TRADUZIR

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

MARIA SEMPRE VIRGEM E O ESPÍRITO DA UNIDADE


Robson Andrade ASSEGURA: Maria Correa, perdao mas a senhora esta totalmente enganada. Maria foi uma mulher como todas as mulheres deste mundo ao dar a luz a um filho. na hora da concepcao Maria perdeu a virgindade. Isto e biblico.



A LETRA QUE MATA - Pastor se esqueceu que não fora legitimamente enviado e acreditava ao pé da letra, tendo a bíblia como base, que cobra peçonhenta não lhe podia fazer mal. Foi picado e morreu. Outro pastor, nas mesmas condições, quis andar sobre as águas. Morreu afogado.
Primeiro: evangélico lê a Bíblia apenas segundo a LETRA QUE MATA  (II Cor 3,6). Por isso não têm o Espírito Santo que faz a UNIDADE (Efésios 4,3), donde a dispersão dos rebelados em minhões de seitas, seitonas, seiticas, etc.


Segundo: a Igreja, divinamente inspirada, é a coluna e o sustentáculo da verdade (1Tm 3,15) e é ela que nos ensina: "Maria foi virgem antes e durante o parto e continuou Virgem para sempre".

Terceiro: Maria é tipificada pela Arca da Aliança, intocável por levar em si os símbolos do Salvador. Quem a tocasse era fulminado instantaneamente (II Samuel 6,6-7).

Quarto: Em consequência, José, pai putativo de Cristo, era um homem, que era um homem justo, era também casto, a quem Deus confiou a guarda de seu filho e da mãe de seu filho.

Quinto: Que Maria desejava continuar virgem se denota de sua pergunta ao anjo: "como se fará isso se eu não conheço homem?". 

É claro que tal pergunta nem teria sentido se ela não desejasse continuar virgem. Veja que ignorou completamente a promessa de sua grandeza terrena quando o anjo lhe disse de seu filho: "Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo e o seu reinado não terá fim". 

Pelo contrário, estava muito preocupada porque, tendo de ser mãe (ainda não recebera o esclarecimento do anjo), teria de perder sua virgindade. Só isso justifica sua manifestação, caso contrário não passaria de uma pergunta bem infantil a que o anjo simplesmente poderia ter respondido: "Não conheces? Conhecê-lo-a brevemente. Não serás recebida na casa de seu esposo prometido?"

Mas por que tanto empenho em querer diminuir a MÃE DE DEUS?

Isso não parece armação do Dragão, ou seja, aquela antiga serpente que fez a primeiro mulher pecar?
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >