sexta-feira, 5 de maio de 2017

O PRIMEIRO CORPO INCORRUPTO DE SANTO É DO SÉCULO II


O primeiro corpo incorrupto da história da Igreja


MÁRTIR SANTA CECÍLIA-"A PADROEIRA DOS MÚSICOS"
Santa Cecília: Rogai por nós!


























CATACUMBA E O LOCAL EXATO ONDE A ESTÁTUA ESTA FOI COMO ENCONTRARAM A MÁRTIR SANTA CECÍLIA (DE LADO, VIRADA DESSE MODO INCLUSIVE, QUANDO DESCOBERTA)

SANTA CECÍLIA é uma Santa Cristã, "Padroeira dos Músicos", pois quando ela estava morrendo, ela cantou a Deus. Não se tem muitas informações sobre a sua vida. É provável que,tenha sido martirizada entre 176 e 180, sob o império de Marco Aurélio. 

Escavações arqueológicas não deixam dúvidas, sobre a existência, mas sua história só foi registrada no Século V na narrativa 'PAIXÃO DE SANTA CECÍLIA'.


ESTÁTUA NA CATACUMBA, IMITANDO A POSTURA EM QUE SEU CORPO INCORRUPTO FOI DESCOBERTO

Segundo este relato, CECÍLIA seria da “nobre família romana dos Metelos, filha de senador romano e cristã desde a infância”. Orfandade, Sofrimento e Proteção Angélica.

Para CECÍLIA não faltaram dores, sofrimentos e cruzes. AMORTE DOS PAIS foi uma de suas grandes dores. Sobretudo por causa das consequências que ausência deles lhes trouxe. Mas ela aceitou esses padecimentos com grande resignação. Após a morte dos pais Cecília ficou SOB A TUTELA DE UM PARENTE QUE ERA PAGÃO




















Esta Igreja de Santa Cecília se chama hoje 'BASÍLICA DE TRANSTEVERE (Piazza di Santa Cecilia, 22, 00153 Roma, Itália)'  e está construída sobre a casa da Santa, conforme foi seu pedido na ocasião do seu martírio.

VALERIANO, que não conhecia o segredo da modéstia cristã da virgem que se havia prometido como esposa a seu Deus, encantou-se com CECÍLIA. 

Apaixonou-se por ela e quis, o quanto antes, tê-la como sua esposa. CECÍLIA disse não a VALERIANO: desejava somente ser esposa de Cristo! Foi por prudência que, junto com a negativa do casamento, ela não se declarou cristã. Essa declaração poderia custar-lhe a vida. 

 CONFESSIONÁRIO E ALTAR DE SANTA CECÍLIA

Ocultamente, CECÍLIA procurou SANTO PONTÍFICE e narrou-lhe o que estava acontecendo e reafirmou que preferia a morte a faltar o juramento de amor que havia feito A JESUS. 

URBANO, procurou consolá-la dizendo-lhe:-"Tem confiança, minha filha, se TEU CELESTE ESPOSO te quiser em seu serviço, ninguém vai tirar-te D'ELE".

As orações desta noite serão para que o SENHOR nos ilumine. Fica em paz. Deixemos as decisões para depois da CELEBRAÇÃO DOS DIVINOS MISTÉRIOS.

Terminados os ritos sagrados, todos os fiéis deixaram as catacumbas. Só CECÍLIA ficou lá. URBANO chamou-a e, com afeto paternal, disse: 
- - - “Filha, sê forte e perseverante. Se fores obrigada pelas circunstancias a unir-se a VALERIANO, inclina a cabeça e adora os DESÍGNIOS INSONDÁVEIS DA DIVINA PROVIDÊNCIA."



















FOTO DO "CORPO INCORRUPTO" DA MÁRTIR SANTA CECILIA QUE SERÁ DEPOIS SUBSTITUÍDO PELA ESTÁTUA DE MÁRMORE DE STEFANO MADERNO

ASSIM, ela foi dada em casamento, contra a vontade, ao jovem chamado VALERIANO.

É certo que tivesse argumentado vários motivos para que não a aceitasse este matrimônio, mas a vontade do TUTOR se impôs, de maneira a tornar-lhe inútil qualquer resistência. Nos meses que precederam a celebração do matrimônio, Cecília conservou-se, quase sempre, retirada. 

Saía só para ir nos bairros populares para socorrer os pobres, seus mais queridos amigos. Passava noites inteiras em oração e penitência. Pedia a proteção e a graça que lhe eram necessárias e que estava certa de alcançar, pois já havia começado a ter uma grande paz de alma com a presença constante de seu Anjo da Guarda.






















ESTÁTUA DE STEFANO MADERNO SOBRE SUA TUMBA, NO LOCAL ONDE ESTAVA EXPOSTO O CORPO INCORRUPTO, IMITANDO A POSTURA EM QUE SEU CORPO FOI DESCOBERTO NAS CATACUMBAS E O CORPO REAL NA FOTO ANTERIOR

Assim se marcou o dia do casamento e tudo estava
 preparado para a grande cerimônia. Da alegria geral que se estampava nos rostos de todos, só o de CECÍLIA fazia exceção. A túnica dourada e alvejante que vestia não deixava adivinhar que por baixo existia o cilício e no coração lhe reinava a tristeza.



Estando a sós com o noivo, disse-lhe CECÍLIA com toda a amabilidade e não menos firmeza: 
- - -“Valeriano, acho-me sob a proteção direta de um Anjo que me defende e guarda minha virgindade. Não queiras, portanto, fazer coisa alguma contra mim, o que provocaria a ira de Deus contra ti”. 

A estas palavras, incompreensíveis para um pagão, CECÍLIA fez seguir a declaração de ser cristã e obrigada por um voto que tinha feito a Deus de guardar a pureza virginal.

Disse-lhe mais: que a fidelidade ao voto trazia a bênção, a violação, porém, o castigo de Deus

VALERIANO, ficou “vivamente impressionado” com as declarações da noiva, respeitou-lhe a virgindade, disse: 

- - - "DEUS DE CECÍLIA, eu creio em ti, mas faze com que eu possa ver, ao menos um instante, O ANJO QUE MANDASTE para junto de tua e minha esposa, para que eu creia".

ESTÁTUA DE "STEFANO MADERNO" SOBRE SUA TUMBA, NA IGREJA, IMITANDO A POSTURA EM QUE SEU CORPO INCORRUPTO FOI DESCOBERTO

- E voltando-se para VALERIANO disse:- -"Agora, não percamos tempo. Verás meu Anjo, sim! Antes, porém, deves tornar-te digno disso pelo Batismo". 

Vai e procura na Via Ápia a aldeia de Triopio. Lá encontrarás alguns pobres. Diga a eles que vais em meu nome e que procuras pelo Pontífice Urbano

Serás, então, conduzido até Papa que te acolherá com grande afabilidade e te ensinará as verdades de nossa fé. Depois, volta e verás o Anjo de Deus que me acompanha..

APENAS PARA COMPARAÇÃO DO CORPO INCORRUPTO E A ESTÁTUA HOJE EM SEU LUGAR SOBRE A TUMBA NA IGREJA

Chegando à aldeia de Triopio, VALERIANO encontrou-se com os pobres indicados por Cecília. 

Eles o conduziram pelo Labirinto das Catacumbas até chegar ao lugar onde estava o santo Pontífice Urbano, que vivia escondido no Cemitério de São Calixto, junto aos sepulcros dos mártires, depois de escapar da perseguição movida contra ele por causa de sua fé católica. 
Enquanto Urbano falava, VALERIANO leu: - "Um só Senhor, uma só fé, um só Deus, Pai de todos, superior a todos, que está em todas as coisas, especialmente em todos nós. - Crês em tudo isto? Perguntou PAPA. - Sim, creio! Respondeu VALERIANO.

Após essa profissão de fé, Urbano tomou a água e derramando-a sobre a cabeça do neófito, dizendo:
- - - "VALERIANO, eu te batizo, em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo". 

Vestindo-o depois com uma túnica branca, despediu-se dizendo: - "Vai e mostra-te a CECÍLIA, que completará a obra por Deus reservada para Ti".

Valeriano partiu com a alma serena e a paz no coração. Chegando em casa, encontrou CECÍLIA de joelhos, em oração. Junto dela estava o Anjo do Senhor

Tinha nas mãos duas coroas de rosas e lírios.

O Anjo que guardava a virgem colocou as sobre as cabeças dos esposos e lhes disse: - "Conservai essas coroas com a pureza de vossos corações e santidade de vossos corpos".


Tu, VALERIANO, por teres compreendido as puras aspirações de Cecília, serás ouvido, qualquer que seja a graça que pedires a Deus.

- -- "Oh! Anjo bendito, um só será meu pedido: suplicar a Cristo que salve também meu irmão e nos torne ambos perfeitos cristãos e que confessemos seu Santo Nome".

- - - Não só teu irmão vai converter-se, como também ambos, junto com CECÍLIA, serão martirizados e acolhidos no Céu."


VALERIANO relatou ao irmão TIBÚRCIO o que tinha se passado e conseguiu que também ele se tornasse cristão após esse também receber a graça de ver TAMBÉM O ANJO.

Turcius Almachius, prefeito de Roma, “teve conhecimento da conversão do dois irmãos". Citou-os perante o tribunal e exigiu peremptoriamente que abandonassem, sob pena de morte, a religião que tinham abraçado. Diante da recusa formal, foram condenados à morte e decapitados”.

Também Cecília, ” teve de comparecer na presença do juiz. Antes de mais nada, foi intimada a revelar onde se achavam escondidos os tesouros dos dois sentenciados. 

Cecília respondeu-lhe que os sabia bem guardados, sem deixar perceber ao tirano que já tinham achado o destino nas mãos dos pobres.


Almachius, mais tarde, cientificado deste fato, enfureceu-se e ordenou que Cecília fosse levada ao templo e obrigada a render homenagens aos deuses. De fato foi conduzida ao lugar determinado, mas com tanta convicção falou aos soldados da beleza da religião de Cristo que estes se declararam a seu favor, e prometeram abandonar o culto dos deuses.”

Almachius, “vendo novamente frustrado seu estratagema, deu ordem para que Cecília fosse trancada na instalação balneária do seu próprio palacete e asfixiada pelos vapores d’água."

Cecília teria sido então protegida milagrosamente, e embora a temperatura tivesse sido elevada a ponto de tornar-se intolerável, ela nada sofreu

Segundo outros ditos, a Santa “foi metida em um banho de água fervente do qual  teria saído ilesa”.

Almachius recorreu então à pena capital.


Três golpes vibrou o algoz sem conseguir separar a cabeça do tronco. Cecília, mortalmente ferida, caiu por terra e ficou três dias nesta posição. Aos cristãos que a vinham visitar dava bons e caridosos conselhos. 

















Condenada à fogueira, saiu ilesa do suplício. Passou-se então à decapitação, mas a espada do verdugo não conseguiu cortar-lhe a cabeça. Cecília esperou assim por três dias a visita do papa Urbano. Passou-se então à decapitação, mas a espada do verdugo não conseguiu cortar-lhe a cabeça. do corte emanava LEITE...

Ao Papa entregara todos os bens, com o pedido de distribuí-los entre os pobres. OUTRO PEDIDO FORA O DE TRANSFORMAR A SUA CASA EM IGREJA, O QUE SE FEZ LOGO DEPOIS DE SUA MORTE”. Foi enterrada na Catacumba de São Calisto.


 As diversas invasões dos godos e lombardos fizeram com que os Papas resolvessem a transladação de muitas relíquias de Santos para Igrejas de Roma. 

O CORPO DE SANTA CECÍLIA FICOU MUITO TEMPO ESCONDIDO, SEM QUE LHE SOUBESSEM O JAZIGO.

Uma aparição da Santa ao Papa Pascoal I (817-824) trouxe luz sobre este ponto. Achou-se o caixão de cipreste que guardava as relíquias. 

O corpo, foi “encontrado intacto e na mesma posição em que tinha sido enterrado”. 

O esquife foi “achado em um ataúde de mármore e depositado no altar de Santa Cecília”. Ao lado da Santa acharam seu repouso os corpos de VALERIANO, TIBÚRCIO E MÁXIMO.

Em 1599, por ordem do Cardeal Sfondrati, foi aberto o túmulo de Santa Cecília e o corpo encontrado ainda na mesma posição descrita pelo papa Pascoal. O escultor Stefano Maderno que assim o viu, reproduziu em finíssimo mármore, em tamanho natural, a sua imagem.

...a espada do verdugo não conseguiu cortar-lhe a cabeça. Cecília esperou assim por três dias a visita do papa Urbano e por todo aquele tempo continuou a professar a sua fé ao Deus Uno e Trino, com os dedos da mão, pois não podia proferir uma palavra. Nesta atitude foi esculpida por Maderno a sua célebre estátua.

A Igreja ocidental, como a oriental, têmGRANDE VENERAÇÃO PELA MÁRTIR, cujo nome figura no cânon da Missa. O ofício de sua festa traz como antífona um tópico das atas do MARTÍRIO DE SANTA CECÍLIA, as quais afirmam que a Santa, nos festejos do casamento, ouvindo o som dos instrumentos musicais, teria elevado o coração a Deus nestas piedosas aspirações:

- - -“Senhor, guardai sem mancha meu corpo e minha alma, para que não seja confundida”. 

Desde o século XV, SANTA CECÍLIA é considerada Padroeira da Música Sacra.

- Sua festa é celebrada no dia 22 de Novembro, DIA DA

MÚSICA E DOS MÚSICOS.


Santa Cecília sofreu o martírio pela espada cruel; a padroeira dos músicos, que no Céu canta louvores ao Senhor, teve suas cordas vocais cortadas e ainda ficou viva dias, EVOCANDO COM O NÚMERO 3 OS DIAS DE CRISTO PARA RESSURGIR DOS MORTOS E COM OS DEDOS DAS MÃOS (ver foto acima) a fé no DEUS UNO E TRINO.

ORAÇÃO DE SANTA CECÍLIA - PADROEIRA DOS MÚSICOS

-"Deus, Nosso Pai, a exemplo de Santa Cecília, entoemos um Cântico de Louvor pelas Maravilhas que nos concedeis, Vós nos deste Jesus Cristo, Vosso Filho, para ser o nosso Redentor! Vós o ressuscitastes e nos deste com Dom, o seu Espírito, nosso Consolador! Em união com todos os Anjos e todos os Santos, queremos cantar: Santo, Santo, Santo, Senhor Deus dos Exércitos, Os céus e a terra proclamam a vossa Glória, Hosana nas alturas! Bendito o que vem em nome do Senhor, Hosana nas Alturas! "Piedosa Santa Cecília...OFERECEI NOSSOS CÂNTICOS ao Senhor, que nossa vida seja uma canção para ELE, E QUE POR VOSSA PODEROSA INTERCESSÃO CONCEDEI-NOS JUNTO A JESUS A GRAÇA QUE COM TODA FÉ AGORA PEDIMOS, POR SEUS MÉRITOS, VIRGINDADE, PUREZA E MARTÍRIO_ _ _ _ _ _ _ _ _ __ _AMÉM!"



'BASÍLICA DE TRANSTEVERE (Piazza di Santa Cecilia, 22, 00153 Roma, Itália)'  está construída sobre a casa da Santa, conforme foi seu pedido na ocasião do seu martírio

****************************

Postar um comentário

Compartilhar

 
  •  
    Ocorreu um erro neste gadget

    ROLE O BANNER E CLIQUE NO ASSUNTO DESEJADO

    >
    > >