REINA sobre a terra" (Apocalipse 5, 9-10) 

"Feliz e santo é aquele que toma parte na primeira ressurreição! Sobre 

eles a segunda morte não tem poder, mas serão sacerdotes de Deus e 

de Cristo: REINARÃO com ele durante os mil anos" (Apocalipse 20,6) 

"Já não haverá noite, nem se precisará da luz de lâmpada ou do sol, 

porque o Senhor Deus a iluminará, e hão de reinar pelos séculos dos 

séculos" (Apocalipse 22,5)
itSANTOS1 - "A fumaça dos perfumes subiu da mão do anjo com as 

orações dos santos, diante de Deus. " (Apocalipse 8,4)
itSANTOS2 - 1. Primeiro Argumento para a INTERCESSÃO dos 

Santos: A INTERMEDIAÇÃO única de Jesus na REDENÇÃO do gênero 

humano não exclui a INTERMEDIAÇÃO entre nós, os vivos, e aqueles 

mortos, os Santos, que já estão na glória de Deus. 
1.1 - Argumento da Lógica humana Há um princípio da Lógica que diz: 

"A afirmação de uma coisa não implica a negação de outra". A Bíblia 

diz que Jesus é o Único Intermediário de Redenção, mas não diz que é 

o único de INTERCESSÃO. Ora, se uma afirmação não exclui outra, ou 

seja, se é dito que Jesus é o único Intermediário de Redenção, 

Conclui-se que não se pode excluir outros tipos de INTERMEDIAÇÃO, 

tal como a INTERCESSÃO que há entre os vivos e os mortos perante o 

Senhor Deus. 
1.2 - Argumento da Lógica divina O Divino Espírito Santo inspirou São 

Paulo em 1 Tim 2, 5 a dizer: "... o Qual se entregou em Redenção por 

nós". Ora, em nenhum lugar da Bíblia está dito, nem implicitamente, 

que a INTERMEDIAÇÃO para fins de Redenção exclui a 

INTERMEDIAÇÃO para outros fins tais como: um pedido aos santos ou 

a Maria para que INTERCEDAM junto ao Filho ou ao Senhor Deus em 

favor de um vivo. Portanto, se Jesus é o Único APENAS para 

Redenção, conclui-se que outros (inclusive Ele), vivos ou mortos, 

podem INTERCEDER por nós junto ao Senhor Deus. 
2. Segundo Argumento para a INTERCESSÃO dos Santos 
2.1 - Argumento da Lógica humana Tudo o que a mente humana é 

incapaz de abarcar mas que a Palavra de Deus nos REVELA através da 

Bíblia é verdade e é matéria de fé. Ora, o próprio Deus afirma que os 

santos que já estão vivendo na sua glória INTERCEDEM por nós que 

ainda estamos aqui na terra, na esperança da ressurreição. Portanto, os 

santos INTERCEDEM a Deus por nós ou nós podemos INTERCEDER 

aos santos em nosso favor. 
2.2 - Argumento da Lógica divina"E o Seenhor Deus me disse: 'ainda 

que Moisés e Samuel se apresentem diante de mim, o meu coração 

não se voltaria para esse povo" (Jeremias 15, 1) Ora, se Deus 

reconhece que os mortos ou santos (no caso, Moisés e Samuel) podem 

INTERCEDER diante dele, embora assim não o tenham feito, Conclui-

se, portanto, que, dentre os mortos, apenas os que estão na glória de 

Deus, não os que se condenaram ao inferno, podem INTERCEDER por 

nós e, de fato, INTERCEDEM. 
3. Terceiro Argumento para a INTERCESSÃO dos Santos 
3.1 - Argumento da Lógica humana O Senhor Deus, através de 

especial INTERCESSÃO dos Santos que já estão na sua glória (não dos 

mortos que se condenaram) concede favores a nós que ainda estamos 

aqui na terra. Ora, o Senhor Deus, numa deferência toda especial a 

Davi, que já era morto, mas que era, também, um Santo ainda 

aguardando a Redenção do gênero humano, promete favores a seu 

filho Salomão. Portanto, o Senhor Deus nos REVELA que existe a 

INTERCESSÃO dos Santos. 
3.2 - Argumento da Lógica divina "O Senhor Deus disse-lhe então: ... 

vou tirar-te o reino e dá-lo a teu servo. Todavia, em atenção ao teu 

pai, Davi, não o farei durante a tua vida..." (1 Reis 11, 11-12). Ora, o 

Senhor Deus vai prestar um favor a um vivo (Salomão. O favor da não 

retirada do reino), em atenção a um morto, Davi, que estava 

aguardando a entrada no "Seio de Abraão" (Lucas 16, 22) Portanto, o 

Senhor Deus leva em consideração os pedidos e a INTERCESSÃO dos 

mortos (é claro, daqueles mortos que já estão junto a ele, ou seja, dos 

Santos) 
4. Quarto Argumento para a INTERCESSÃO dos Santos 
4.1 - Argumento da Lógica humana Outro princípio da Lógica Formal, 

afirma que todo aquele que vai julgar algo ou uma pessoa deve 

conhecer a matéria ou a pessoa a serem julgadas. Ora, os Santos, 

conforme dito na Bíblia, julgarão o mundo. Portanto, os Santos (que 

são nossos mortos que já desfrutam da glória de Deus), para julgarem, 

devem conhecer o mundo dos vivos. 
4.2 - Argumento da Lógica divina O Senhor Deus inspirou São Paulo 

em 1 Cor 6, 2: "Não sabeis que os Santos julgarão o mundo?". Ora, o 

mundo a que São Paulo se referia é o nosso mundo dos vivos. 

Portanto, os Santos, para nos julgarem, devem conhecer nossas 

necessidades, isto é, devem ter contato com nossa realidade. 
5. Quinto Argumento para a INTERCESSÃO dos Santos 
5.1 - Argumento da Lógica humana Os Santos são amigos de Jesus e 

Jesus tem muito gosto por seus amigos. Nós, os vivos, sabendo que o 

Senhor Deus gosta dos amigos de seu Filho (no caso, seus Santos), 

podemos usar o artifício de pedir a esses Santos que INTERCEDAM por 

nós junto ao seu amigão que é Jesus, mesmo porque, em nenhum 

lugar da Bíblia, está dito que os Santos não podem INTERCEDER. Ora, 

se Jesus atende a seus amigos e se não há nenhuma proibição do 

próprio Deus para isto, Conclui-se que o Senhor Deus gosta de que, 

não só peçamos a INTERCESSÃO de seus amigos, os Santos, como 

também Ele atende ao pedido de seus amigos. 
5.2 - Argumento da Lógica divina Nosso Senhor Jesus Cristo disse em 

Marcos 9, 40: "Pois quem não é contra nós, é a nosso favor". Ora, não 

é contra Jesus nós, os vivos, dirigirmo-nos a seus amigos, os Santos, 

para lhes pedirmos uma INTERCESSÃO junto a Ele ou ao Pai. 

Portanto, Jesus, o único INTERMEDIÁRIO (de Redenção) entre nós e o 

Pai, gosta que seus amigos vivos e os Santos INTERCEDAM uns pelos 

outros. 
" A Igreja é a coluna e o fundamento da verdade" (1 Tim 3,15) 
" Todo aquele que divide Jesus é um anti-cristo" (1 Jo 4,3)
itSANTOS3 - COMO ANJOS - "Na ressurreição, nem eles se casam e 

nem elas se dão em casamento, mas são como os anjos de Deus no 

céu". (Mt 22, 30),
itSANTOS4 - SEMELHANTES A DEUS - "Caríssimos, desde agora 

somos filhos de Deus, mas não se manifestou ainda o que havemos de 

ser. Sabemos que, quando isto se manifestar, seremos semelhantes a 

Deus, porquanto o veremos como ele é" (I São João 3,2)
itSERVO - "Senhor, deixa-a ainda este ano para que eu cave ao redor e 

coloque adubo. Depois, talvez, dê frutos... Caso contrário, tu a 

cortarás" (Lc 13,8-9)
itTABERNÁCULOS - "Fazei amigos com o Dinheiro da iniqüidade, a fim 

de que, no dia em que faltar, eles vos recebam nas TENDAS 

ETERNAS" (Lc 16,9)
itTODOS - "Eu recomendo, pois, antes de tudo, que se façam pedidos, 

orações, súplicas e ações de graças por todos os homens..." (I Tm 2, 

1-5)
itÚNICO - "Porque há um só Deus e há um só mediador entre Deus e 

os homens: Jesus Cristo, homem  que se entregou como resgate por 

todos. Tal é o fato, atestado em seu tempo... " (1Tim 2, 5-6)
itÚNICO MEDIADOR - "Porque há um só Deus e há um só mediador 

entre Deus e os homens: Jesus Cristo, homem que se entregou como 

resgate por todos" (1Tim 1, 5-6)
itUNS PELOS OUTROS - "Orai uns pelos outros, para serdes salvos, 

porque a oração do justo, sendo fervorosa, pode muito"(Tgo 5, 16)
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >