TRADUZIR

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

"O FEITOR INFIEL" EM FORMA DE CATECISMO



TUCK - Caso eu comecasse a venerar Maria.... mudaria alguma coisa em mim ???? Em minha Fé Cristã ????? no Cristianismo como um todo ?????



Venerar algum santo nada muda na vida da pessoa se não começamos a imitá-lo em suas virtudes. A verdade é esta, como dizia um garotinho: "Se este e aquele foi santo, por que também não eu?". (São Domingos Sávio).

Os santos não podem ser ignorados, desprezados e mesmo hostilizados, pois são exemplos a serem imitados.

Contra aqueles que ridicularizam nossa devoção aos santos que já habitam os tabernáculos eternos;

contra aqueles que que, contrariando os ensinos de Jesus, dizendo que os santos estão mortos, inconscientes, adormecidos;

contra aqueles que, refugando as revelações do Evangelho de N. S. J. Cristo, vivem afirmando que os santos nada podem, nada fazem, que estão impedidos de reinar e julgar;

contra aqueles que não os vê como amigos de Deus, mas como  seus concorrentes, etc.,

Afirma o Senhor Jesus:


OS TABERNÁCULOS ETERNOS



"Eu vos digo: fazei-vos amigos com a riqueza injusta, para que, no dia em que ela vos faltar, eles vos recebam nos tabernáculos eternos." (Lc 16,9) 







Que nos recomenda o Senhor nesta passagem?

- Recomenda-nos tenhamos amizade com os moradores dos Tabernáculos eternos;

E o que são esses Tabernáculos Eternos?

- Se são eternos não se referem a nenhuma obra humana feita aqui na terra. Trata-se do céu, do lugar onde se pode gozar da visão beatífica de Deus, onde reina plena comunhão entre Deus e seus santos - anjos e homens.

Que quer dizer "no dia em que ela, a riqueza injusta, vos faltar"?

- Será o dia de nossa morte, quando seremos chamados a prestar conta de nossa administração aqui na terra junto ao justo juiz.

Mas o que significa "riqueza injusta"?


A RIQUEZA INJUSTA
- Por riqueza injusta se entendem todas as coisas de que dispomos nesta vida, as quais não nos pertencem, pois delas somente Deus é o legítimo proprietário: são os talentos a nós confiados, todos os bens materiais, culturais e espirituais que deveríamos utilizar não em nosso proveito, mas em proveito do próximo.

- Pela parábola se nota que tais "amigos" eram devedores de Deus e que pouco depois já estavam na posse dos bens eternos. Como será que tais amigos obtiveram aqueles descontos, de nossa parte, com relação às suas dívidas para com nosso patrão? Foram sufrágios mediante orações e sacrifícios a seu favor. Então eles, quites com a justiça divina, obtendo a santidade sem a qual ninguém pode ver o Senhor (Hb 12,14), puderam ascender às moradas eternas. Eis aqui o purgatório, do qual, os hereges tanto mal falam!

Que legal, né?! Os santos nos podem ajudar, valendo-nos, no momento de que mais temos necessidade!!! Eles têm o poder de nos introduzir no Tabernáculos Eternos!

Por isso, muito nos vale a devoção aos santos, mormente à poderosíssima Mãe de N. Senhor (Lc 1,43).

Para Deus, reinar é servir  (Mt 20,26). Os santos, como todos os anjos, estão a serviço de Deus agindo em nosso favor.

Devo amá-los ou ser seus inimigos?
Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >