terça-feira, 10 de setembro de 2013

PRIMOGÊNITO PODE TAMBÉM SER UNIGÊNITO?

  • Como refutar o argumento protestantes sobre os supostos irmãos de Jesus Cristo.


Para defender a ideia de que Maria tenha tido outros filhos os protestantes costumam citar Lucas 2, 7:
 “E deu a luz a seu filho primogênito”.
Contudo, é importante que se considere que a Sagrada Escritura não denota à palavra “primogênito” o mesmo sentido adotado na língua portuguesa em seu contexto moderno. 
Na verdade, o termo primogênito – derivado do grego 
“prototokos” 
– não designa apenas o primeiro filho, ou o primeiro gerado – que literalmente significa 
protiktos, 
também do grego – mas sim o primogênito no que se refere à herança real ou ao código de realeza.

Fonte: e-mail de Nicélia Pinheiro de 07/09/2013\
Imagem: - Estela Mortuária Egípcia 


Podemos comprovar isto em passagens como o Salmo 89, no versículo 27,  onde Davi, apesar de ser o filho mais jovem, e tampouco ser o primeiro Rei de Israel,  declara que seria nomeado “primogênito” de Israel.
Do mesmo modo, Efraim é também chamado “primogênito” em Jeremias 31, 9, quando sabemos que, na verdade, seu irmão Manassés era o primeiro filho da família – ou primogênito, no sentido vigente da palavra no nosso idioma.
Assim, fica claro que a interpretação equivocada do termo primogênito, não apenas não “des-prova” o  argumento protestante, como demonstra um erro básico de exegeses bíblica por parte daqueles que defendem essa visão.
A arqueologia confirma a conotação bíblica do termo primogênito como a mesma adotado no mundo judeu durante a era do Antigo Testamento para a palavra primogênito. Em 1922 foi descoberta no Egito uma inscrição sepulcral datada de 28-1 do ano 5 a.C, onde lê-se sobre uma mulher falecida ao dar a luz ao seu primeiro filho:
“Durante as dores do parto do meu filho primogênito, o destino levou-me ao fim da minha vida ( Michaelis in TWbNT VI, 827)
Aqui, notamos que a palavra primogênito indica apenas o primeiro a romper o ventre e não denota  de forma alguma a expectativa do  nascimento de outro filho para dar ao já nascido o título de primogênito. Assim, o correto entendimento Bíblico afirma que todo unigênito é também o primogênito, como já afirmado por São Jeronimo.


POSTAGEM SEGUINTE -  
"Nunca mais a guerra! Nunca mais a guerra!"





POSTAGEM ANTERIOR -  A Igreja Católica não muda coisíssima alguma da Escritura. Entretanto, não foi assim que procedeu a rebelião protestante, quando, sem ter recebido qualquer tipo de autoridade, fundamentada apenas em reles critérios humanos...





Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    FAZER PEDIDO AQUI

    MAIS OUTRA NOVIDADE!
    Já está em andamento o segundo volume do
    NDICE DAS MENTIRAS CONTRA A IGREJA CATÓLICA"

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >