domingo, 31 de maio de 2015

A IGREJA CATÓLICA CONDENA O ESPIRITISMO, OCULTISMO, BRUXARIA

O Espiritismo é a doutrina que acredita na reencarnação e na comunicação com os mortos. Se disfarça e engana a muitos com a prática da caridade levado um melequento sentimento de amor ao próximo.O próprio satanás é o fundador e guia do Espiritismo. Suas práticas são remotas, uma vez que vemos práticas espíritas já no Antigo Testamento em meio ao povo de Israel. Ele busca imitar a Igreja de Deus e fazer muitas coisas para que os cristãos achem que podem ser cristão e espírita ao mesmo tempo, uma vez que a própria Palavra de Deus diz ser isso impossível (Mt 6,24).



 Existe o alto e o baixo espiritismo, segundo a classificação de alguns estudiosos. Era como se fosse a prostituta rica e a pobre: tudo é prostituição, mas há as várias opções para a escolha de cada um:  Assim como têm pessoas que só podem aproveitar prostitutas que trabalham em bares, por exemplo, pela questão de condições financeiras; e, já existem os ricões que buscam as prostitutas de classe média ou alta, assim se comporta o espiritismo: Muitos não podem visitar os salões bem estruturados e luxuosos; passam então, a procura dos terreiros de macumba e por aí vai... 

Já aí, numa análise social, percebe-se divisão de classes e interesses financeiros. Mas o pior é na verdade, as contaminações espirituais que prejudicam uma multidão de pessoas que, infelizmente, praticam tais obras abomináveis (Dt 18, 9-14 ) e a perca das almas que são pertencentes ao Senhor Jesus!

O CIC proíbe veementemente a prática do espiritismo para os católicos:

“Todas as formas de adivinhação hão de ser rejeitadas: recurso a Satanás ou aos demônios, evocação dos mortos ou outras práticas que erroneamente se supõe “descobrir” o futuro. A consulta aos horóscopos, a astrologia, a quiromancia, a interpretação de presságios e da sorte, os fenômenos de visão, o recurso a médiuns escondem um desejo de ganhar para si os poderes ocultos. Essas práticas contradizem a honra e o respeito que , unidos ao amoroso temor, devemos exclusivamente a Deus”. (Catecismo da Igreja Católica, n.2116). 

A Bíblia sagrada é lotada de passagens que condenam o espiritismo e suas práticas. Vamos ver apenas algumas: Ex 22,17; Dt 12,13;18, 9-14; 32,12-18; Lv 19,26.31; 20, 6.27; II Rs 9,22;16,3-4;17,17;21,6;23,10; Js 13,22; 23,7-8.16; 24,20.23; Mq 5,9-14; At 19, 18s; Hb 13,9...

O espiritismo prega a doutrina da REENCARNAÇÃO e COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS:
São dois ensinamentos totalmente anti-bíblicos. A reencarnação não existe uma vez que Jesus RESSUSCITOU e não se reencarnou. Hebreus 9,27 “nos diz que os homens morrem uma só vez e após isso vem o juízo”. Além disso, na cruz Jesus disse para o ladrão arrependido: “Hoje mesmo estarás comigo no paraíso”(Lc 23,43). Vemos também na parábola em que Lázaro vai para o seio de Abraão e o rico para as tormentas do inferno, que este pede ao menos uma gota de água por causa da temperatura do fogo que lhe consumia. Jesus disse: “Além de tudo, há entre nós e vós um grande abismo, de maneira que os que querem passar daqui para vós não o podem, nem os de lá para cá” (Lc 16,26). Por tanto, reencarnação foi uma doutrina satânica inventada para nos afastar da Ressurreição de Cristo, uma vez que nos últimos dias os mortos irão ressuscitar para o julgamento (I Ts 4,13-18).

 Não há, por tanto, reencarnação!

 Quanto a COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS, a Bíblia nos deixa bem claro que o que há nos ares do espaço são anjos ou demônios (Jo 1,51; Ef 6,12). É o próprio Satanás (e seus demônios) que se disfarça em anjo de luz para enganar os filhos de Deus (I Cor 11,14-15).

Vemos também no espiritismo uma grande quantidade de pessoas que se colocam como servos de Satanás. Não é de se arrepiar pois a Palavra já nos alerta que nos últimos dias muitos apostatarão da fé para dar ouvidos a espíritos embusteiros e a doutrinas diabólicas (I Tm 4,1). Percebe-se muitas outras abominações que podem ser acrescentadas a lista do Deuteronômio: passes espíritas, superstições, oferendas espíritas, amuletos, banhos de descarrego, benzimentos, amarrações, demandas espíritas, águas energizadas, comidas consagradas, festas pagãs ocultas. Infelizmente a nossa cultura é cheia dessas práticas e costumes que estão enraizados desde a colonização do nosso país. Muitas festas, rituais, cerimônias são verdadeiras maneiras de engano para que muitos se percam e se distanciem do Amor de Deus. Vejamos alguns exemplos: 

IEMANJÁ E COSME E DAMIÃO: Dentro do sincretismo, é uma festa de Nossa Senhora, que na realidade não tem nada a ver, pois Iemanjá é tida como a rainha dos mares, a conquistadora, a sedutora dos marinheiros, dos homens; quem participa desta festa são feitas oferendas a ela, come-se, bebe-se e toma-se passes e a pessoa se banha nestas águas (como um batismo de pertença a Satanás). Quanto a Cosme e Damião, é usado este nome dentro do sincretismo para confundir as pessoas, principalmente as crianças – na realidade tornam-se conhecidos como exús mirins ou ibejim (um demônio que se passa por criança), quando se participa dessa festa, permitindo-se tomar passes e ser tocado, comendo e bebendo coisas consagradas às entidades, então se contamina por inteiro. Muitas pessoas depois de ingerir esses alimentos começam a sofrer de dores no estômago, doenças emocionais de medo, doenças de sintomas físicos, mas tendo fundo espiritual.

COMIDAS E BEBIDAS CONSAGRADAS: Quando alguém participa de um ritual de magia, de uma sessão espiritual, de uma festa pagã, de um desenvolvimento de mediunidade, onde a pessoa se permite ser possessa por uma entidade (um exú, eguns, orixás, ou mesmo um espírito desencarnado), ela tem que submeter comer (cada um tem sua comida preferida), fumar, usar os colares, roupas, raspar os pêlos, fazer cortes no corpo; todas estas coisas são consagradas ao maligno e isto vai entrando na sua circulação, no seu sangue, em todo o seu metabolismo, no âmago da pessoa e às vezes as pessoas se envolvem com diversas destas entidades e isso torna sua vida terrível. 

Temos que tomar muito cuidado com todas essas coisas. Muitos pisam onde não sabem e praticam ações e rituais sem conhecimento do que há realmente por trás disso. Em I Coríntios 10,20-21 a Palavra de Deus nos diz:

“As coisas que os pagãos sacrificam são sacrificadas aos demônios e não a Deus. E eu não quero que tenhais comunhão com os demônios. Não podeis beber ao mesmo tempo o cálice do Senhor e o cálice dos demônios. Não podeis participar ao mesmo tempo da mesa do Senhor e da mesa dos demônios”.
Quando menos se espera, a pessoa está consagrada a Satanás. A Palavra de Deus nos fala que somente Jesus é o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14,6) e que os que praticam essas obras são servos de Satanás (II Ts 2,9-10).

ANOTAÇÕES - TUDO SOBRE

Autor: 
Cássio José

E-mail.: cassiouab@hotmail.com

Gosta de DEBATES? 
Veja também o Índice das Mentiras em GOOGLE+
Acesse também:

.
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >